PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Logística
  3. Paranaguá bate recorde nos grãos e consolida liderança no frango
Logística

Paranaguá bate recorde nos grãos e consolida liderança no frango

Hugo Harada/Gazeta do Povo Grãos e aves dão impulso aos embarques em Paranaguá. | Hugo Harada/Gazeta do Povo

Grãos e aves dão impulso aos embarques em Paranaguá.

  • Da Redação, com agências

O Porto de Paranaguá (PR) fecha o ano de 2015 com números recordes, segundo a administração local. O porto registrou a maior movimentação de toda história ao longo de um único mês, durante abril, quando foram movimentadas 4,6 milhões de toneladas em cargas.

Também assumiu a liderança nacional nas exportações de carne de frango, com 1,25 milhão de toneladas embarcadas, de janeiro a outubro de 2015. A marca supera em 14% o volume de 1,10 milhão de toneladas do produto exportadas pelos portos catarinenses de Navegantes e Itajaí.

“A ampliação do modal ferroviário trouxe uma opção mais econômica para os produtores, fazendo com que a carne fosse canalizada para Paranaguá”, afirmou, em nota, o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho. Ele se refere aos investimentos feitos desde 2011 na modernização da Ferroeste para dobrar sua capacidade de operação.

Para o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino, os investimentos na modernização do terminal paranaense trouxeram mais agilidade para as operações e impulsionaram as exportações. “A ampliação do cais do porto e a aquisição de novos equipamentos possibilitaram um aumento de produtividade e trouxeram novas rotas de navios para Paranaguá. Além disso, temos a nosso favor todo o trabalho dos produtores rurais do Paraná que lideram a produção no país”, disse Dividino, em nota.

Em relação ao Corredor de Exportação, em junho deste ano o porto bateu a melhor marca de exportação diária de grãos, com 55 mil toneladas embarcadas em um período de 24 horas. No mesmo mês, o corredor alcançou o maior volume da história em exportação de grãos, com 1,91 milhão de toneladas movimentadas. Isso significa que 2015 foi o ano em que, pela primeira vez, o Corredor de Exportação chegou à casa das 16 milhões de toneladas exportadas.

O Silo Público, que faz parte do Corredor de Exportação, atingiu estocagem recorde de 3 milhões de toneladas durante o ano, mais de 20% acima do recorde anterior. O “Silão”, como é conhecido o Silo Público, é o local em que os pequenos e médios produtores podem armazenar suas cargas enquanto aguardam para exportá-las, mesmo que não estejam vinculados a alguma grande cooperativa ou multinacional graneleira.

Por ano, o porto exporta 7,5 milhões de toneladas de soja, 5,2 milhões de toneladas de farelo de soja, 4,2 milhões de toneladas de milho e 4,4 milhões de toneladas de açúcar.

No sentindo contrário, Paranaguá é o maior porto de importação de fertilizantes, com 9,5 milhões de toneladas desembarcadas por ano. O montante representa cerca de 35% de todo o fertilizante importado pelo Brasil.

VOLTAR AO TOPO

NOTÍCIAS POR CULTURA