*

Enkontra.com

A música curitibana que o Brasil conhece (ou desconhece)

Clemente Nascimento…

 

Thais Andrea

Créditos: Thais Andrea

Um ativista da música brasileira. Iniciou sua carreira musical em 1978 como baixista de uma das primeiras bandas punks do Brasil, Restos de Nada. Desde 1981 integra a lendária banda Inocentes, onde atua como vocalista e guitarrista e há mais de 10 anos integra também a emblemática banda de Brasília, Plebe Rude. Clemente trabalhou como diretor artístico e musical do extinto programa da Tv Cultura, o Musikaos e desde 2004 é o diretor artístico e apresentador do programa Show Livre. Um dos primeiros programas musicais da web. Com destaque para a transmissão de apresentações ao vivo de músicos e bandas. Desde grupos consagrados quanto novos talentos e dos mais variados estilos. http://www.showlivre.com/

 

“Curitiba é a terra dos vampiros…”

 

O que você sabe sobre o rock de Curitiba?

Poxa Curitiba sempre teve uma cena bacana, frequento a cidade desde 1983, quanto o Ferreira e o Sérgio Virallobos, na época da Contra-Banda que depois virou Beijo aa Força, levaram o Inocentes pra tocar. Teve uma época em que eu ia direto pois como produtor da Paradoxx, gravei os discos do Skuba e do Boi Mamão aí, mas Curitiba é a terra dos vampiros e o Psyco Carnaval com bandas como o Sick Sick Sinners, mas da cena novíssima não conheço muito, recebi uma banda muito boa chamada Paranoika, mas é mais eletrônica quase.

O rock nacional está em crise?

Acho que não é o Rock Nacional, mas a indústria fonográfica que mudou, algumas bandas tem que aprender a conviver com isso, tem várias bandas bacanas tocando, Vespa Mandarinas, Rock Rocket, Vivendo do Ócio, Rancore só pra citar algumas. Algumas aprenderam a viver de maneira independente e longe da grande mídia, aí “parece” que o Rock não tem espaço, mas é uma fase.

O punk rock morreu?

Também não, tem o Flicts, Blind Pigs, várias bandas bacanas tocando.

Como fazer sucesso com uma banda de rock nos dias atuais?

Perguntou para a pessoa errada, tem que fazer essa pergunta para o Fresno rsrsrsrsr

Qual o futuro da indústria fonográfica?

Se eu soubesse não contaria e ficaria rico com essa informação rsrsrsrs

Quais são seus novos projetos artísticos? Qual o futuro da Plebe Rude e do Inocentes?

Novos projetos? Escrever minha biografia, fazer um clipe para o Jack & Fancy, um duo com a Sandra Coutinho das Mercenárias, e terminar os EPs tanto da Plebe quanto do Inocentes, os dois com material inédito.

Entrevista por Alex Gregório.