Blogs

Fechar
PUBLICIDADE

Giro Sustentável

Enviado por InstitutoGRPCOM, 28/03/16 3:11:39 PM

Papagaios do Brasil são foco de campanha nacional

(Imagem: SPVS)

(Imagem: SPVS)

2016 é o “Ano do Papagaio”. Este é o nome da campanha desenvolvida pela Sociedade de Zoológicos e Aquários do Brasil (SZB) em parceria com projetos de conservação de papagaios no Brasil. O objetivo é sensibilizar as pessoas sobre os efeitos do tráfico de animais silvestres, que afeta tantas espécies e a fragmentação do habitat.

Desde 2013, a SZB desenvolve campanhas anuais, em conjunto com iniciativas de conservação de fauna, a fim de conectar as ações de campo aos trabalhos dos zoos e aquários e levar a mensagem de conservação para milhares de visitantes.

Durante o lançamento da campanha, em João Pessoa (PB), foi apresentado o Plano de Ação Nacional para a Conservação dos Papagaios da Mata Atlântica (PAN Papagaios) e os principais resultados dos projetos de conservação de espécies como o papagaio-charão, o papagaioverdadeiro, o chauá, o papagaio-de-peito-roxo e o papagaio-de-cara-roxa, foco do trabalho realizado pela Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS).

A ação conta com campanhas de sensibilização, que vão integrar as atividades durante o ano dos papagaios. Além disso, material de divulgação e educação será distribuído. Todas as ações serão realizadas em conjunto com as instituições de conservação de papagaios.

“A Campanha será uma oportunidade de envolver a sociedade na busca de reverter as principais ameaças que vem causando o declínio das populações de fauna”, opina a coordenadora do Projeto de Conservação do Papagaio-de-cara-roxa, Elenise Sipinski. No caso dos papagaios, o comércio ilegal de animais é uma das principais ameaças, pois essas espécies são umas das mais procuradas para esse fim.

Durante o evento, pesquisadores, gestores e profissionais da área de conservação organizaram uma oficina para monitoria e avaliação final do Plano de Ação Nacional para a Conservação dos Papagaios da Mata Atlântica, visando avaliar todas as ações propostas pelo Plano para planejar um novo ciclo de mais cinco anos.

*Artigo escrito pela equipe da ONG Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental – SPVS, parceira do Instituto GRPCOM no blog Giro Sustentável.

**Quer saber mais sobre cidadania, educação, cultura, responsabilidade social, sustentabilidade e terceiro setor? Acesse nosso site! Acompanhe o Instituto GRPCOM também no Facebook: InstitutoGrpcom, Twitter: @InstitutoGRPCOM e Instagram: instagram.com/institutogrpcom

Este é um espaço público de debate de idéias. A Gazeta do Povo não se responsabiliza pelos artigos e comentários aqui colocados pelos autores e usuários do blog. O conteúdo das mensagens é de única e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.
Buscar no blog
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais