Você sabe qual a pasta dental ideal para você? - Palpite de Alice
Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
Blog Palpite de Alice

Você sabe qual a pasta dental ideal para você?

Pasta de dente é um produto de higiene pessoal que, com o passar dos anos, se converteu em uma coisa essencial na vida de todas as pessoas.

Na busca por cuidar dos dentes e combater uma grande quantidade de bactérias que podem nos adoecer e debilitar, a pasta dental teve várias evoluções desde a sua criação.

O vestígio mais antigo de um produto semelhante à pasta de dente foi encontrado no Antigo Egito.
No século IV a.C, esses povos fabricavam um creme composto por cinzas de ossos de boi, pó de arroz e cascas de ovos queimados e esfregavam essa mistura em seus dentes. Também existem evidências do desenvolvimento de um produto de higiene bucal na civilização persa, eram utilizados outros tipos de ingredientes, como o mel, por exemplo.

Algo mais próximo da pasta de dente que conhecemos foi desenvolvido no fim do século XVIII, na Inglaterra. Uma substância obtida através do pó da porcelana e do tijolo era fabricada pelos químicos da época e, embora fosse bastante abrasiva, era usada por toda a população. Aos poucos, com o aperfeiçoamento da química, o creme dental se tornou mais agradável, principalmente no período após a Segunda Guerra Mundial.

Hoje em dia, há várias apresentações de pasta de dente, as quais cobrem as diferentes necessidades dos consumidores e oferecem uma proteção única que evita doenças nos dentes.

A pasta de dente vem numa variedade de sabores, sendo a maioria variações de menta. Outros sabores mais exóticos incluem: albricoque, canela, chiclete (destinada ao público infantil) erva-doce, gengibre, laranja e limão. Existem também pastas sem sabor.

Em seu uso comum, a pasta de dentes deve ser cuspida. Alguns tipos de pasta de dente, se engolidas em quantidade suficiente, podem causar náuseas, fluorose ou diarreia. Por isso é recomendado às crianças muito jovens não utilizá-las sem supervisão de adultos.

O creme dental quando aplicado corretamente com a escova, limpa os dentes, remove a placa bacteriana, confere polimento às superfícies e restaurações dentais e, de quebra, combate o mau hálito. É preciso escovar os dentes bem e fazer do creme dental um aliado, assim o resultado será o mais benéfico. Afinal, dentes bem cuidados são um dos sinais mais evidentes da boa saúde bucal.

Hoje, as alternativas em cremes e géis dentais disponíveis nas prateleiras são inúmeras, mas a melhor orientação de qual será o produto indicado vem do dentista. É ele que vai dizer qual pasta agrega os principais componentes para atender as necessidades do paciente.

Em geral, os cremes dentais que se dizem “clareadores” contém pigmentos brancos que “colorem” os dentes deixando-os temporariamente mais brancos. O clareamento dental deve ser feito em consultório odontológico quando indicado pelo dentista.

Os cremes para dentes sensíveis possuem como ingredientes ativos, além do Fluoreto de Sódio, o Nitrato de Potássio, o Citrato de Potássio ou o Cloreto de Estrôncio associados ou não. Na hipersensibilidade, por ocasião da interação de diversos fatores, os tecidos que recobrem a raiz dos dentes são degradados, expondo desta maneira a dentina. Quando a raiz do dente fica sem proteção, milhares de canalículos que compõe a dentina ficam expostos e sujeitos às agressões do meio externo como calor, frio ou pressão. A todos estes estímulos, o nosso dente responde com dor. Estes elementos citados (que fazem parte da composição química do creme dental) obstruem a entrada destes canalículos evitando, assim, que estes estímulos sejam interpretados como dor. Em muitos casos, o uso destes cremes podem até amenizar o quadro inicial, porém em outros casos é necessário um recobrimento físico desta área exposta, bem como medidas mais eficazes de tratamento.

A verdadeira responsável pela remoção da placa bacteriana é a escova dental. O creme dental atua como coadjuvante e a efetividade da remoção de placa passa a ser maior quando ele é usado em parceria com a escova. Embora o creme dental não seja indispensável para a remoção de placa, sua importância para garantir a limpeza e o polimento dental é comprovada.

Seu dentista pode ajudar na escolha da melhor pasta dental para você!

Por Karen Petrelli de Castro

Para saber mais sobre o Clube da Alice – https://clubedaalice.com.br/