*

Skol ou India Pale Ale? Por que beber cervejas especiais

Nos Estados Unidos, 11% das cervejas consumidas são cerejas especiais. No Brasil, o número é de 0,7%. Os outros 99,3% representam as cervejas mainstream, quase a unanimidade do mercado cervejeiro brasileiro. São aquelas mais populares nas prateleiras do comércio, como Skol, Brahma, Antarctica, Itaipava e etc…

 

A India Pale Ale (IPA) da cervejaria curitibana Bier Hoff

As cervejas especiais possuem processos de produção mais cuidadosos com ingredientes e técnicas. Por isto, são receitas mais complexas em sabor, aromas e até aparência. Embora o consumo das cervejas especiais pelo brasileiro pareça ínfimo devido ao número apresentado anteriormente, ele tem aumentado. Estamos cada vez mais atentos à qualidade.

Rótulos que seguem a escola cervejeira belga

Investir nas cervejas especiais significa beber menos e com mais qualidade. É uma experiência sensorial que eleva o paladar e outros sentidos. Aos poucos, com a prática e muita atenção, vão sendo percebidos os aromas e sabores diferentes de cada cerveja. O conhecimento se eleva e fica cada vez mais interessante (e delicioso).

São mais de 50 estilos de cerveja existentes. Desde a suavidade das Lagers ao amargor de uma India Pale Ale, o sabor de chocolate das Porters, o evidente adocicado de cereja das Krieks e até as notas de vinho de uma Barley Wine. O mundo cervejeiro é tão infinito, encantador e repleto de especiarias quanto o universo da gastronomia.

A Imperial Poter escocesa Ola Dubh, envelhecida em barril de whisky 12 anos

Isso significa que as cervejas populares brasileiras são ruins? Não necessariamente. Elas cumprem exatamente o que propõem: são leves, refrescantes e têm baixo teor alcoólico – perfil característico das Lager, o estilo de cervejas ao qual pertencem. Se a ideia for passar muitas horas bebendo em maior quantidade, é na Lager que você deve apostar.

Para entender o mundo cervejeiro com mais profundidade, conheça o curso Sommelier de Cerveja da Universidade Positivo. O 501 Bares integrou a última turma e até mostrou um pouco das aulas nas redes sociais. Siga o Instagram (@501bares) e curta a página do Facebook (/501bares).

 

Início de produção de uma English IPA em sala de aula na Universidade Positivo

mais conteúdo após a publicidade
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais