*

Enkontra.com
Blog Arquibancada Virtual

Coritiba pede juiz de fora e árbitros do Paraná reagem: ‘oportunismo’

Foto: Rodolfo BUHRER
Foto: Rodolfo BUHRER

O Coritiba conseguiu comprar uma briga. Com a suspeita que pode ser prejudicado contra o Cianorte, mas sem explicitar a origem desse temor, o Coxa pediu árbitros de outros estados para mediar o confronto deste domingo, às 16 horas, no Couto Pereira. A demanda não deve ser atendida pela Federação Paranaense de Futebol e teve uma dura reação da Associação Profissional dos Árbitros de Futebol (APAF-PR). Chamou a solicitação de oportunista.

Em nota emitida na manhã desta quinta-feira (20), a entidade diz que repudia esta solicitação alviverde, também demonstrou estranheza com a relação entre apito e cartolas da FPF. “A arbitragem não possui qualquer vínculo com a Federação Paranaense de Futebol, posto que os membros do quadro atuam como prestadores de serviço, não estando sujeitos a qualquer ingerência ou pressão da Entidade de Administração do Desporto”, garantem.

“Portanto, esta Associação Profissional de Árbitros de Futebol REPUDIA e DISCORDA desta solicitação, considerando-a despropositada, oportunista e com a flagrante intenção de denegrir a imagem dos árbitros do estado e tentar de alguma forma impor pressão sobre os mesmos”, completa.

Através do diretor Ernesto Pedroso, o Coxa sustenta a seguinte tese para vetar apitadores locais. O clube acredita que a arbitragem local está sendo pressionada politicamente pela Federação e que, portanto, não tem condições de apitar o jogo. Vale lembrar que Coritiba e Atlético são opositores declarados da atual gestão da FPF, liderada pelo presidente Hélio Cury.

“Acho que a postura da própria Federação nos deixa extremamente preocupados, porque a conduta não tem sido boa”, dispara Pedroso. “É uma questão meramente política. Os árbitros do Paraná têm qualidade. Mas a pressão que sofreram após o Atletiba que foi suspenso expôs os árbitros e bandeirinhas”, prossegue, em referência ao Atletiba do YouTube, que precisou ser remarcado após a FPF impedir o início do clássico.

Veja a nota completa dos árbitros

A APAF/PR vem a público REPUDIAR a atitude de determinadas diretorias ao requererem, junto a Federação Paranaense de Futebol, que árbitros de fora do estado do Paraná sejam escalados para as partidas decisivas do Campeonato Estadual 2017.
 
Importante esclarecer, que desde o ano de 2002, não houve a escalação de qualquer árbitro de fora do quadro estadual nas competições organizadas pela FPF, posto que a arbitragem do Paraná é séria, competente e sempre atua com total imparcialidade!
 
Causa-nos estranheza este pedido, visto que não houve ao longo da última década qualquer interferência da arbitragem que porventura tenha influenciado no resultado dos campeonatos, notadamente em partidas envolvendo quaisquer equipes da capital.
 
Informarmos ainda que a arbitragem não possui qualquer vínculo com a Federação Paranaense de Futebol, posto que os membros do quadro atuam como prestadores de serviço, não estando sujeitos a qualquer ingerência ou pressão da Entidade de Administração do Desporto.
 
Portanto, esta Associação Profissional de Árbitros de Futebol REPUDIA e DISCORDA desta solicitação, considerando-a despropositada, oportunista e com a flagrante intenção de denegrir a imagem dos árbitros do estado e tentar de alguma forma impor pressão sobre os mesmos.
 
Orgulhamo-nos desta honrosa função que desempenhamos, a qual fazemos com total isenção e imparcialidade! Esta Associação é formada por profissionais capacitados e aptos que sempre contribuem para o bem do desporto e, em hipótese alguma admitiremos este tipo de atitude adotada por qualquer clube de futebol.
 
A Associação Profissional dos Árbitros de Futebol do Paraná esclarece que respeita o trabalho sério desenvolvido por muitos dirigentes e gestores esportivos, todavia não admite que o caráter e a imparcialidade de seus membros sejam colocados em dúvida, de forma leviana e covarde por quem procura colocar em terceiros a culpa por um suposto fracasso ou insucesso de suas equipes.
 
Reiteramos nosso compromisso com a arbitragem e com o futebol paranaense, onde garantimos a todas as equipes do estado, a certeza de terem árbitros imparciais, isentos e que jamais terão qualquer influência voluntária no resultado de suas partidas!

 
 
mais conteúdo após a publicidade