PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Logística
  3. Caminhoneiros prometem nova greve no dia 11 de março
Entrave logístico

Caminhoneiros prometem nova greve no dia 11 de março

Protesto está sendo articulado pelas redes sociais, mas ainda não há previsão de quantos motoristas devem aderir a paralisação.

Brunno Covello/Gazeta do Povo Última grande greve de motoristas, em fevereiro de 2015,  bloqueou estradas em todo país e gerou prejuízos ao agronegócio. | Brunno Covello/Gazeta do Povo

Última grande greve de motoristas, em fevereiro de 2015, bloqueou estradas em todo país e gerou prejuízos ao agronegócio.

Grupos autônomos de caminhoneiros, motoristas e transportadoras, apoiados pelo Comando Nacional do Transporte (CNT) estão organizando pelas redes sociais um novo movimento de paralisação nacional dos caminhoneiros, programado para o dia 11 de março.

A movimentação ocorre através da página da entidade no Facebook e também em grupos de caminheiros no aplicativo de mensagens WhatsApp, mas não conta com o apoio oficial de nenhum sindicato da categoria. A nova paralisação deve ocorrer na tentativa de reivindicar a extensa lista de pedidos que ainda não foram cumpridos desde a última greve, em fevereiro de 2015. Na ocasião o protesto travou diversas atividades do agronegócio, resultando na morte de aves e no descarte de leite.

Algumas concessões já foram feitas pelo Governo Federal desde o último protesto, mas segundo o representante do CNT, Fabio Roque, a categoria ainda exige, principalmente, a redução de valor do óleo diesel, com a retirada do último aumento de 8% e do PIS/Cofins.

“Um dos motivos da paralisação é dar uma chacoalhada no governo. E conforme forem os desdobramentos políticos a partir da semana que vem, a paralisação das rodovias em alguns estados pode ocorrer até antes da data prevista”, alerta. Ainda não há previsão de quantos motoristas devem aderir ao novo protesto.

Reprodução/Facebook
Imagem está sendo compartilhada nas redes sociais para convocar caminhoneiros.
VOLTAR AO TOPO

NOTÍCIAS POR CULTURA