*

Enkontra.com
Blog Bia Kunze – Garota sem Fio

Minha experiência: a Black Friday que vale a pena

Confesso que minha experiência com Black Friday no Brasil nos últimos anos não foi das melhores. Nunca tive muita paciência para sair garimpando, mas quando tive, traumatizei. Certa feita, quando me animei a fazer uma compra de um eletrodoméstico, a experiência foi péssima. Comprei online e precisei ir presencialmente à loja, onde a experiência foi ainda pior. Nunca mais! É complicado adaptar dos EUA esta tradição, pois aqui a forma como se trata o consumidor é bem precária.

Contudo, há uma Black Friday que vale a pena e que eu aguardo ansiosamente todo ano: aquela em que compro artigos digitais direto dos EUA. Estou me referindo, claro, a aplicativos, ebooks e assinaturas de serviços. Não tem estresse: você clica, compra e baixa. E o melhor: as promoções costumam se estender ao fim de semana, pois o comércio sabe que as pessoas estarão em ritmo de viagens e congraçamento familiar com o Dia de Ação de Graças.

Assim, durante o mês de novembro, renovo muitas das minhas assinaturas de serviços digitais, como o Newton. Assino ainda muitos outros serviços que fazem muita diferença na minha rotina. Recomendo Office 365, Todoist, Evernote, Dropbox, MindMeister, Buffer e Hootsuite. Vale a pena dar uma pesquisada naa promoções dos desenvolvedores para esta época do ano. Se você trabalha no meio digital, como design, mídia e afins, dê uma conferida nas soluções do AppSumo e procure pelas versões pagas dos apps gratuitos que você sempre desejou, seja na Google Play ou App Store.

Para quem gosta de entretenimento e já está pensando em garantir a diversão de fim de ano, a Google Play tem muita coisa legal. Em jogos, há descontos de até 80%, com muitos clássicos na lista. Em música, assinatura da Play Music com 4 meses de graça. E em aplicativos e filmes, há muita coisa pela metade do preço original.

Mas onde eu realmente faço a festa é na Amazon, com as promoções da Kindle Store. Sou uma ávida baixadora de amostras de livros, e lá por agosto ou setembro já começo a organizar a lista dos que quero comprar. E os descontos são os mais impressionantes: muita coisa chega a custar 80% menos do valor original.

E vocês? O que gostam de comprar na Black Friday?