Blogs

Fechar
PUBLICIDADE

Arquideias

Enviado por Luana Scandelari, 05/12/16 11:26:48 PM

Olá a todos! O post de hoje é inspirado na beleza e na presença que as plantas trazem para nossos ambientes! Nesse clima de Natal, percebi a presença constante do verde na paleta de cores decorativas e também como base para inúmeros arranjos, por isso, resolvi fazer um post dedicado somente a ele!

Fonte: homeandgarden.nl

Fonte: homeandgarden.nl

Vamos explorar a simplicidade nos elementos decorativos dos ambientes e perceber a riqueza de formas e texturas que os vasos com plantas nos trazem.

Fonte: amberinteriordesign

Fonte: amberinteriordesign

Tamanhos e tonalidades de folhas se casam formando um lindo jogo de arranjos.

Fonte: bloglovin

Fonte: bloglovin

Tons de cinza e branco se mostram companheiros fiéis das plantas nas fotos selecionadas.

Fonte: planete.deco.fr

Fonte: planete.deco.fr

A paleta de cores neutras enfatiza o brilho e a saturação da vegetação.

Fonte: bloglovin

Fonte: bloglovin

Invocar a natureza é trazer paz e aconchego para dentro dos ambeintes onde moramos ou trabalhamos. Se você tem espaço, leve um vaso para seu quarto e sinta a diferença no seu dia a dia!

Fonte: bloodandchampagne

Fonte: bloodandchampagne

Varandas já são convidativas por si só…imagine se a ela acrescentarmos balanços e lindas palmeiras!

Fonte: interiors.addict

Fonte: interiors.addict

Simplicidade.  Ter somente o necessário!

Fonte: trendenser

Fonte: trendenser

Os vasos também fazem parte da composição! Acertar a escolha de tamanhos, modelos e cores é crucial para um resultado elegante e clean.

Fonte: planetedeco

Fonte: planetedeco

Proporções e linguagem. Ambas devem caminhar de mãos dadas quando se quer um resultado inspirado na imagem abaixo!

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Quer ler mais sobre plantas dentro de casa? Clica aqui para ler um post mais um post do blog!

Gostou do post? Quer acompanhar mais do trabalho da Arquiteta autora do blog? Segue a página do escritório no facebook (ArkhéStudio) e no instagran (@arkhestudio)!

Até o próximo!!!

Enviado por Luana Scandelari, 17/11/16 5:26:07 PM

O post de hoje traz exemplos de cozinhas que ousaram ao incorporar cor em seus projetos! O interessante é que o pigmento não está presente nos revestimentos  de piso e parede (pois aí não seria grande novidade), e sim nos elementos de marcenaria.

Com a tecnologia cada vez mais desenvolvida e norteada por processos de fabricação diferenciados, o mercado nos oferece uma gama de materiais e tipologias de chapas para fabricação de móveis autênticos.

Fonte: Homeadore

Fonte: Homeadore

Uma maneira bem simples de causar impacto sem deixar tudo super colorido é retirar a saturação da maioria dos elementos e colorir somente objetos específicos.

Fonte:  Simples.decoração

Fonte: Simples.decoração

O acabamento escolhido para a cozinha acima foi o vidro, e por ser um material que oferece um extenso leque de opções de acabamento é comumente visto nos projetos de interiores. Pintar as placas é uma escolha que garante um resultado único, visto que é possível optar por qualquer tonalidade. Lembre de sempre pedir pelo vidro extra clear, o vidro incolor comum tem um quê de verde e pode mudar a cor escolhida para a pintura.

Fonte:  asarquitetasonline

Fonte: asarquitetasonline

Cores quentes deixam o ambiente acolhedor e ainda vibrante, energizante!

Fonte: casa.e.jardim

Fonte: casa.e.jardim

Há muitas cores e padrões presentes na imagem acima, mas repare que cada um está no seu lugar! Para a parede dos fundos, estampa e marcenaria colorida, já para a ilha especificou-se uma bancada neutra com padrão amadeirado delicado.

Fonte:  apartment.therapy

Fonte: apartment.therapy

Ótimo exemplo para quem gosta de cor mas tem medo de enjoar! Sou fã de tons mais pálidos com fundo cinza, são neutros sem ser sem graça.

Fonte:  casa.vogue

Fonte: casa.vogue

A bancada preta com móveis escuros pode ter sido escolhida para disfarçar o frigobar, já o azul do armário superior cria um equilíbrio para que o resultado não seja muito austero.

Fonte:  casinha.colorida

Fonte: casinha.colorida

Ambiente romântico com toques delicados de cor. O amarelo dos armários não é gritante porque tem acabamento opaco e miolo das portas preenchido por vidro translúcido. As paredes e armários inferiores funcionaram com um pano de fundo para destacar a cor, a textura da madeira da bancada e o acabamento das banquetas. Lindo!

Fonte:  glamour.brasil

Fonte: glamour.brasil

Degradê de tons nas portas dos armários, percebe-se também que elas ganham mais destaque com o aumento da pigmentação e do brilho.

Fonte:  pinterest

Fonte: pinterest

Esse projeto um tanto quanto futurista tem que combinar com a personalidade do morador para dar certo! Há quem ame e quem odeie, mas confesso que foi muito bem executado!

Gostou do post? Quer acompanhar mais do trabalho da Arquiteta autora do blog? Segue a página do escritório no facebook (ArkhéStudio) e no instagran (@arkhestudio)!

Até o próximo!!!

Enviado por Luana Scandelari, 03/11/16 5:29:41 PM

Quarto de criança deve ser feito e pensado para criança. Por mais lindo que seja uma decoração em estilo clássico com mobília robusta e jogos de cama bordados à mão com brasões personalizados, temos que concordar que esse estilo não representa bem os nossos pequenos humanos.

Os espaços destinados à crianças, principalmente seus quartos, vêm trazendo linguagens cada vez mais lúdicas e criativas! O apelo ao sensorial e à experimentação são características marcantes nos projetos que selecionei para esse post! Venha se encantar com estilos diferentes do que estamos acostumados a ver!

Fonte: petit&small

Fonte: petit&small

Cores, texturas, tecidos e estampas alegres devem sempre estar presentes em um quarto infantil.

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Pré adolescentes também necessitam expressar seus gostos e preferências em seu cantinho. Deixe que a criatividade flua e não se apegue muito a combinações tradicionais.

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

O quarto pode ser monocromático, mas com certeza não é chato! O mix de estampas contribui para um ambiente imaginativo em que o faz de conta ganha asas com cabanas e com mobiliário adequado ao tamanho dos usuários!

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Muitos desses ambientes têm uma pegada Nórdica, que por sinal, é um estilo que está super em alta nos dias atuais.

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Os campeões em elementos rococó são os quartos de bebê, mas o estilo mais clean e despojado têm caído no gosto das mamães!

Fonte: casa.vougue

Fonte: casa.vougue

Fonte: constance.zahn

Fonte: constance.zahn

Móveis com desenhos descomplicados, toque de cor e muitas almofadas para alegrar o visual.

Fonte: constance.zahn

Fonte: constance.zahn

Formas geométricas estão presentes no papel de parede, no lambri com moldura moderna e nas mesas laterias.

Fonte: casa.vogue

Fonte: casa.vogue

A blogueira Lu Ferreira escolheu uma paleta em tons de cinza com toques de cores vibrantes para o quarto de sua menina. Na foto, destaque para o papel de parede (novamente geométrico) e para a luminária Miffy, presente em inúmeros projetos infantis.

Fonte: little.hands

Fonte: little.hands

Versatilidade também é uma  característica marcante nos projetos  mais contemporâneos. O berço virou cama e o papel de parede além de decorar, ajuda a criança com a aprendizagem!

Fonte: bloglovin

Fonte: bloglovin

Sótão dos sonhos para a criançada que adora espaço de sobra pra brincar! Mais uma vez percebemos a presença da barraca e do uso de inúmeras estampas!

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Fonte: jamie.joyal

Fonte: jamie.joyal

Parede interativas ajudam muito no desenvolvimento intelectual, a criança aprende a organizar seu espaço, decorá-lo e ainda se diverte ao desenhar sem preocupações!

Fonte: gemelares

Fonte: gemelares

Dossel em forma de tenda, colchão próximo ao chão, cores alegres e móveis descomplicados facilitam a vida da criança no dia a dia de brincar, dormir e arrumar seu quarto.

Fonte: roomed

Fonte: roomed

Mais um quarto de bebê nada convencional e ainda delicado. Estampas graciosas com releituras modernas fazem com que o design fuja do tradicional.

Fonte: 2 littlehands.blogspot

Fonte: 2 littlehands.blogspot

Muito amor pelo papel de parede e pela paleta de cores. Equilíbrio é essencial para um bom resultado. O contraste de cores e estampas é muito visível nos projeto que trouxe aqui, mas todos possuem a mesma ideologia: fugir do comum deixando o ambiente próprio para crianças, mas ainda com a carinha da família.

Fonte: decoracao

Fonte: decoracao

Quem disse que beliche precisa ser feio e sem graça? Reparem na luminária e na estampa do tapete, são elementos que poderiam ser vistos muito facilmente em ambientes de estar ou jantar. Bacana ver que o tradicional dessas peças casa muito bem com o descontraído da roupa de cama e almofadas.

Fonte: hypeness

Fonte: hypeness

Já ouviu falar do Estilo Montessoriano? Nesse sistema o foco é para os pequenos! Trazendo o maior número de elementos possíveis ao alcance e para a altura do olhar deles.

Fonte: hypeness

Fonte: hypeness

Tais escolhas ajudam no desenvolvimento da autonomia e proporcionam liberdade com segurança! A autoeducação é uma das metodologias presentes nesse estilo!

Gostou do post? Quer acompanhar mais do trabalho da Arquiteta autora do blog? Segue a página do escritório no facebook (ArkhéStudio) e no instagran (@arkhestudio)!

 

 

 

 

 

Enviado por Luana Scandelari, 17/10/16 6:54:40 PM

Hoje inicio mais um post que terá continuidade futuramente! Vamos fazer uma sequência com foco em estampas e texturas na decoração, afinal, todos os elementos de um projeto estão relacionados à um padrão.

O primeiro da lista é a famosa LISTRA! Muito presente em texturas de tecidos e papéis de parede a padronagem em forma de listras_linhas paralelas_também pode ser percebida em vários outros componentes da arquitetura e da decoração!

Fonte: LuvDecor

Fonte: LuvDecor

Gosto muito de usar listras em duas tonalidades, o preto e branco dominam quando pesquisamos referências desse tipo. Agregar acabamentos em metais nobres deixa a composição muito elegante!

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Linhas finas deixam o ambiente mais leve. Repare que é possível misturar estampas sem pesar ao olhar, mas é essencial que elas dialoguem para criar um visual único e coeso.

Fonte: juliana.pippi

Fonte: juliana.pippi

Utilizar-se da estampa em jogos de cama e futons também é uma boa pedida!

Fonte: decorfacil

Fonte: decorfacil

Mais uma vez vemos a textura no contraste claro e escuro. Na foto acima, o papel de parede com linhas azul marinho ganha mais delicadeza com as bordas em tom mais claro.

Fonte: stealthelook

Fonte: stealthelook

Equilíbrio, essa é a palavra chave da proposta acima. Um ambiente minimalista e suave ganha vida e movimento com as listras largas. Texturas monocromáticas são excelentes para compor com elementos de decoração em tons pastéis.

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Gosto da ideia de usar listras largas em ambientes pequenos quando há outros itens compondo o espaço! Se a textura fosse miúda, corria o risco de ficar muita informação junto com a arandela, espelho e quadros.

Fonte: perfeita.ordem

Fonte: perfeita.ordem

O padrão listrado está presente não somente nas paredes, mas também na persiana que não deixa de trazer a referência de linhas paralelas ao ambiente.

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Use a direção das linhas a seu favor! A sala acima ganhou profundidade com o piso instalado em réguas paralelas e com as ripas de madeira  no teto. Impossível não lembrar de listras ao ver essa imagem!

Fonte: casa.e.jardim

Fonte: casa.e.jardim

Para exemplificar novamente que o padrão está presente em diversos elementos da arquitetura e decoração!

Fonte: ralph.lauren

Fonte: ralph.lauren

Azul e branco em áreas externas trazem à tona uma atmosfera mediterrânea, muito sofisticada e tranquilizante.

Fonte: amenagement.design

Fonte: amenagement.design

Mais uma vez, linhas! Frisos verticais e horizontais criam padronizações interessantes em portas e painéis. Detalhes que fazem toda diferença!

 

Até o próximo post!

Enviado por Luana Scandelari, 05/10/16 6:56:45 PM

Promessa feita é promessa cumprida! Há um tempo atrás fiz post (clica aqui pra rever!) iniciando o tema de cortinas e persianas e hoje volto com o assunto para abordarmos um pouco mais desse vasto universo. Vou focar hoje em modelos de cortinas horizontais e algumas persianas modernas.

Se você é daquele que se arrepia com o barulhinho do vento batendo nas folhas das persianas rígidas de antigamente, pode ficar tranquilo, essas só te darão mais vontade de trocar o visual das suas janelas!

Fonte: decorfacil

Fonte: decorfacil

Mais um vez nos deparamos com uma certa infinidade de marcas, modelos e tecidos. Cada empresa dá seu nome específico para cada modelo (sem contar as variações de cada uma), mas para facilitar o nosso post, vamos focar hoje no efeito e função dos modelos selecionados.

Fonte: blinds2go

Fonte: blinds2go

Que tal começar com um modelo queridinho? A Double Vision/ Shadow (e assim vai…) consiste em duas películas paralelas fixadas a um rolo. O tecido, listrado horizontalmente, é que garante o o truque de possibilidades de arranjo, conforme você alinha ou desalinha as listras vai conseguir maior ou menor claridade para o ambiente. É possível enrolar totalmente (ela fica escondida na barra superior) ou somente até a altura desejada!

Fonte: american.blinds

Fonte: american.blinds

Cortinas de rolo tipo Blackout garantem total vedação em relação a raios solares. Muito utilizada em ambientes que necessitem dessa característica para momentos específicos.

Fonte: hunterdouglas

Fonte: hunterdouglas

Cortinas de rolo para controle solar deixam a luminosidade passar (com certa restrição) e garantem privacidade sem deixar o ambiente sem iluminação natural. É muito importante dizer que cada modelo pode ter suas características e locais de aplicação alterados pela simples troca de tecido. Materiais laváveis, por exemplo, as tornam excelentes para  um ambiente de área gourmet e varandas fechadas.

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

O modelo da foto acima também é de rolo mas se apresenta de forma totalmente diferente das anteriores pela escolha de cor e tecido. Adorei o pensamento detalhista em instalar elas abaixo de uma fresta de vidro, isso garante a visibilidade da copa das árvores em tempo integral!

Fonte: casa.abril

Fonte: casa.abril

O tipo de persiana da foto é leve e ideal para situações como essa, cama abaixo da janela. Por ocupar pouco espaço, garante que não fique atrapalhando que está deitado quando está totalmente fechada. O modelo Cascata ao subir vai deixando à mostra trechos dos gomos anteriores. Muito delicado.

Fonte: freshhidden

Fonte: freshhidden

Com tecido mais pesado e rústico, sem demarcações horizontais a cortina sobe através de fios ocultos em suas bordas. Uma dica que considero importante é ficar atento às especificações de área de cobertura por trecho. É um variável entre altura e largura para seja possível subir e descer sem prejudicar o sistema de sustentação e nem envergar horizontalmente.

Fonte: jasnoshutters

Fonte: jasnoshutters

Do tipo romana, essa de linho (que aliás fica lindo em tudo) possuiu barras horizontais que sustentam os gomos. Ao subir, eles se encondem atrás do que está rente ao teto.

Fonte: casa.de.valentina

Fonte: casa.de.valentina

Amo persianas de madeira! Podemos encontrar em madeira sintética ou madeira natural, uma tem melhor custo benefício e outra tem mais garantias de qualidade. O acabamento/ sustentação das lâminas podem ser em cadarço ou com fitas (como na foto), são práticas e garantem diversas possibilidades de arranjo. Fica até mais bonito quando cada uma está em uma altura diferente!

Fonte: luxaflex

Fonte: luxaflex

Esse é o modelo que mais encontro nomes distintos (Pirouette, Silhouette, Diamond, etc) e também acabamentos distintos, para cada camada extra ou variação de tipologia de tecido do gomo horizontal surge um novo nome. Por possuir muitas camadas, duas paralelas na vertical e outras na horizontal (sendo que essas podem ser formadas por mais três subcamadas de tecido), esse modelo tem um custo alto.

Fonte: Loja Cosy Home Curitiba

Fonte: Loja Cosy Home Curitiba

 

A largura das lâminas horizontais internas também interfere no preço. Mas os benefícios são muitos! Se conseguíamos uma boa gama de composições com as demais, nessa você consegue regular cada raio de sol que adentra seu espaço. Ela também recolhe totalmente sem deixar gomos aparentes e quando composta por tecidos intermediários de blackout, consegue te oferecer quase todas as opções possíveis em um único produto.

Fonte: pinterest

Fonte: pinterest

Painéis verticais também são bons aliados em grandes vãos, recolhem todos para as laterais. Uma boa análise de insolação do local também é muito importante para a escolha correta do modelo de cortina ou persiana.

Fonte:plataforma.arquitectura

Fonte:plataforma.arquitectura

Só porque realmente adoro essas de madeira!

Fonte: Loja Cosy Home Curitiba

Fonte: Loja Cosy Home Curitiba

Persiana vertical com formato semelhante às cortinas tradicionais. Alia praticidade e conforto.

Fonte: vtwomen

Fonte: vtwomen

As celulares e Duo folden, possuem características para controle de raios UV e possuem um diferencial que é muito bacana para casas de campo, por exemplo, elas permitem que o movimento de recolhimento seja feito tanto por cima como por baixo. Além de criar composições muito bacanas nos espaços deixa o usuário livre para escolher se quer ver a copa das árvores ou o jardim!

Fonte: decokarq

Fonte: decokarq

Espero que todos tenham se sentido atendados a trocar suas persianas antigas ou cortinas sem graça por modelos que tenham a sua cara ou que sejam próprios para o ambiente desejado! Vale lembrar que esse é mais um assunto que merece muita atenção e cuidado na hora de escolher, por isso lembre sempre de visitar um arquiteto para te aconselhar!

Apoio para post: Loja Cosy Home Curitiba.

Enviado por Luana Scandelari, 23/09/16 3:28:02 PM

A tarde de ontem foi preenchida de bons momentos ao lado de um estimado colega de profissão e ídolo! Tive o prazer de conhecer e estar presente na palestra do renomado arquiteto Ruy Ohtake! Ele veio a convite da Artefacto Curitiba e da Revista Top View para participar de um dos acontecimentos do Circuito de Arquitetura e Design.

Foto: Gerson Lima

Ruy Ohtake e Luana Scandelari (ArkhéStudio e Blog Arquideias)  Foto: Gerson Lima

O evento reuniu profissionais da área para prestigiar a apresentação que tinha como tema: Arquitetura Contemporânea. Logo após a palestra, Ruy distribuiu carisma ao autografar e elaborar croquis para cada exemplar do seu livro, Ruy Ohtake Arquitetura e Design 4 Décadas, recém adquirido por seus fãs.

Foto: Luana Scandelari

Foto: Luana Scandelari

Um croqui especial para mim! :

Foto: Luana Scandelari

Foto: Luana Scandelari

 

Foto: Gerson Lima

Foto: Gerson Lima

Mais uma vez, a loja Artefacto Curitiba  sediou uma festividade muito agradável cheia de classe e bom gosto!

Cintia Peixoto, Ruy Ohtake e Ingrid Moskalewski Foto: Gerson Lima

Cintia Peixoto, Ruy Ohtake e Ingrid Moskalewski Foto: Gerson Lima

Através do site do fotógrafo Gerson Lima é possível acompanhar mais registros desse e de muitos eventos de Arquitetura e Design na cidade!

Até o próximo Post!

Enviado por Luana Scandelari, 15/09/16 3:15:41 PM

Sobrados geminados em terrenos estreitos são comumente vistos em áreas centrais de grandes cidades e em bairros tradicionais. Os lotes estreitos nem sempre são sinônimo de pequenos, muitas vezes o que se perde em largura ganha-se no comprimento do terreno.

Seja projeto novo ou de reforma, há muito o que aprender com as edificações que surgem nesse molde, e hoje vamos focar nas soluções criativas das fachadas de algumas delas.

Fonte: Pinterest

Fonte: Pinterest

Grandes aberturas, essa característica estará muito presente nas imagens do post! Na maioria dos casos não é possível ter aberturas nas laterias da edificações, por isso é essencial aproveitar o máximo de luz na fachada frontal.

Fonte: Behance

Fonte: Behance

As construções com pouca largura tendem a crescer em número de pavimentos para acomodar o programa, isso faz com que elas tenham uma volumetria mais esbelta.

Fonte: Behance

Fonte: Behance

Propostas inusitadas para aberturas e elementos de sombreamento são bem vindos nesses casos, afinal, não é fácil se destacar quando se está tão próximo às edificações vizinhas. Valorizar formas e dar ênfase nos limites das construções ajuda a garantir um bom resultado.

Fonte: Brasil Arquitetura

Fonte: Brasil Arquitetura

O resultado é quase minimalista, mas há diversas estratégias de projeto nesse sobrado. Criar solturas entre blocos, trabalhar com superfícies opacas e transparentes, dar cor a um elemento de destaque…essas são algumas das soluções adotadas para criar dinamismo na composição.

Fonte: Viver em casa

Fonte: Viver em casa

Pode parecer uma fachada pequena demais para tantos elementos, por isso é muito importante saber compor formas, volumes e materiais. Destaco alguns itens que achei interessantes: guarda corpo em concordância com os brises, iluminação pontual e a fina relação entre o pórtico que vem do chão com o volume da sala, ambos abrem para a mesma lateral.

Fonte: Archdaily

Fonte: Archdaily

Dentre tantos detalhes interessantes, escolhi a sacada de recriar a sensação de muro mais baixo ao pintar um retângulo branco no paredão de concreto. Esse efeito ganha valor quando se está no pátio dando a falsa impressão de que o muro é o mesmo em ambos os lados.

Fonte: Casa Abril

Fonte: Casa Abril

Fachada toda resolvida com painéis do tipo camarão! É possível criar inúmeras combinações com o abre e fecha dos painéis do térreo e do segundo pavimento. A madeira, o concreto e o verde parecem ter sido propositalmente pincelados de forma muito equilibrada nessa imagem.

Fonte: Casa Vougue

Fonte: Casa Vougue

O foco é fachada, mas não pude deixar de inserir essa imagem para quem ficou se perguntando o que há por trás da primeira camada dessas casas. Pátios internos são soluções muito comuns para esse tipo de layout, pois criam áreas de respiro e de convivência que trazem muita luz e ventilação cruzada para o interior das edificações.

Fonte: Archdaily

Fonte: Archdaily

Outra foto que vale para mostrar por ser de um ângulo oposto. Lote estreito, porém com soluções de projeto que compensam a falta de largura. A sensação de claustrofobia, que muitos têm ao ver as fachadas mais esteritas, desaparece quando é visto o resultando de um ambiente interno.

Até o próximo post.

Enviado por Luana Scandelari, 16/08/16 7:09:41 PM

Artefacto comemora 40 anos e celebra em grande estilo com a abertura da Mostra Artefacto Curitiba 2016.  Tive o prazer de participar da coletiva de imprensa da loja para ver em primeira mão os lançamentos da marca e os ambientes criados pelo profissionais convidados. A Mostra inaugurou dia 13 de Agosto e esse ano tem como inspiração o tema “Os destinos mais desejados no mundo”, nos ambientes projetados podemos conferir as peças que são lançamento da marca.

Fernanda Vello, gerente de produto da Artefacto, explica que a nova coleção é marcada pela palavra “experience” que se divide em três conceitos: Memory, Golden Age e Loungewear. Contemporaneidade com toque de leveza marca as premissas do design das peças recém lançadas.

Os três moods trouxeram uma renovação de estilo para o acervo da loja com a consultoria de Patrícia Anastassiadis que primou em  oferecer novas experiências sensoriais. O resultado pode ser apreciado no resgate de matérias primas nobres como os veludos, camurças, couro natural e linhos. Ingrid Moskalewski, gerente da loja de Curitiba, lembra ainda que esse ano há o mármore, nas cores marrom imperial e nero maquina, como novidade para o mobiliário.

Vale a pena conferir os espaços pessoalmente, mas para matar a curiosidade segue abaixo fotos dos 18 ambientes que foram assinados por 26 profissionais:

 

Ambiente: Living Riviera – Projeto: André Bertoluci – Destino: Nice – Homenageado: Anita e Leonardo Yoshii  – Peças destaque: Sofá Molise, Poltronas Kolin e Corumbau

Generosa varanda francesa com ambientes de estar e jantar, o boiserie, elemento muito presente na arquitetura do século XVII e XVIII, ganha imponência na parede laranja escolhida para remeter às rochas das praias e construções mediterrâneas da Riviera.

Fotos:

Fotos: Edison Garcia

 

 Ambiente: Loft – Projeto: Angela Russi e Luciana Malucelli – Destino: Paris – Homenageado: Waldir Simões de Assis – Peças destaque: Sofá Brasília, coluna Crown para mesa de jantar, aparador e cômoda Greta, cabeceira Monviso e banco Bouvrie

Ambiente integrado com muita sofisticação agregada pelas peças da marca e por obras de arte. O resultado foi uma releitura de Paris atual e contemporânea.

Foto: Divulgação Artefacto

Foto: Edison Garcia

 

Ambiente: Sala de Estar e Jantar  – Projeto: Eduarda Leal Ehlke e Carlos Ehlke – Destino: Brasília – Homenageado: Rosângela e Sérgio Moro – Peças destaque: Mesa de Jantar Moon, cadeira Vane II

A relação com a cidade que “respira”arquitetura está nos detalhes e desenhos  dos painéis e telas e também na forma dos móveis escolhidos.

Foto: Divulgação Artefacto

Foto: Edison Garcia

 

Ambiente: Loft – Projeto: Cybele Kinoshita – Destino: Amazônia – Homenageado: Blanca Baggio – Peças destaque: Pipo Chair e Cama Brasília

Fotos noturnas e árvores preservadas trazidas para o ambiente representaram a Amazônia exuberante.

Fotos: Edison Garcia

Fotos: Edison Garcia

 

Projeto: Elaine Zanon e Claudia Machado – Destino: Camboja e Templo de Angkor Wat – Homenageado: Deltan Dallagnol – Peças destaque: Cama Framed, criados Gio, sofá Cage e poltronas Antilhas

Ares de leveza e espiritualidade surpreendem quem adentra  no ambiente que parece estar mergulhado nas origens do destino.

Foto: Edison Garcia

Foto: Edison Garcia

 

Ambiente: Loft  Al Arab – Projeto: Caroline Andrusko e Eliza Schuchoski -Destino: Dubai -Homenageado: Maria Dolores – Peças destaque: Buffet Kainz, poltronas Brompton, sofá Austral, mesas Acrylique e Smukke

Escolha e composição de tons mais quentes, metais luxuosos, sobreposição de tecidos e obras de arte faz com que o loft tenha a cara da cidade escolhida sem perder a delicadeza e a atemporalidade do projeto.

Foto: Edison Garcia

Foto: Edison Garcia

 

Ambiente: Living -Projeto: Fernanda Athayde, Isabela Rosseto e Renata Duran -Destino: Patagônia – Homenageado: Aristides Athayde – Peças destaque: Sofá Lugano

Refúgio familiar com versatilidade de layout para garantir noites de convívio familiar.

Foto: Edison Garcia

 

Ambiente: Suíte com Estar – Projeto: Ivan Wodzinsky – Destino: Curitiba -Homenageado: Solange Elias – Peças destaque: Cadeira Jey, sofá Antique, poltrona Cage, poltronas Bouvrie, Wiggins e Lounger

Escolhas em cores claras e tons pastéis, iluminação indireta e peças perfeitas criam o ambiente ideal para um casal que busca elegância em seu espaço íntimo.

Foto: Edison Garcia

Foto: Edison Garcia

 

Ambiente: Quarto – Projeto: Jaime Bernardo – Destino: Ásia – Homenageado: Clemilda Thomé – Peças destaque: Cadeira Evelyn, criado Gio e cômoda Ferrat

A vitrine assinada por Jaime é sinônimo de sofisticação e contemporaneidade com atmosfera única e acolhedora inspirada na índia durante a ocupação inglesa e em Hong Kong na China inglesa.

Foto: Edison Garcia

Foto: Edison Garcia

 

Ambiente: Lodge do Cerrado - Projeto: Juliana Meda Destino: Cerrado – Homenageado: Ronaldo Ruffino – Peças destaque: Cama Leeston, aparador Groot

Foto: Edison Garcia

Foto: Edison Garcia

 

Ambiente: Living com Jantar - Projeto: Luciana Baggio – Destino: Milão – Homenageado: Joel Malucelli – Peças destaque: Buffet Miroir

A origem italiana do homenageado e a formação acadêmica da arquiteta na cidade de Milão foram razões mais do que especiais para a escolha da cidade. Local que une design e tradição, também se reflete na escolha dos móveis e peças decorativas.

Foto: Edison Garcia

Foto: Edison Garcia

 

Ambiente: Home Office - Projeto: Luiz Maganhoto e Daniel Casagrande –  Destino: Istambul – Homenageado: Eleuthério Netto e Eliseu Portugal -Peças destaque: Sofá Rus, mesas laterias Halston.

Foto: Edison Garcia

Foto: Edison Garcia

 

Ambiente: Sala de Inverno – Projeto: Margit Soares – Destino: Curitiba – Homenageado: Claudiomiro Segatto – Peças destaque: Poltrona Heritage, sofá Lian, aparador Fischer. Aparador Rio e poltronas Riguel outdoor.

Tendência de cores claras nos móveis e no piso opondo aos revestimentos escuros de parede.

Foto:Edison Garcia

Foto:Edison Garcia

 

Ambiente: Louge – Projeto: Rafael Egg - Destino: Nova York – Homenageado: Renato Trombini –  Peças destaque: Mesa Indian, sofá Coquile, poltronas Belgrávia

Foto: Edison Garcia

Foto: Edison Garcia

                                                                                                                                           Projeto: Rosi Guelmann e Belisa Guelmann – Destino: Jesusalém – Homenageado: Celso Coppio

Foto: Edison Garcia

Foto: Edison Garcia

 

Ambiente: Living in Mitte – Projeto: Silvia Frazoni - Destino: Berlim –  Homenageado: Maria José Justino – Peças destaque: Sofá e Chaise Plain

Foto: Edison Garcia

Foto: Edison Garcia

 

Ambiente: Sala de Estar – Projeto: Yara Mendes – Destino: Singapura –  Homenageado: Mirella Prosdócimo – Peças destaque: Poltrona Calgary e sofá San Remo

Foto: Edison Garcia

Foto: Edison Garcia

 

Ambiente: Jardim Principal – Projeto: Wolfgang Schlogel – Destino: Curitiba –  Homenageado: Paulo Pimentel  – Peças destaque: Linha Beach & Country: poltronas Kamari

Foto: Edison Garcia

Foto: Edison Garcia

 

Enviado por Luana Scandelari, 26/07/16 2:15:42 PM

Continuando os posts dos favoritos da mostra desse ano, a publicação de hoje vai falar um pouco sobre composição de almofadas em sofás, poltronas e camas.

Tudo fica mais aconchegante e sofisticado com belas almofadas, mas é importante pensar nelas em conjunto com sua função naquele ambiente. Cada item escolhido para estar em um determinado espaço tem sua função e propósito e com as almofadas não teria porque ser diferente.

Fonte: ArkhéStudio

Fonte: ArkhéStudio

Pensar em formato, tamanho, tecido e quantidade de peças se faz necessário na hora de mandar fazer ou comprar. Na foto acima, Quarto da Moça, peças de tricot e  contraste de cores deram destaque e importância a cama.

Fonte: ArkhéStudio

Fonte: ArkhéStudio

Na Sala do Editor o vermelho em diferentes padronagens acentua as marcas do mármore e casa com o tom neutro do sofá.

Fonte: ArkhéStudio

Fonte: ArkhéStudio

As Chaises Longue do ambiente Estar com Terraço ficaram ainda mais convidativas ao descanso com adição de peças. Como o mobiliário já vinha com almofadas grandes no mesmo tecido, as duas peças menores precisavam trazer um detalhe extra sem perder o conforto.

Fonte: ArkhéStudio

Fonte: ArkhéStudio

O sofá de couro preto ficou menos austero ao receber almofadas de estampas distintas mas com linguagens semelhantes.

Fonte: ArkhéStudio

Fonte: ArkhéStudio

Não quer correr o risco de errar na cor? Tudo bem, se jogue em tecidos trabalhados no mesmo tom do sofá para criar arranjos elegantes.

Fonte: ArkhéStudio

Fonte: ArkhéStudio

Fonte: ArkhéStudio

Fonte: ArkhéStudio

O sofá/cama fica muito mais divertido e atraente com as inúmeras almofadas em cima. Para não poluir demais, a escolha de formatos e tamanhos iguais foi bem válida!

Até o próximo post!

Enviado por Luana Scandelari, 21/07/16 5:00:51 PM

No início da semana iniciei uma sequência de posts com alguns dos meus itens preferidos nas minhas visitas à Casa Cor Paraná 2016. Hoje dou continuidade com um tópico que está há algum tempo na minha lista de posts a serem feitos! O bronze e o dourado! Eles são a aposta do momento na decoração e estão presentes na wish list de muitos que estão decorando ou reformando!

O que me agrada mesmo são os tons desses metais em suas versões mas fechadas, menos impactantes e mais sofisticadas. Dessa forma fica mais fácil criar combinações com outros materiais sem correr o risco de ficar over.

Fonte: ArkhéStudio

Fonte: ArkhéStudio

O ambiente Estar íntimo da Família apresenta cúpulas de bronze de diferentes tamanhos contrastam com o tom mais frio do papel de parede.

Fonte: ArkhéStudio

Fonte: ArkhéStudio

O Banheiro do Casal tem metais todos em bronze, o curioso é que no catálogo da Deca a cor aparece como Gold. Seja ele bronze ou dourado, o resultado é agradabilíssimo aos olhos!

Fonte: ArkhéStudio

Fonte: ArkhéStudio

Até o tom amadeirado do MDF complementou a cor dos metais.

 

Fonte: Casa Abril

Fonte: Casa Abril

No Toilette Social o dourado já é mais evidente, o acabamento escovado deixa os metais sanitários com toque diferenciado.

Fonte: ArkhéStudio

Fonte: ArkhéStudio

Fonte: ArkheStudio

Fonte: ArkheStudio

O foco de hoje é para Casa Cor, mas com certeza  haverá uma publicação futura falando mais desses acabamentos metálicos!

Até o próximo post!

 

 

Páginas1234567
Este é um espaço público de debate de idéias. A Gazeta do Povo não se responsabiliza pelos artigos e comentários aqui colocados pelos autores e usuários do blog. O conteúdo das mensagens é de única e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.
Buscar no blog
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais