*

Enkontra.com
Blog Palpite de Alice

Saúde não tem preço!

Crédito: Visualhunt
Crédito: Visualhunt

Quanto custa sua saúde? Talvez isso seja impossível de responder. Não temos como saber quais serão as doenças, enfermidades ou até mesmo acidentes que poderemos sofrer e muito menos quanto iremos gastar com nossa saúde nessas circunstâncias.

Uma coisa é certa, prevenir é muito mais barato e bem menos doloroso do que remediar!

Digamos que você nunca foi muito de se importar com a saúde do seu coração. Sempre comeu descontroladamente, nunca aferiu sua pressão, fumava todo dia, odiava exercícios físicos. Infelizmente, o inevitável aconteceu: você sofreu um infarto.

(crédito: Visualhunt)

Além de toda a situação de stress que você vai passar, das incertezas quanto a sua saúde, o seu bolso vai sentir tanto quanto seu coração.

Se colocarmos os custos na balança, será algo assim:

-Trabalho: Afastamento por pelo menos 1 mês. Sendo autônomo ou tendo sua própria empresa, sabe o rombo que vai causar no seu orçamento. Se você trabalha registrado, terá que recorrer ao INSS. Seu salário irá diminuir e além disso você poderá ficar sem receber por algum tempo.

-Exames: Se tem plano de saúde pode ser que precise pagar do bolso o exame que o plano não cobrir. Se depender do SUS, terá de desembolsar bastante dinheiro com exames de emergência que o estado não cobre.

-Medicação: Os remédios que você irá tomar após o infarto são muito mais caros que os remédios para prevenção dele.

-Exercícios físicos: Como parte da sua recuperação você irá ter que praticar atividade física. Além disso terá de ser monitorado por profissionais especializados por bastante tempo.

Consegue entender a dimensão do problema?

Saúde não se brinca e não tem preço! A prevenção é muito mais barata do que remediar uma situação crítica.

A partir do momento que ficar claro isso, com certeza irá cuidar muito mais da sua saúde e daqueles que estão ao seu lado. Comece hoje à garantir um futuro tranquilo e saudável!