PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Agricultura
  3. Chuva pressiona colheita de trigo no Paraná
Notícias

Chuva pressiona colheita de trigo no Paraná

Diferentemente dos gaúchos, produtores paranaenses colhem safra cheia neste ano. Mas preços estão em queda se comparados a 2013. |

Diferentemente dos gaúchos, produtores paranaenses colhem safra cheia neste ano. Mas preços estão em queda se comparados a 2013.

As chuvas que chegaram ontem forçam uma pausa na colheita do trigo, num momento em que pouco mais de 10% da produção foram retirados das lavouras do Paraná. O setor produtivo pretende retomar os trabalhos de campo ainda nesta semana, para que não haja perda de qualidade, mas prevalece a tensão em relação ao mercado. O produtor perde valor a cada dia.

Em Guarapuava (Região Central), onde o plantio é tardio, a umidade foi bem recebida, porque favorece a produtividade da safra de inverno. Na região de Cornélio Procópio (Norte do estado), onde a colheita de trigo passa de 20%, o sol deve se firmar novamente a partir de amanhã. A colheita avança normalmente mas, como pressiona os preços, aumenta a preocupação entre os produtores, relata Devanir Ladeira, técnico que atua na região de Cornélio pelo Departamento de Economia Rural (Deral).

Nas últimas duas semanas, a cotação do cereal caiu 1% para cada dois pontos porcentuais de avanço na colheita. A saca de 60 quilos valia R$ 31,76 em média ontem no estado (cotação 5% abaixo do preço mínimo). Ainda assim, não há previsão de leilões públicos que garantam cobertura dos custos. O governo federal concentra atenção no milho, privilegiando o escoamento da safra de Mato Grosso.

Alento

85% das lavouras de trigo do Paraná estão em boas condições e 13% são regulares, conforme o Deral. Apenas 2% são considerados ruins.

Siga o Agronegócio Gazeta do Povo

VOLTAR AO TOPO

NOTÍCIAS POR CULTURA