Blogs

Fechar
PUBLICIDADE

Palpite de Alice

Enviado por juliad, 20/03/17 8:00:25 AM

Você no comando

Você já se pegou pensando qual sabor de pizza você mais gosta? Já ficou em dúvida se você realmente gostava de azul turquesa ou preferia roxo? E quando vai a um restaurante já vai de cara pedindo massa com molho quatro queijos? Agora deixa eu te perguntar, você gosta mesmo dessas coisas ou simplesmente se deixou levar?

Com o passar do tempo, em um relacionamento, costumamos pegar os gostos, os hobbies, o senso de humor do nosso (a) cônjuge. É comum quando em um início de relacionamento conhecermos um mundo novo, novos costumes e maneiras de agir diferentes da nossa no dia a dia. Ficamos tão encantadas com isso que acabamos aderindo a muito daquilo que nossos parceiros (as) nos mostram.

Isso não é nenhum problema, pelo contrário, é ótimo estar aberta a novidades e conhecer outros pontos de vista. O problema está em quando você esquece de você mesma e nem sequer mais consegue lembrar qual sua cor preferida.

Crédito: Visualhunt

(crédito: Visualhunt)

Já viu aqueles casais na rua vestindo a mesma estampa de blusa? Quando vejo isso sempre me pergunto, qual dos dois que realmente gosta de listrado e qual dos dois passou a aderir o gosto? Claro que ambos podem sim gostar da mesma coisa, mas grande parte das vezes o que ocorre é mais um processo de osmose.

Infelizmente, hoje percebo em muitas mulheres que tem maridos que trabalham em outras cidades ou recém divorciadas passando por um tipo de crise de identidade quando se veem mais sozinhas. Parece que mais que de repente a pessoa não conhece nada em sua cidade, não sabe mais dirigir, não vai nem ao menos em um shopping sozinha passear, pois esta desacompanhada e dessa forma não saberá como agir. A acomodação nos deixa assim, sem saber pensar por conta própria, sem saber decidir o que gostamos e queremos de verdade.

Quando falamos em finanças, isso ocorre de uma maneira mais avassaladora ainda. Por falta de protagonismo nosso nas decisões da nossa própria vida e casa, acabamos deixando para que outros decidam por nós o que é melhor para nossa vida. Acabamos deixando passar escolhas como a compra de um carro, a escolha de uma casa e quando na verdade gostaríamos de uma moto e viver em um apartamento pequeno.

Minha sugestão: tire um final de semana com a melhor pessoa do mundo, só vocês! Isso mesmo, só você e você! Tente relembrar o que você considerava importante em sua vida, o que você gosta, o que você detesta, o que você espera para a sua vida no futuro. Depois disso tome ação, seja a protagonista da sua vida e comece a ter coragem para as decisões do dia a dia. É difícil no começo, mas quando você ver, vai estar brilhando em sua própria vida!

Este é um espaço público de debate de idéias. A Gazeta do Povo não se responsabiliza pelos artigos e comentários aqui colocados pelos autores e usuários do blog. O conteúdo das mensagens é de única e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.
Buscar no blog
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais