*

Enkontra.com
Blog Verdura sem frescura

Primeira confeitaria segura para celíacos e vegana do Brasil abre em Curitiba

Bolo de morango e chantilly com recheio de brigadeiro de biomassa e cacau. Foto: Apneia Filmes/Divulgação
Bolo de morango e chantilly com recheio de brigadeiro de biomassa e cacau. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

A primeira confeitaria vegana e sem glúten do Brasil abriu na terça, 8 de agosto, no bairro Bom Retiro, em Curitiba. A confeitaria Doces & Cores é única no Brasil por não ter risco de contaminação cruzada, enquanto outros negócios similares operam apenas sob encomenda ou exibem um alerta sobre o consumo não ser seguro para celíacos.

A confeitaria Doces & Cores fica no bairro Bom Retiro. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

A confeitaria Doces & Cores fica no bairro Bom Retiro. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Para garantir que todos pudessem provar seus bolos e salgadinhos, a confeiteira Isis Freitag fez questão de comprar todos os equipamentos novos para que não tivessem contato nem com glúten, laticínios ou ovos, e que a cozinha fosse construída do zero. “Escolhi um imóvel que nunca teve cozinha. Era um escritório e aproveitamos as divisórias de vidro para montar nossa cozinha no segundo andar. Tudo transparente, para que o cliente veja”, explica Isis. Há duas mesas de frente para a cozinha: uma de centro, com duas poltronas e uma mesinha com duas cadeiras. É possível ver toda a movimentação na parte fria dos preparos, como a finalização de bolos e confeitos.

A massa de bolo foi a receita que levou mais tempo para chegar ao ponto desejado, segundo Isis Freitag. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

A massa de bolo foi a receita que levou mais tempo para chegar ao ponto desejado, segundo Isis Freitag. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Até a máquina de café é zerada: o vaporizador de leite só tocou no leite de coco, o que garante segurança também para quem tem alergia à proteína do leite. Por causa desses cuidados, as janelas da confeitaria exibem a frase “favor não entrar com alimentos”.

No primeiro andar fica o balcão com os bolos do dia (no mínimo três tipos, R$ 14,90 a fatia), brigadeiros de biomassa com cacau 70% e amaranto (R$ 4,50 a unidade), trufas e docinhos tipo sonho-de-valsa (R$ 4). No cardápio, porções de mini-coxinha (R$ 18,90, 12 unidades de jaca ou palmito), croquete de grão-de-bico ou lentilha (R$ 18,90, 12 unidades), batata salteada com biomassa e alecrim (R$ 19,50), bolinha de queijo vegetal (R$ 18,90, 12 unidades) e pistache (R$ 15,50, 100 g). Na estufa ficam as coxinhas grandes (palmito ou brócolis), quiche com massa de grão-de-bico e a minipizza individual com queijo vegetal, tomate e azeitonas (R$ 8,90).

A confeitaria tem 17 lugares distribuídos em dois andares. Antes de ser a Doces & Cores, o imóvel era um escritório. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

A confeitaria tem 17 lugares distribuídos em dois andares. Antes de ser a Doces & Cores, o imóvel era um escritório. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

Os salgados são servidos com o molho da casa, feito com tomate seco, tomate fresco, maçã, goji berry e vinagre de maçã. A dica é pedir a pimenta da casa, feita com cambuci e dedo-de-moça, mais saborosa que picante.

A Doces & Cores tem capacidade para 17 pessoas sentadas e abre de terça a sábado das 11h30 às 19h30. Às sextas, a confeitaria estende o horário de funcionamento até as 21h para happy hour. No futuro, servirá almoço.

Bebidas

Os cafés são da Illy Coffee e a partir deles a barista prepara desde espresso (R$ 6) a cappuccino (R$ 8,50 o grande) e opções geladas, como cold brew (R$ 8) e espresso com tônica e gelo (R$ 12). São 15 compondo a carta de cafés, com adicional de chantilly (R$ 4). O leite usado é de coco e há opção de café descafeinado.

Outras bebidas são vinho tinto em taça ou garrafa (R$ 12,90 a taça e R$ 48 a garrafa), kombucha, chá gelado, achocolatado da Annora, suco e cervejas sem glúten (Lake Side Beer e Germânia).

Sobre Isis Freitag e a confeitaria

Isis Freitag é a mulher por trás das centenas de coxinhas que esgotavam em duas horas durante as primeiras edições do Festival da Coxinha da Veg Veg Empório Vegetariano. Ela também adoçou muitos aniversários desde 2011, quando começou a trabalhar com bolos e salgadinhos sob encomenda e passou os últimos três anos pesquisando a demanda para abrir sua primeira loja física.

A confeiteira auto-didata Isis Freitag, que abriu a primeira confeitaria vegana e segura para celíacos no Brasil. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

A confeiteira auto-didata Isis Freitag, que abriu a primeira confeitaria vegana e segura para celíacos no Brasil. Foto: Apneia Filmes/Divulgação

No último ano, a confeiteira auto-didata testou e elaborou o cardápio. “A massa de bolo foi a mais complicada de fazer sem glúten, porque eu queria atingir a excelência que a confeitaria exige”, diz. Com um investimento de aproximadamente R$ 50 mil, a reforma levou um mês e meio, durante o qual Isis meteu a mão na massa (e tintas). A decoração e iluminação é toda assinada por Isis, que também é fotógrafa. “Mas fiz as vezes de designer e arquiteta”, ri.