Quem são os classificados para a Copa do Mundo 2018
Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
Blog Arquibancada Virtual

Quem são os classificados para a Copa do Mundo 2018

Saiba quem são os classificados para a Copa do Mundo 2018, na Rússia. O Mundial será disputado entre 14 de junho e 15 de julho do ano que vem. As Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2018 definiram 31 vagas para a competição. A Rússia, como país-sede, já estava automaticamente garantida no evento.


DEFINIDOS OS 32 CLASSIFICADOS. Confira quem são eles: 

  • Brasil, Uruguai, Argentina, Colômbia e Peru (América do Sul)
  • Rússia, Espanha, Alemanha, Inglaterra, França, Portugal, Polônia, Bélgica, Sérvia, Islândia, Suíça, Croácia, Suécia e Dinamarca (Europa)
  • Irã, Japão, Coreia do Sul e Arábia Saudita e Austrália* (Ásia)
  • México, Costa Rica e Panamá (América Central e do Norte)
  • Nigéria, Egito, Senegal, Tunísia e Marrocos (África)

*Austrália, mesmo sendo da Oceania, disputa o torneio classificatório da Ásia.

>>Veja quem serão os cabeças de chave e como vai funcionar o sorteio da Copa

>>VEJA AQUI como comprar ingressos para a Copa de 2018, na Rússia

Confira a situação em todos os continentes.

Classificados por região

>>> Conmebol (América do Sul) – 4 vagas + 1 na repescagem

Brasil

Primeira seleção a se garantir na Copa via Eliminatórias. A equipe brasileira assegurou a classificação matematicamente no fim de março deste ano. O time não perdeu mais na competição depois que Tite assumiu o comando técnico.

-> Uruguai, Argentina e Colômbia garantiram as outras três vagas diretas após uma última rodada emocionante nas Eliminatórias Sul-Americanas. O Peru conquistou a vaga na repescagem ao empatar fora sem gols e vencer em casa por 2 a 0 a Nova Zelândia. 

 

Confira a classificação final das Eliminatórias sul-americanas

***

>>> UEFA (Europa) – 14 vagas + país sede

Rússia

Conquistou a vaga em 2 de dezembro de 2010, quando a FIFA indicou o país como sede do torneio. Por tradição, o anfitrião é convidado e não disputa as Eliminatórias.

Bélgica

A badalada seleção belga foi a primeira da Europa a se classificar via Eliminatórias. A vaga foi garantida no início de setembro após o triunfo, fora de casa, por 2 a 1, diante da Grécia. A equipe de Hazard, Lukaku e cia está invicta na competição.

Alemanha

Os atuais campeões mundiais passearam nas Eliminatórias. A vaga foi garantida após a vitória fora de casa contra a Irlanda do Norte, em 5 de outubro. Os alemães fecharam a competição com uma goleada por 5 a 1 sobre Azerbaijão no dia 8 de outubro.

Eles ganharam os dez jogos que disputaram no Grupo C. Na campanha, o time marcou 43 gols (média de mais de quatro por partida) e sofreu só quatro.

Alemanha na Copa

Alemanha sustenta 100% de aproveitamento nas Eliminatórias. (Foto: AFP)

Inglaterra

A Inglaterra venceu sem dificuldade o grupo F das Eliminatórias. Os britânicos não foram derrotados e o passaporte foi carimbado com a vitória em casa sobre a Eslovênia, em 5 de outubro.

Espanha

A Espanha garantiu a sua vaga no dia 6 de outubro ao vencer a Albânia por 3 a 0, ficando com a liderança do Grupo G. A equipe espanhola conseguiu a classificação com uma rodada de antecedência graças ao empate em 1 a 1 da Itália com a Macedônia.

Polônia

A Polônia carimbou a ida para o Mundial ao bater Montenegro por 4 a 2 no dia 8 de outubro, em Varsóvia. A seleção comandada por Lewandowski, artilheiro das Eliminatórias com 16 gols, confirmou a liderança no Grupo E, com 25 pontos.

O país será um dos cabeças de chave na Rússia, pois é o atual sexto colocado no ranking da Fifa e não pode mais ser ultrapassado – a lista será atualizada ao fim desta última rodada na Europa e determinará quem encabeçará os sete grupos.

Sérvia

A Sérvia venceu o equilibrado grupo D das Eliminatórias. A equipe se garantiu na liderança na rodada final, em 9 de outubro, ao vencer em casa a Geórgia. O país deixou para trás Irlanda, País de Gales e Áustria, os principais concorrentes na chave.

Islândia

Islândia na Copa do Mundo

Islândia vai disputar a Copa do Mundo pela primeira vez. (Foto: AFP)

Sensação da última Eurocopa, quando alcançou as quartas de final, a seleção da Islândia confirmou estar em seu melhor momento na história e se garantiu em sua primeira Copa do Mundo. A equipe da pequena nação venceu o grupo I, superando as tradicionais Croácia, Ucrânia e Turquia. A vaga foi carimbada após a vitória sobre Kosovo em 9 de outubro. A Islândia será o país com a menor população a disputar um Mundial. São 334 mil islandeses que vão empurrar a surpreendente equipe.

França

A França deixou para trás Holanda e Suécia e venceu o grupo A das Eliminatórias. A garantia matemática da vaga veio só na última rodada, em 10 de outubro, após a vitória sobre Belarus. Com Pogba, Mbappé e Griezmann como principais destaques, os franceses chegarão à Rússia-2018 no grupo dos favoritos.

Portugal

Portugal venceu a Suíça na última rodada e está garantido na Copa da Rússia. (Foto: AFP)

Portugal venceu uma batalha ferrenha com a Suíça pela liderança do grupo B. As duas seleções venceram todos os outros adversários e decidiram a vaga para a Copa em um confronto direto na última rodada, em 10 de outubro. Melhor para os atuais campeões europeus, que venceram por 2 a 0 e estarão na Copa da Rússia. A Suíça vai para a repescagem.

Regulamento:

  • Nove grupos com seis seleções cada. O primeiro colocado de cada chave garantiu vaga automaticamente. Os oito melhores segundos colocados da primeira fase irão se enfrentar em partidas de ida e volta na repescagem. Os vencedores de cada partida qualificam-se para a Copa do Mundo FIFA de 2018.

Duelos da repescagem

Itália não deu sorte no sorteio realizado em 17/10.  Foto: AFP

Suécia

Os suecos deixaram a tetracampeã Itália pelo caminho. No primeiro jogo, em casa, venceram por 1 a 0. E na partida de volta seguraram o empate por 0 a 0, no San Siro lotado. Os italianos não ficavam de fora de uma Copa do Mundo desde 1958.

Dinamarca

A Dinamarca superou a Irlanda na repescagem. Depois de empatar sem gols diante da torcida, os dinamarqueses garantiram a classificação com uma goleada por 5 a 1 fora de casa. Eriksen (abaixo na foto) foi o herói da classificação ao marcar três gols.

Foto: AFP

Suíça

A Suíça garantiu vaga na Rússia em confronto com a Irlanda do Norte. No primeiro duelo, venceu fora de casa por 1 a 0. No jogo de volta segurou o empate por 0 a 0.

Croácia

A Croácia conseguiu uma vaga para a Rússia em confronto com a Grécia. No primeiro duelo, os croatas atropelaram os gregos por 4 a 1, dentro de casa. No jogo de volta, atuando fora, a equipe segurou o empate por 0 a 0.

>>> AFC (Ásia) – 4 vagas + 1 na repescagem

Irã

Os iranianos conquistaram a vaga com antecipação ainda em junho. A equipe comandada pelo português Carlos Queiroz está invicta na competição e deixou para trás a favorita Coreia do Sul.

Japão

Os japoneses venceram o grupo 2 das Eliminatórias e garantiram matematicamente a vaga no último dia 31 de agosto com uma vitória por 2 a 0 sobre a Austrália.

Coreia do Sul

A Coreia do Sul empatou sem gols em 5/9  com o Uzbequistão, no Bunyodkor Stadium, casa do adversário, e garantiu classificação para a competição internacional. A Síria, que ficou no 2 a 2 com Irã, vai para a repescagem.

Arábia Saudita

O time saudita conseguiu a classificação ao bater o Japão, que cumpria tabela, pela última rodada do grupo 2. Conseguiu a vaga direta no saldo de gols, jogando a Austrália para a repescagem.

Austrália

A Austrália enfrentou e bateu Honduras, 4ª colocada da Concacaf na disputa pela vaga na Copa via repescagem mundial. No primeiro jogo, 0 a 0 na sexta-feira (10 de novembro), em Honduras. Jogo de volta (15/11), na Austrália, os australianos venceram por 3 a 1, com três gols de Jedinák, e garantiram a vaga.

***

>>> CAF (África) – 5 vagas

Nigéria

A Nigéria foi a primeira seleção da África que se classificou para a Copa da Rússia. A equipe garantiu a vaga ao vencer a Zâmbia por 1 a 0, em 7 de outubro, pelo Grupo B das eliminatórias africanas.

Egito

Jogadores egípcios comemoram com torcedores o retorno a uma Copa do Mundo após duas décadas de jejum. Foto: AFP/ Tarek Abdel Hamid

Com gol aos 50 minutos do segundo tempo, e de pênalti, o Egito venceu o Congo por 2 a 1 neste domingo (8) e volta a uma Copa do Mundo após um  jejum que se estenderia para 28 anos. O resultado fez os egípcios chegarem a 12 pontos e não mais ser alcançados na liderança do Grupo E por Uganda, que está em segundo, com 8.

Senegal

O Senegal se classificou na sexta-feira, 10 de novembro, após a vitória sobre a África do Sul por 2 a 0. A equipe deixou para trás também em seu grupo Burkina Faso e Cabo Verde.

Marrocos

No confronto direto pela vaga do Grupo C, Marrocos venceu a Costa do Marfim por 2 a 0, no dia 11/11, atuando na casa do adversário. Os marroquinos chegaram a 12 pontos, deixando os marfinenses em segundo, com 8. Será a quinta participação do país em Copas, a primeira depois de 20 anos – a última tinha sido na França 1998.

Tunísia

A Tunísia empatou com a Líbia por 0 a 0, chegando a 14 pontos no Grupo A. O país ficou à frente do Congo, que venceu Guiné por 3 a 1, mas acabou com 13. A última vez que os tunisianos disputaram um Mundial foi na Alemanha, em 2006. Será a quinta participação na competição.

Regulamento:

  • As cinco vagas do continente já foram preenchidas.  As Eliminatórias Sul-africanas foram divididas em cinco grupos de quatro seleções,  sendo que apenas a primeira de cada chave garantia vaga para a Rússia-2018. 

***

>>> Concacaf (América Central e do Norte) – 3 vagas + 1 na repescagem

México

Os mexicanos garantiram a vaga na Copa de 2018 no início de setembro, com três rodadas de antecedência, após vitória sobre o Panamá em casa. A equipe comandada por Juan Carlos Osório está invicta no hexagonal final.

Costa Rica

A Costa Rica se classificou para a Copa em 7 de outubro. A equipe empatou com Honduras por 1 a 1 e conquistou a segunda vaga das Eliminatórias da Concacaf.

Panamá

Panamá na Copa

Panamá vai participar da Copa pela primeira vez (Foto: AFP)

O Panamá vai disputar a Copa do Mundo pela primeira vez e a classificação foi garantida de forma emocionante. Na última rodada, um gol ao 43 do segundo tempo garantiu a vitória por 2 a 1 sobre a Costa Rica e a terceira colocação no hexagonal da Concacaf.

Repescagem: Honduras ficou com o quarto lugar e enfrentou a Austrália na repescagem internacional. No primeiro jogo, em Honduras, empate sem gols. Partida de volta foi 3 a 1 para os australianos.

Classificação:

1º – México – 21 pts

2º – Costa Rica – 16 pts

3º – Panamá – 13 pts (saldo -1)

4º – Honduras – 13 pts (saldo -6)

5º – Estados Unidos – 12 pts

6º – Trinidad e Tobago – 6 pts

***

>>> OFC (Oceania) – 1 vaga na repescagem

Nenhum classificado

Regulamento:

  • Região não possui vaga direta na Copa. A Nova Zelândia se garantiu na repescagem ao vencer Ilhas Salomão na final continental.  Depois encarou o Peru, quinto colocado da Conmebol (América do Sul), na luta pela vaga no Mundial. No primeiro jogo, empate sem gols. Porém, na partida de volta, no Peru, foi derrotado por 2 a 0 e ficou fora da Copa.