Degustação

Analisamos 31 cachaças paranaenses

por

Grupo formado por entendedores e consumidores da bebida avaliou garrafas de 13 produtores do Estado. Confira as características deles

Compartilhe

Para descobrir aromas, sabores e características das cachaças paranaenses, o Bom Gourmet convidou para participar de uma análise sensorial os 19 produtores do Estado que têm registro no Ministério da Agricultura. Para a degustação, não entraram os fabricantes de aguardente e de cachaças compostas. Desse total, 13 aceitaram participar e apresentaram 31 rótulos, entre cachaças brancas e envelhecidas.

Jurados reunidos na mesa de avaliação e Manoel Agostinho (última foto, à direita). Fotos: Gazeta do Povo

Jurados reunidos na mesa de avaliação e Manoel Agostinho (última foto, à direita). Fotos: Gazeta do Povo

Para a degustação, um grupo de apreciadores foi convocado pelo Bom Gourmet, além do carioca Manoel Agostinho Lima Novo, consultor e co-fundador da Cúpula da Cachaça. Considerado um dos mais importantes especialistas do assunto no Brasil, Agostinho veio do Rio de Janeiro exclusivamente para coordenar a degustação. “O objetivo da ação não era criar um ranking, mas apontar as cachaças paranaenses e o que vale a pena beber”, afirma. A prova foi dividida em dois dias e contou com a presença de cachaciers como Wagner Buenoe Gustavo Tavares; profissionais da área de gastronomia, como os chefs Ivan Lopes do Mukeka e Délio Canabrava do Canabenta. Além do barista e instrutor do Senac Orlando Salvatti, a mesa teve a presença feminina como Eliana Diniz Girardello, gerente da loja especializada Vô Milano, e Tania Tamanini, manager de cachaças do restaurante Don Max.

Orlando Salvatti, Tania Tamanini, Eliana Girardello e Ivan Lopes. Foto: Gazeta do Povo

Orlando Salvatti, Tania Tamanini, Eliana Girardello e Ivan Lopes. Foto: Gazeta do Povo

Ao lado de quem lida profissionalmente com cachaça, achamos importante convidar e ouvir a opinião de apreciadores como o advogado Marcos Aurelio Jacob Bretas e o engenheiro Everton Nubiato, que já realizaram cursos na área. Completaram o time, os jornalistas e curiosos: Carlos Coelho, editor de web do Bom Gourmet; Adriano Justino, editor de Saúde, e o repórter Luan Galani, do Viver Bem. Conduzidos por Agostinho, os jurados observaram cor e brilho das bebidas, persistência do aroma e sabor, acidez e amargor. O primeiro dia foi dedicado às cachaças brancas e o segundo às envelhecidas. Os degustadores trabalharam em grupos para chegar a um consenso sobre cada rótulo. “Fiquei positivamente surpresa com a qualidade técnica de alguns produtos dos quais nunca tinha ouvido falar. Acho que os produtores paranaenses devem mostrar que eles existem”, diz Eliana Girardello. Quatro rótulos foram reprovados por inconformidades, como sujeira e por conterem altos índices de metanol (o que se percebe no cheiro e sabor, e que resulta de um problema de produção). Os produtores foram informados sobre os problemas e que não seriam citados na reportagem.

CONFIRA A AVALIAÇÃO: 

 

 

PRATAS

CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Bassi

Alambique/produtor: Adega Bassi

Origem: Santa Mariana

Teor alcoólico: 41%

Avaliação: armazenada em barris de amendoim, essa cachaça tem um aroma agradável na análise olfativa e uma boa persistência. Não queima as narinas e a acidez é muito baixa. Na boca é bastante encorpada e possui um suave sabor de cana. No conjunto agradou bastante os jurados. Preço sugerido: R$ 32 (garrafa de 670 ml).

____________________________________________________

CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Companheira

Alambique/produtor: Natanael Bonicontro

Origem: Jandaia do Sul

Teor alcoólico: 40%

Avaliação: já medalha de bronze no Expocachaça 2012, foi um dos rótulos que mais se destacou durante a avaliação. Armazenada por seis meses em tonéis de aço, apresenta um aroma persistente e um sabor intenso de cana. Preço sugerido: R$ 27 (garrafa de 750 ml).

____________________________________________________

CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Magia da Serra

Alambique/Produtor: Dom Henrique

Origem: Morretes

Teor Alcoólico: 40%

Avaliação: a análise olfativa revelou uma cachaça que não queima as narinas e que possui um aroma bastante persistente. Na boca, mostrou uma acidez moderada e um leve sabor vegetal que remete à cana. É persistente no paladar e tem uma amargor bastante pronunciado. Preço sugerido: R$ 15 (garrafa de 700 ml).

____________________________________________________

Matraga-Branca-Oficial

Nome: Matraga Prata (Bidestilada)

Alambique/Produtor: C.G.M. Indústria, Comércio e Exportação

Origem: Planalto

Teor Alcoólico: 41 %

Avaliação: destilada duas vezes, essa cachaça tem um aroma de álcool muito intenso e persistente nas narinas. É bastante ácida e, na boca, o sabor dissipa rapidamente. É pouco encorpada. Preço sugerido R$ 10 (garrafa de 700 ml).

____________________________________________________     CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Ouro de Morretes

Alambique/produtor: Casa Poletto

Origem: Morretes

Teor alcoólico: 39%

Avaliação: no olfativo, apresenta um aroma persistente que queima as narinas. Na boca, destacam-se amargor e elevada acidez. A persistência do sabor é boa. Preço sugerido: R$ 17 (garrafa de 700 ml).
__
__________________________________________________

CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Porto Morretes

Alambique/Produtor: Agroecológica Marumbi SA

Origem: Morretes

Teor Alcoólico: 39%

Avaliação: é uma das cachaças que mais agradou os jurados graças a seu sabor vegetal e a uma textura aveludada. Na análise olfativa, apresenta um aroma bastante persistente e não queima as narinas. Preço sugerido: R$ 46,58 (garrafa de 700 ml).

___________________________________________________
CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Sagra Prata

Alambique/produtor: Cooperativa Agroindustrial de Cana de Açúcar

Origem: Nova Aurora

Teor alcoólico: 41%

Avaliação: a percepção de álcool nas narinas é acentuada e o aroma é pouco persistente. Na boca é pouco encorpada e muito ácida. O sabor se dissipa com rapidez. Preço sugerido: R$ 20 (garrafa de 700 ml).

_
___________________________________________________

CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Sudoeste Prata

Alambique/Produtor: Coachaça

Origem: Francisco Beltrão

Teor Alcoólico: 40%

Avaliação: na análise olfativa, percebe-se um aroma forte e bastante persistente que queima as narinas. Na boca, o sabor dissipa rapidamente e a bebida tem amargor pronunciado. Apresenta acidez moderada. Preço sugerido: R$ 20,50 (garrafa de 700 ml).
___
_________________________________________________
CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Terra Vermelha Prata (Jequitibá rosa)

Alambique/produtor: Engenho Terra Vermelha

Origem: Assaí

Teor alcoólico: 40%

Avaliação: armazenada em tonéis de jequitibá rosa, essa cachaça não queima as narinas e tem um aroma de cana leve, mas bastante persistente. Na boca, percebem-se notas vegetais e a bebida apresenta uma textura moderadamente encorpada. Agradou bastante os jurados. Preço sugerido: R$ 25 (garrafa de 670 ml).

_
_____________________________________________________________________________

 

ENVELHECIDAS

CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Alavanca

Alambique/Produtor: Cachaça do Brasil

Origem: Rolândia

Teor Alcoólico: 39%

Avaliação: Grande Medalha de Ouro no 1º Concurso de Cachaças do Paraná, essa bebida tem um bom aroma persistente que não queima as narinas. É levemente ácida, mas apresenta um sabor agradável e frutado. Tem boa persistência na boca e baixo amargor. Agradou os jurados. Preço sugerido: R$ 37 (garrafa de 700 ml).
____________________________________________________

CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Bassi Ouro

Alambique/Produtor: Adega Bassi

Origem: Santa Mariana

Teor Alcoólico: 41%

Avaliação: tem aroma de álcool intenso e pouco persistente. Na boca é ácida e o sabor é caracterizado por elevado amargor. Enquanto a versão prata do mesmo produtor agradou bastante os jurados, a envelhecida deixou a desejar na análise olfativa e gustativa. Preço sugerido: R$ 43 (garrafa de 670 ml).   ____________________________________________________
  CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Companheira – Envelhecida

Alambique/Produtor: Natanael Bonicontro

Origem: Jandaia do Sul

Teor Alcoólico: 40%

Avaliação: medalha de ouro no Expocachaça 2013, essa bebida é um blend de cachaça branca e de Extrapremium envelhecida oito anos em barricas de carvalho. Possui aroma agradável, persistente e que não queima as narinas na análise olfativa. Apresenta baixa acidez e seu sabor com notas frutadas e de especiarias permanece na boca. Agradou muito os jurados. Preço sugerido: R$ 45 (garrafa de 750 ml).
  ____________________________________________________

CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Companheira Extra-premium (Carvalho – 8 anos)

Alambique/Produtor: Natanael Bonicontro

Origem: Jandaia do Sul

Teor Alcoólico: 40%

Avaliação: medalha de ouro no Expocachaça 2013, essa cachaça é envelhecida oito anos em barricas de carvalho. Tem aroma muito agradável, persistente e que não queima as narinas. Na boca é encorpada, tem sabor persistente e com notas amargas. É moderadamente ácida. Teve um bom desempenho entre os jurados. Preço sugerido: R$ 80 (garrafa de 750 ml).
  ____________________________________________________

CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Companheira Ouro (Imburana)

Alambique/Produtor: Natanael Bonicontro

Origem: Jandaia do Sul

Teor Alcoólico: 40%

Avaliação: medalha de bronze no Expocachaça 2013, essa cachaça possui um aroma de madeira imburana muito persistente e agradável. Apresenta notas frutadas, é bastante encorpada e o sabor perdura na boca. Agradou muito os jurados. Preço sugerido: R$ 37 (garrafa de 750 ml).
____________________________________________________

CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Don Juan — Carvalho

Alambique/Produtor: Alambique Canópolis

Origem: Manfrinópolis

Teor Alcoólico: 40%

Avaliação: envelhecida em barricas de carvalho, essa cachaça possui um aroma agradável, bastante persistente e que não queima as narinas. Na boca é doce e tem notas de rapadura. Seu sabor é agradável e a textura é encorpada. Foi destaque entre os jurados. Preço sugerido: R$ 48,60 a garrafa de 700 ml (esse rótulo ainda não se encontra no comércio, mas será vendido em breve).
____________________________________________________

CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Magia da Serra

Alambique/Produtor: Alambique Dom Henrique

Origem: Morretes

Teor Alcoólico: 40%

Avaliação: tem aroma agradável que não queima as narinas, porém é pouco persistente. Tem baixa acidez e o sabor é bastante doce e frutado. É moderadamente sutil e persistente na boca. Preço sugerido: R$ 15 (garrafa de 700 ml).
____________________________________________________

CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Major Faria – Carvalho (12 anos)

Alambique/Produtor: Cachaça do Brasil

Origem: Rolândia

Teor Alcoólico: 40%

Avaliação: envelhecida por 12 anos em barricas de carvalho, seu aroma é muito agradável, porém pouco persistente. É no paladar que deixa muito a desejar: o gosto é amargo, enquanto notas de frutas e especiarias são pouco presentes. Preço sugerido: R$ 89 (garrafa de 500 ml).
____________________________________________________
Matraga - Ouro-Oficial

Nome: Matraga Ouro — Bidestilada

Alambique/Produtor: CGM Indústria Comércio Exportação

Origem: Planalto

Teor Alcoólico: 41%

Avaliação: destilada duas vezes, essa cachaça apresenta um aroma de álcool intenso. Tem baixa acidez e é levemente encorpada, mas não apresenta notas vegetais ou de especiarias. Preço sugerido: R$ 15 (garrafa de 700 ml).
____________________________________________________
CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Ouro de Morretes (Ouro Premium)

Alambique/Produtor: Casa Poletto

Origem: Morretes

Teor Alcoólico: 39%

Avaliação: envelhecida em barricas de carvalho, apresenta um bom aroma que se esvai lentamente. Queima moderadamente as narinas, mas tem baixa acidez na boca. O sabor é bastante agradável e percebem-se algumas notas doces e de especiarias. Preço sugerido: R$ 35 (garrafa de 700 ml).
____________________________________________________
CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Porto Morretes Ouro Premium (Carvalho)

Alambique/Produtor: Agroecológica Marumbi SA

Origem: Morretes

Teor Alcoólico: 39%

Avaliação: medalha de Ouro ao Concurso Mundial 2012, em Bruxelas, essa bebida é  100 % envelhecida em carvalho por no mínimo 3 anos. Possui um bom aroma persistente e na boca é encorpada. O sabor é agradável, dissipa lentamente e revela notas de mel e chocolate. Agradou muito os jurados. Preço sugerido: R$ 58,05 (garrafa de 700 ml).
____________________________________________________
CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Porto Morretes Tradição Extra Premium

Alambique/Produtor: Agroecológica Marumbi SA

Origem: Morretes

Teor Alcoólico: 43%

Avaliação: Grande Medalha de Ouro do concurso de Bruxelas, em 2012, essa cachaça é envelhecida por seis anos em barricas de carvalho. Tem aroma muito agradável e bastante persistente nas narinas. Seu sabor doce e frutado permanece na boca. Apresenta uma textura muito encorpada e agradou muito os jurados. Preço sugerido: R$ 243,32 (garrafa de 700 ml).
____________________________________________________CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Sagra Ouro (Carvalho)

Alambique/Produtor: Cooperativa Agroindustrial de Cana de Açúcar

Origem: Nova Aurora

Teor Alcoólico: 41%

Avaliação: Envelhecida por dois anos em barris de carvalho americano, tem um bom aroma, porém pouco persistente. Na boca, a acidez é baixa e isso resulta num sabor sutil e agradável, porém que dissipa rapidamente Preço sugerido: R$ 23 (garrafa de 700 ml).
CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Sagra Red (Carvalho)

Alambique/Produtor: Cooperativa Agroindustrial de Cana de Açúcar

Origem: Nova Aurora

Teor Alcoólico: 40%

Avaliação: envelhecida por dois anos em barris de carvalho americano e francês, tem aroma intenso, mas que acaba queimando um pouco as narinas. Tem elevada acidez, porém o sabor é bastante agradável. Preço sugerido: R$ 25 (garrafa de 700 ml).
____________________________________________________
CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Sudoeste Ouro (Cabriúva)

Alambique/Produtor: Coachaça

Origem: Francisco Beltrão

Teor Alcoólico: 40%

Avaliação: envelhecida em barris de cabriúva (madeira chamada também de bálsamo), possui um aroma agradável, porém bastante forte e persistente que acaba queimando moderadamente as narinas. Tem baixa acidez e isso resulta numa textura bastante sutil e agradável. Na boca, apresenta algumas notas frutadas e adocicadas, e seu sabor é bastante persistente. Preço sugerido: R$ 29 (700 ml).
____________________________________________________

CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Sudoeste Ouro (Amburana)

Alambique/Produtor: Coachaça

Origem: Francisco Beltrão

Teor Alcoólico: 40%

Avaliação: envelhecida em barricas de amburana, o aroma é agradável e persistente, porém intenso e queima moderadamente nas narinas. Essa cachaça revela uma leve acidez, mas é encorpada e seu sabor permanece na boca. Apresenta algumas notas frutadas e agradou parcialmente os jurados. Preço sugerido: R$ 29 (garrafa de 700 ml).
____________________________________________________

CACHACA - BOM GOURMET - CURITIBA, 23/01/2014 - FOTO: DANIEL DERE

Nome: Terra Vermelha Ouro (Jequitibá rosa)

Alambique/Produtor: Engenho Terra Vermelha

Origem: Assaí

Teor Alcoólico: 40%

Avaliação: na análise olfativa, não queima as narinas, mas o aroma não é muito persistente. Tem baixa acidez e isso resulta numa maior suavidade. Na boca, é pouco encorpada, mas apresenta algumas notas de especiarias e tem uma discreta persistência. Preço sugerido R$ 32 (garrafa de 670 ml).
Tags: destilado
Compartilhe
Publicidade

Assine a Gazeta do Povo e receba mensalmente o Bom Gourmet.

Assine