Blogs

Fechar
PUBLICIDADE

De Brasília

Enviado por Catarina Scortecci, 14/03/17 5:57:36 PM

Requião diz que foi excluído de comissões: “Me sinto um estranho no ninho”

Senador Roberto Requião (PMDB-PR). Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Senador Roberto Requião (PMDB-PR). Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Ao endossar na tarde de hoje (14) o discurso do senador Lasier Martins (PSD-RS) contra o foro privilegiado, o paranaense Roberto Requião (PMDB) aproveitou para desabafar no plenário sobre outro assunto. Segundo ele, o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), não o escolheu para nenhuma cadeira de titular nas comissões permanentes da Casa. “Parece que, para ser designado pelo meu partido a uma comissão, tem que ser denunciado pela Odebrecht”, ironizou Requião.

Especialmente desde a deflagração do processo de impeachment contra Dilma Rousseff, em dezembro de 2015, Requião se tornou um aguerrido opositor de Michel Temer (PMDB). No ano passado, votou contra a PEC do Teto dos Gastos Públicos. Agora, já avisa ser contra o texto da Reforma da Previdência proposto pelo Planalto.

“O que está me faltando para poder integrar a boa vontade da bancada do PMDB? Eu me sinto aqui como um estranho no ninho. Fui excluído das comissões depois de seis anos de mandato, no segundo mandato de senador da República. Na primeira vez que me elegi senador da República pelo Paraná, se não me engano, fui o mais votado proporcionalmente do Brasil. Eu tenho alguma experiência nisso. E o meu comportamento – pelo menos, eu assim penso – é de uma lisura absoluta”, reclamou Requião.

 

Este é um espaço público de debate de idéias. A Gazeta do Povo não se responsabiliza pelos artigos e comentários aqui colocados pelos autores e usuários do blog. O conteúdo das mensagens é de única e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.
Buscar no blog
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais