Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

story
Enkontra.com
PUBLICIDADE

cuidado ao volante!

Dez infrações de trânsito que fazem você perder a carteira de motorista

Tempo mínimo de suspensão da CNH para quem atinge os 20 pontos em 1 ano é de 6 meses a 1 ano. Multas podem chegar a quase R$ 3 mil

 | Pedro Serápio/Gazeta do Povo
Pedro Serápio/Gazeta do Povo
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Em novembro do ano passado entrou em vigor o aumento do tempo mínimo de suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para quem atinge 20 pontos ou mais dentro de 1 ano. A penalidade passou de 1 mês para 6 meses, período muito longo para quem precisa do carro no uso frequente. Já o prazo máximo continua de 12 meses.

Agora se o motorista voltar a atingir essa pontuação dentro de 1 ano, a suspensão salta de 8 meses a 2 anos; antes eram 6 meses a 2 anos. Por isso, é preciso ficar muito atento para não estourar o limite.

QUIZ: Você está por dentro das mudanças nas multas de trânsito? Faça o teste

Por dia, cerca de 270 motoristas tem a CNH suspensa por cometerem infrações de trânsito no Paraná. É um volume bastante expressivo. A ‘perda’ da carteira só começa a contar depois que o documento é entregue em uma unidade do Detran.

Sem a habilitação, além de ficar proibida de dirigir, a pessoa precisa passar pelo curso de reciclagem para ficar apta a reaver a carteira.

Caso descumpra a medida e for pega em flagrante, terá a CNH cassada e precisará passar por todo o processo de habilitação novamente. O condutor também precisará pagar uma multa de R$ 880,41.

E quais são as causas de perdas e suspensões? A embriaguez ao volante encabeça a lista. Neste caso, a suspensão é chamada de ‘direta’, pois o motorista cometeu uma infração única e gravíssima. Em seguida, vem excesso de velocidade e pilotar motos sem capacetes.

Vale reforçar que a penalidade de suspensão para dirigir não equivale à perda do direito. Depois de cumprir o período determinado e de realizar o curso de reciclagem, o condutor receberá a CNH de volta.

Confira os 10 infrações que fazem o motorista perder a carteira:

1. Atingir 20 pontos (art. 261, §1°)

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/04/28/Automoveis/Imagens/Vivo/CNH 1-874.jpg

Suspensão da CNH por tempo mínimo de 6 meses e máximo de 1 ano. Se for reincidente nessa pontuação dentro de 12 meses, a penalidade passa de 8 meses a 2 anos.

2. Dirigir alcoolizado (art. 165)

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/04/28/Automoveis/Imagens/Vivo/dirigir-alcoolizado-873.jpg

O motorista é submetido ao teste do bafômetro e autuado se o aparelho constatar o consumo de álcool ou caso se recuse a soprá-lo.

A pena também é aplicada a qualquer outra substância psicoativa que determine dependência.

Valor da multa: R$ 2.934.70.

3. Não usar capacete (art. 244)

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/04/28/Automoveis/Imagens/Vivo/Sem capacete-872.jpg

É válido tanto para o motociclista quanto para o garupa. Além disso, usá-lo não encaixado à cabeça também é passível de multa, como também um produto fora do padrão de segurança certificado pelo Inmetro.

Valor da multa: R$ 293,47

Já conduzir sem viseira ou óculos de proteção, ou ainda com a viseira levantada pode gerar infração leve e aplicação de multa de R$ 88,38 e inclusão de 3 pontos na carteira.

4. Executar manobra perigosa (art. 175)

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/04/28/Automoveis/Imagens/Vivo/BMW fritando pneu-871.jpg

É uma das mais graves e com maior punição prevista em nosso Código de Trânsito. É quando o condutor demonstra ou exiba manobra perigosa, mediante arrancada brusca, derrapagem ou frenagem com deslizamento ou ‘fritadas’ de pneus.

Valor da multa: R$ 2.934,75.

5. Excesso de velocidade (art. 218)

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/04/28/Automoveis/Imagens/Vivo/Excesso velocidade-870.jpg

Quando o veículo ultrapassa 50 % do limite permitido na via.

Valor da multa: R$ 880,41

6. Forçar passagem entre veículos (art. 191)

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/04/28/Automoveis/Imagens/Vivo/Ultrapassagem perigosa.jpg

Transitando em sentidos opostos, estejam na iminência de passar um pelo outro ao realizar a ultrapassagem.

Valor da multa: R$ 2.934,70

7. Ameaçar pedestre (art. 170)

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/04/28/Automoveis/Imagens/Vivo/dirigir ameacando os veiculos.jpg

Quando o condutor intencionalmente intimida pedestre que esteja atravessando a via. Por exemplo, acelera o veículo parado no semáforo ameaçando arrancar com intuito de assustar o transeunte ou apressar a sua travessia

Também mudar repentinamente o rumo do veículo em direção ao pedestre.

Valor da multa: R$ 293,47

8. Transpor bloqueio policial (art. 210)

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/04/28/Automoveis/Imagens/Vivo/Blitz policial.jpg

Valor da multa: 293,47

9. Acidente (art. 176)

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/04/28/Automoveis/Imagens/Vivo/Acidente.jpg

Ao se envolver num acidente, não providenciar ou prestar socorro à vítima; não adotar providências para evitar perigo para o trânsito no local, não se identificar ao policial para prestar informações necessárias para elaborar o boletim de ocorrência, entre outros.

Valor da multa: R$ 1.467,35

10. Disputa por emulação (art. 173) e competição esportiva (art. 174)

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/04/28/Automoveis/Imagens/Vivo/Racha transito.jpg

Emular é a tentativa de se igualar ou superar outro indivíduo à bordo de outro veículo. São os famosos rachas nas vias públicas.

Já competição esportiva é participar ou promover na via pegas, exibição e demonstração de perícia em manobra de veículo.

Valor da multa: R$ 2.934,70

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Automóveis

PUBLICIDADE