*

Enkontra.com
Blog Bia Kunze – Garota sem Fio

Moto X4: mais do mesmo com bela roupagem

Várias vezes me perguntei qual seria a intenção da Lenovo ao ressucitar a linha X, apresentando o novo Moto X4. Saiba mais aqui. Creio que finalmente emcontrei a resposta.

Após quase 2 meses com o aparelho, digo simplesmente que ele poderia muito bem ser a atual geração dos G. A nova família X foi recolocada no mercado para fazer volume, garantir presença, vender mais e galgar cobiçadas posições da marca no ranking nacional — ou seja, trata-se de fazer algo parecido com o que a Samsung faz: a linha A da Samsung seria o X da Lenovo; a linha J seria o G.

O Moto X4 agradará quem deseja um Moto G com uma jeitão mais refinado. O problema é o preço, que eu não classificaria mais como intermediário. É bonito, mas me incomodaram muito as marcas de dedos. Sei que todos os aparelhos com este tipo de acabamento sofrem do mal, mas o X4 pareceu um pouco acima da média. Veja…

É curioso como o X “consertou” algumas deficiências de hardware dos Gs de 2017 — vale relembrar que foram dois aparelhos G lançados esse ano, o que deixou muitos compradores indignados. Reclamei várias vezes do “cansaço” que os Gs com 2 GB de RAM apresentam após poucos meses de uso, e que esta quantidade de RAM é pouca para 2017, ainda mais em modelos onde se espera update da sistema operacional. Somente o X4 com seus 3 GB de RAM trouxe um certo alívio nesse sentido, e o X4 no dia-a-dia se sai bem melhor. Mas é pouco para um aparelho de R$ 1.700. Fora isso, trata-se apenas de mais do mesmo.

Há ainda a questão da câmera — outro item com jeitão “mais do mesmo”. Achei curioso como, megapixels à parte, os resultados obtidos com X, G e Z se parecem. Veja algumas imagens…

E abaixo, as edições no modo profundidade. É um recurso legal, mas eu esperava mais…

Muitos usuários estão se queixando dos resultados inconsistentes da câmera do X4, a ponto de uma associação de consumidores formalizar queixa junto à Lenovo. É algo que deverá ser consertado na próxima atualização.

Pessoalmente, desagradou-me usar as câmeras do X4 e do Z2 Force (um modelo premium, veja mais aqui) para obter resultados de Moto G5/G5S.

E para encerrar, já que falamos em atualização, resta a dúvida: será que a Lenovo continuará célere nos updates de sistema? Tradicionalmente as grandes atualizações chegam no final do ano, perto do Natal. Vamos se com um catálogo de produtos tão grande o Android 8 virá com a costumeira pontualidade nas próximas semanas.