PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Agricultura
  3. Emater marca mais um Gol no Dia Nacional do Extensionista Rural
Investimento

Emater marca mais um Gol no Dia Nacional do Extensionista Rural

Ao todo, 139 veículos da Volkswagen serão usados nos trabalhos de campo dos extencionistas paranaenses

Jaelson Lucas/AeN Foram investidos R$ 5 milhões na compra dos veículos, com recursos dos governos estadual e federal. | Jaelson Lucas/AeN

Foram investidos R$ 5 milhões na compra dos veículos, com recursos dos governos estadual e federal.

  • Gabriel Azevedo

Os extensionistas do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) vão contar com 139 veículos novos para os trabalhos que desenvolvem nas lavouras paranaenses há 61 anos. Nesta quarta-feira (6), Dia Nacional do Extensionista Rural, o governador Beto Richa entregou os carros da Volkswagen, modelo Gol, que foram adquiridos com recursos do governo federal e estadual. O investimento foi de R$ 5 milhões.

Segundo o diretor-presidente da Emater, Rubens Ernesto Niederheitmann, os carros fazem parte de um processo de modernização do Instituto, que está focado num modelo de gestão baseado em resultados. “É um instrumento de trabalho importante para atender os agricultores em todas as cidades do Paraná”, afirma. Desde 2011, o Governo do Estado trocou 761 veículos da autarquia. “Os carros serão entregues de acordo com critérios técnicos, seguindo nossa política de renovação de veículos. As cidades com frotas mais antigas vão receber primeiro”, explica. Niederheitmann conta que há outros 42 veículos em fase de licitação.

A Emater também adquiriu 139 computadores para modernizar a estrutura do órgão. “Precisamos mostrar para sociedade a importância do nosso trabalho, que prioriza o meio ambiente, a sustentabilidade no campo, a inclusão social, a agricultura familiar. Atualmente, 75% do Valor Bruto da produção agropecuária vêm da soja, milho, carnes, leite e madeira. Mas o Paraná também tem fruticultura, olericultura, e estamos inseridos em todos esses projetos, que contribuem para diversificar a produção e aumentar renda”.

Niederheitmann também destacou a contratação, no ano passado, de 143 novos profissionais para a Emater. “Os profissionais já estão completamente inseridos. Fizeram uma reciclagem completa e estão trabalhando nos respectivos postos. Atualmente estamos num diálogo com o governo para realização de um novo Plano de Demissão Voluntária para a contratação do restante dos profissionais que passaram no último concurso”, afira. O concurso tem validade até o dia 03 de junho.

O Paraná conta com aproximadamente 1.100 profissionais que atuam na Emater. O serviço de extensão rural começou a funcionar em 06 de dezembro de 1948, data que marca a criação da primeira instituição de extensão rural no Brasil, em Minas Gerais. Atualmente, há 16 mil extensionistas em todo o Brasil. No Paraná, o serviço iniciou em 20 de maio de 1956.

Em um primeiro momento, o extensionista ajudou a introduzir tecnologias como a mecanização agrícola, sementes e animais geneticamente melhorados e práticas de conservação de solos. Hoje em dia o profissional lida com diversos fatores que envolvem o crescimento de uma propriedade rural.

Siga o Agronegócio Gazeta do Povo

Assista agora

VOLTAR AO TOPO

NOTÍCIAS POR CULTURA