Publicidade

Que tal fugir do convencional e experimentar um pouquinho da mais tradicional gastronomia nordestina sem precisar viajar milhares de quilômetros? Para isso, nada mais típico do que um prato co­­mum nos estados ao norte do país, a buchada de bode. Em Curitiba, o prato pode ser apreciado em uma casa simples, mas que tem atraído gente de toda a cidade, a Lancho­nete Moraes, no Sítio Cercado.

A buchada de bode é um prato feito à base dos miúdos desse animal, temperados e cozidos em panela de pressão. Na Lanchonete Moraes, ela ganha um toque ainda mais regional. É que o casal de proprietários, Maria Lideonézia Pereira (a dona Leda), e José Pedro da Silva (o Moraes), vieram do Nordeste. Ela do Piauí, ele do Rio Grande do Norte. Junto com a bagagem, trouxeram a receita extremamente fiel às suas origens.

O preparo é feito pela própria dona Leda, que ensina: “servimos a buchada no formato de uma bola. Para o cozimento, colocamos muita cebola, pimenta, pimentão e adicionamos alho na medida – nem pouco nem muito, para não ficar fraco ou forte.” O tempo de preparo é de 40 minutos. Arroz, salada e farofa de cuscuz acompanham o prato. O resultado é uma textura macia e carne com sabor marcante, bem temperado, que se difere dos cortes bovino e suíno.

Porém, quem pretende comer a buchada deve ficar atento. O prato só é servido na segunda-feira. E por quê? “É uma questão de tradição. Para os nordestinos que chegavam aqui no Sul e trabalhavam com o comércio ambulante, esse era o dia de descanso. Então passamos a fazer sempre nesse dia, há mais de sete anos”, conta a cozinheira. “Sempre que tem buchada, vem gente de longe experimentar, do Água Verde, Santa Felicidade e até de Campo Largo.”

Além da buchada, a Lan­­cho­nete Moraes também é conhecida por especialidades com carneiro. Na segunda-feira, dona Leda prepara carneiro assado e ao molho para os frequentadores. As porções da carne também vêm com arroz, salada e farofa. Tanto elas quanto a buchada custam R$ 15.

Serviço:

Lanchonete Moraes. Rua Itaguajé, 284, Sítio Cercado. Aberta todos os dias, porém, tanto a buchada quanto o carneiro só são servidos na segunda-feira, a partir das 19h30. Fone: (41) 3289-6969. Não aceita cartões de crédito ou débito.

Compartilhe
Publicidade

Assine a Gazeta do Povo e receba mensalmente o Bom Gourmet.

Assine