Publicidade

vencedores_22

GASOLINE SOUR — Morada Cia. Etílica

Morada-Cia-Etílica---Morada-Gasoline-Sour

Foto: Munir Buscair

Com o maior número de indicações pelos jurados na primeira fase, a Gasoline Sour entra na mesa de degustação com certa vantagem. A preferência foi confirmada pelos juízes que, nas somas de pontuação, elegeram o produto da Morada Cia. Etílica. Para alcançar o sabor equilibrado que apresenta, o processo de fabricação requer tempo e é complexo: a cerveja é produzida em safras (anualmente, sempre em março). Notas viníferas, aromas frutados, amadeirados e acidez são adicionadas à base. A cada gole, novas notas se abrem no paladar, e as características se alteram como num bom vinho. Teor alcoólico de 6,7%. Disponível em garrafas de 750 ml (até que acabe o lote — a cada ano o lote aumenta). Preço: de R$ 90 a R$120.

PONTUAÇÃO
1.ª fase: 6 pontos
2.ª fase: 40 pontos
Nota final: 46 pontos

INDICAÇÃO E DEGUSTAÇÃO

Fotos - Hugo Harada (3)

Segunda fase: degustação às cegas com banca formada por seis especialistas. Foto: Hugo Harada/ Gazeta do Povo

Cerveja foi a única categoria que contou com duas etapas no processo avaliativo: além das indicações por jurados convidados (1ª etapa), a cerveja teve uma segunda fase de degustação às cegas com um júri técnico.

Clique para conhecer os especialistas que avaliaram as amostras e saber como foi a degustação.

 

Indicados

Cervejaria-Dum---Dum-PetroleumDum Petroleum. Foto: Ricardo Perini

DUM PETROLEUM
DUM CERVEJARIA

Escura como o petróleo, a cerveja tem adição de cacau e aveia. Seus 12% de teor alcoólico estão bem inseridos com notas aromáticas marcantes de café e chocolate meio amargo, proveniente dos maltes tostados e do cacau belga. O sabor tem amargor pronunciado para equilibrar as características do malte e do álcool. O corpo é denso e cremoso. O retrogosto, prolongado e aquecedor. A distribuição é feita em garrafa long neck de 355 ml. Preço: a partir de R$ 25.

PONTUAÇÃO
1.ª fase: 2 pontos
2.ª fase: 39 pontos
Nota final: 41 pontos

Confira o serviço completo.

Dog-SaveDog Save. Foto: Divulgação

DOG SAVE
BASTARDS BREWERY

De estilo Session America IPA, é uma cerveja colaborativa com a loja God Save The Beer. Tem alto drinkability, sendo leve ao paladar. Em sua composição vão lúpulos tipicamente americanos como Galaxy e Equinox trazendo intensos aromas cítricos e de frutas amarelas maduras. Leva também uma pequena quantidade de centeio, que atribui um toque picante ao seu sabor. Disponível em chope no pub We Are Bastards e na loja God Save The Beer também em garrafa de 1 litro (R$ 29,90).

Preço: R$ 25 (o litro).

PONTUAÇÃO
1.ª fase: 2 pontos
2.ª fase: 38 pontos
Nota final: 40 pontos

Confira o serviço completo.

Bodebrown--PerigosaPerigosa. Foto: divulgação

PERIGOSA
BODEBROWN

É considerada a primeira Imperial IPA do Brasil, produzida pela primeira vez em 2010. Tem 9,2% de teor alcoólico, alto grau de amargor e um corpo elevado. É uma das mais vendidas da Bodebrown — ganhou a premiação máxima no Mondial de la Bière da França, no estilo IPA. Preço: R$ 19 (330 ml).

PONTUAÇÃO
1.ª fase: 2 pontos
2.ª fase: 36 pontos
Nota final: 38 pontos

Confira o serviço completo.

BodebrownCacau IPA. Foto: divulgação

CACAU IPA
BODEBROWN/ STONE®

A produção é colaborativa com a Stone Brewing da Califórnia (EUA). A cerveja junta o cacau com o malte, uma mistura que, com o equilíbrio do teor alcoólico de 6,1%, tem sabor que modifica o comportamento de IPAs no Brasil. Donas de muitas medalhas e troféus, por quatro anos consecutivos foi considerada a melhor IPA do Brasil no IPA Day. Preço: R$ 19 (330 ml).

PONTUAÇÃO
1.ª fase: 4 pontos
2.ª fase: 33 pontos
Nota final: 37 pontos

Confira o serviço completo.

Pilz-My-Balls---Swamp-BreveryPilz my Balls. Foto: divulgação

PILZ MY BALLS
CERVEJARIA SWAMP

Uma IPA inspirada numa Bohemian Pilsener Single Hop Saaz, que no processo de fabricação leva um único lúpulo, com um toque americano, por conta da técnica de dry hopping (adição a frio de mais lúpulo). Uma cerveja de corpo médio baixo, de paladar fácil, levemente maltada e com aromas cítrico-frutados. O tempo de preparo é de 25 dias. Tem elevado drinkability e teor alcoólico de 5,4%, deve ser consumida na faixa de 3ºC. Disponível em chope. Preço: a partir de R$ 15 (500 ml).

PONTUAÇÃO
1.ª fase: 4 pontos
2.ª fase: 33 pontos
Nota final: 37 pontos

Confira o serviço completo.

Barley-WineBarley wine carvalho. Foto: New Russo.

BARLEY WINE CARVALHO
CERVEJARIA TURBINADA

Feita com água, malte, lúpulo e levedura, o segredo está- no cozimento do malte e da exata adição de lúpulo. É essencial respeitar o período de fermentação e maturação, para então ser adicionado o chip de carvalho embebido em Jack Daniel’s. O resultado é um conjunto de cor, aroma e sabor marcantes. O processo de fabricação leva quatro meses, sendo que a produção é anual, limitada em 200 litros. A cerveja é envasada em garrafas de 500 ml. Com 9% de álcool, mas não perceptível, tem alto drinkability. Preço: R$ 28.

PONTUAÇÃO
1.ª fase: 2 pontos
2.ª fase: 34 pontos
Nota final: 36 pontos

Confira o serviço completo.

Mestre-Cervejeiros---Belgian-Tripel-ChocolateBelgian tripel chocolate. Foto: divulgação.

BELGIAN TRIPEL CHOCOLATE
MESTRE-CERVEJEIRO.COM

Terceiro rótulo de linha da rede, foi lançada em 2016 numa homenagem aos 12 anos de história da Mestre-Cervejeiro.com. Foi produzida em parceria com a cervejaria Bier Hoff, de Curitiba, e Pete Slosberg, um dos pioneiros da revolução cervejeira dos EUA que hoje atua no setor de chocolates artesanais. É potente, com 9,5% de teor alcoólico, produzida com adição de raspas de laranja, favas de baunilha e nibs de cacau, envasada em garrafas rolhadas de 750 ml. Ideal para ser consumida entre 10 e 12°C. É possível encontrá-la em todas as lojas da rede Mestre-cervejeiro.com do país. Preço: de R$ 70 a R$ 100.

PONTUAÇÃO
1.ª fase: 2 pontos
2.ª fase: 34 pontos
Nota final: 36 pontos

Confira o serviço completo.

Ignorus's-Bier---Mutum-CavaloMutum cavalo. Foto: divulgação.

MUTUM CAVALO
IGNORU’S BIER

Tradicional American IPA, a cerveja é fabricada com água, malte, lúpulo e levedura. Sua principal característica é a citricidade, presente no aroma e no sabor, proveniente da utilização de lúpulos americanos. O final é amargo, longo e seco. Tornouse um clássico curitibano após vencer concursos regionais de cerveja caseira. Comercializada desde 2015, virou figura cativa nos melhores bares da capital paranaense. Disponível em garrafa e em barris. Preço: R$ 25 (a garrafa de 500 ml); R$ 13 (chope de 300 ml) e R$ 20 (chope de 500 ml).

PONTUAÇÃO
1.ª fase: 2 pontos
2.ª fase: 34 pontos
Nota final: 36 pontos

Confira o serviço completo.

Ogre-Beer---Caldo-de-Bituca

Caldo de bituca. Foto: New Russo

CALDO DE BITUCA
OGRE BEER

Cada um dos cinco maltes especiais que compõem seu blend foi selecionado para trazer um contraponto ao perfil defumado, aumentando o drinkability sem abandonar suas características essenciais. Defumada no estilo Classic German Rauchbier e tradicional da região norte da Bavária, na Alemanha. Leva maltes defumados em sua composição, o que lhe confere aroma e notas caramelizadas no paladar. De corpo e carbonatação médios e teor alcoólico de 6,5%, foi lançada a Ogre Beer, em 2012, sendo o primeiro rótulo da cervejaria. É comercializada em garrafas de 600 ml e em chope. Preço: R$ 25.

PONTUAÇÃO
1.ª fase: 2 pontos
2.ª fase: 32 pontos
Nota final: 34 pontos

Rodovia BR 376, Km 632, nº 29.155, São José dos Pinhais – (41) 9 9673- 8504.
Atende de segunda a sexta das 9h às 18h. www.ogrebeer. com.br

Bodebrown--Saint-Arnould

St. Arnould 10. Foto: divulgação

ST. ARNOULD 10
BODEBROWN

Com 12% de álcool, a bebida integra a série belga da cervejaria, que se inspirou no estilo de abadia, e fecha o ciclo de três cervejas de mesma característica que foram produzidas: a St. Arnould 6, 8 e 10. A bebida tem notas de tâmaras, damascos, frutas secas desidratadas e especiarias. A torra e potência do malte base resulta no sabor caramelado. Uma cerveja difícil de ser produzida — leva de dois a três meses para ficar pronta. Preço: R$ 25 (330 ml).

PONTUAÇÃO
1.ª fase: 2 pontos
2.ª fase: 31 pontos
Nota final: 33 pontos

Confira o serviço completo.

Die-Fize-Yeloow_WayBeer_Foto-Priscila-FiedlerDie fizzy yellow. Foto: Ricardo Perini

DIE FIZZY YELLOW
WAY BEER

Uma IPA (American India Pale Ale) que leva em sua composição os lúpulos americanos Columbus e Citra e o australiano Galaxy. A bebida recebe sais minerais que intensificam o sabor e o aroma e uma adição extra de lúpulos Galaxy e Citra na maturação. A cerveja apresenta 6,9% de teor alcoólico. Está disponível em chope e garrafas de 355 ml e 600 ml. Preço: a partir de R$ 11.

PONTUAÇÃO
1.ª fase: 2 pontos
2.ª fase: 30 pontos
Nota final: 32 pontos

Confira o serviço completo.

WayBeer--Apa--Foto-Priscila-FiedlerApa. Foto: divulgação

APA (AMERICAN PALE ALE)
WAY BEER

A bebida, de alta fermentação, leva lúpulos cítricos (Citra, Amarillo e Cascade), que são adicionados à fervura. A água utilizada na produção da cerveja é tratada, tanto para realçar o amargor quanto para intensificar o aroma. Lúpulos são adicionados ao final do processo de maturação, conhecido como dry hopping. A bebida tem 5,2% de graduação alcoólica. Disponível em chope e em garrafas de 355 ml, 600 ml e 1 litro. Preço: a partir de R$ 8.

PONTUAÇÃO
1.ª fase: 2 pontos
2.ª fase: 29 pontos
Nota final: 31 pontos

Confira o serviço completo.

Fucking-Beer---Fresh

Fresh. Foto: divulgação

FRESH
FUCKING BEER

Excelente para qualquer hora do dia, a Fresh apresenta uma explosão aromática intensa proveniente do blend de lúpulos americanos e australianos, é refrescante e equilibrada. No paladar, a lupulagem aliada à complexidade do blend de maltes e ao baixo teor alcoólico (de 5,9%) proporcionam bom corpo e drinkability. A Session IPA foi ganhadora do South Beer Cup 2015, na Argentina. Vendida em garrafas de 355 ml. Preço: R$ 14,70 a R$ 21,50.

PONTUAÇÃO
1.ª fase: 2 pontos
2.ª fase: 16 pontos
Nota final: 18 pontos

Confira o serviço completo.

vencedores_50

Adriano-Biancolini Adriano Biancolini
O advogado é entusiasta e frequentador assíduo da boemia curitibana. Um dos criadores do blog Loucos por Ales, Adriano participa intensamente de eventos cervejeiros locais, além de percorrer os roteiros cervejeiros de outras partes do país.
Votos: Mutum Cavalo e Pilz My Balls
Jota-Queiroz Jota Queiroz
Advogado, engenheiro agrônomo e beer sommelier. Editor do site O Contador de Cervejas, com avaliações de mais de duas mil cervejas de mais de 40 países, ele busca a bebida perfeita. Votos: Dum Petroleum e Belgian Tripel Chocolate
Nadya-Romanowski Nadya Romanowski
Jornalista formada pela PUCPR, especialista em marketing e sommelier de cervejas pela Universidade Positivo. É produtora de conteúdo e coordenadora de cursos do BarDoCelso.com.
Votos: Gasoline Sour e Caldo de Bituca
Luis-Fernando-Tullio Luis Fernando Tullio
É médico gastroenterologista, sommelier de cerveja pela Associação Brasileira de Sommeliers e cervejeiro artesanal (Das Pikaretas Bier). Palestra sobre cervejas e turismo para sociedades médicas. Mantém uma confraria, a Bar do Véio.
Votos: Cacau IPA e Saint Arnould 10
André-Diniz André Diniz
Sommelier de cervejas e presidente da confraria Curitiba Beer Club. É cervejeiro caseiro desde 2007 e blogueiro. Participa da formação do movimento cervejeiro de Curitiba.
Votos: Die Fizzy Yellow e Gasoline Sour
Aldrey-Servegnini Aldrey Severgnini
Diretor da Polymedical. Nas viagens nacionais e internacionais que realiza a trabalho, aprendeu a analisar a gastronomia com um olhar crítico, e saborear as melhores cervejas.
Votos: Perigosa e Dog Save
Ricardo-Blum Ricardo Blum
Médico e sommelier de cerveja certificado pela Associação Brasileira de Sommeliers e pela Association de la Sommellerie Internationale. Também é cervejeiro caseiro. Faz sua própria cerveja, de diferentes estilos, para degustar com os amigos.
Votos: Cacau Ipa e Barley Wine Carvalho
Edson-Carvalho Edson Carvalho
Publicitário e editor do blog Viajante Cervejeiro. Viajou durante dois anos e meio pelo Brasil conhecendo e registrando bares e cervejarias, aventura que vai virar livro. A bebida e as viagens são suas paixões.
Votos: Gasoline Sour e Pilz My Balls
Fabio-Flemming Fabio Flemming
Contador, consultor e empresário do mercado fitness. Tem formação como sommelier de cervejas pela Associação Brasileira de Sommeliers.
Votos: APA Way Beer e Fresh

Compartilhe
Publicidade

Assine a Gazeta do Povo e receba mensalmente o Bom Gourmet.