Publicidade

vencedores_22

ARROZ DE BACALHAU E
CROCANTE DE MANDIOQUINHA — Nomade por Lênin Palhano

Arroz-de-Bacalhau---Nomade

Foto: divulgação.

Primoroso em suas criações, o chef Lênin Palhano traz uma proposta multicultural ao campeão da categoria neste ano. A mistura de influências da gastronomia portuguesa e brasileira faz sucesso na casa, por conseguir apresentar de forma harmoniosa elementos simbólicos dos dois países no mesmo preparo. O arroz é cozido juntamente com as lascas de bacalhau, cebola, alho, alho-poró e pimenta dedo-de-moça. Para garantir a cremosidade, uma redução de creme de leite com caldo de frango é adicionada. Por fim, o espinafre dá um toque final, complementando o sabor. O crocante de mandioquinha é o acompanhamento. O prato principal faz parte do cardápio do brunch, disponível apenas aos sábados e domingos. Serve uma pessoa. Preço: R$ 139 (valor do brunch por pessoa, inclui sequência de pratos com sobremesa).

Voto: Antonio Carlos Vaz de Mello

DESEMPATE

Dois pratos do restaurante Nomade ficaram empatados, pois cada um recebeu um voto. A pluralidade de sabores foi o principal critério de desempate. A proposta mais completa do prato, integrando o sabor do bacalhau com o crocante de mandioquinha, torna o preparo inusitado.

Indicados

Cordeiro-com-molho-de-raizes-e-queijo-de-cabra---NomadeCordeiro com raízes ao molho chevre u’ille e aroeira. Foto: divulgação

CORDEIRO COM RAÍZES AO MOLHO CHEVRE U’ILLE E AROEIRA
NOMADE POR LÊNIN PALHANO

O corte de pescoço do cordeiro é assado por quatro horas depois de marinar em temperos. O prato principal é servido sobre uma cama de molho de queijo de cabra com grãos de aroeira. Também indicado na categoria Cordeiro deste ano. Preço: R$ 94.

Voto: Aline Perussolo Soares

Confira o serviço completo.

Canard-a-lorange---Chalet-SuisseCanard à l’orange. Foto: divulgação

CANARD À L’ORANGE
CHALET SUISSE

Traduzido para o português, o pato na laranja é um dos grandes clássicos da cozinha francesa. Para chegar no sabor e ponto corretos precisa ser assado lentamente no molho rôti (feito da gordura da carne da ave) com a laranja e vinho tinto. É servido em dois tempos: primeiro o peito, depois a coxa e a sobrecoxa. O preparo acompanha spätzle (massa alemã) na manteiga e repolho roxo. É uma das receitas mais tradicionais da casa. Preço: R$ 84.

Voto: Renato Ramalho

Confira o serviço completo.

Polv---Sel-et-SucrePolvo grelhado em azeite de especiarias e cogumelos. Foto: divulgação

POLVO GRELHADO EM AZEITE DE ESPECIARIAS E COGUMELOS
SEL ET SUCRE

É preparado em duas etapas: na primeira, o polvo é cozido com o tempero mirepoix, para depois ser grelhado junto com cogumelos, alho-poró, batatinhas pirulito e azeite de especiarias. O processo em duas etapas confere maciez por dentro e crocância por fora. É finalizado com limão siciliano. Preço: R$ 80.

Voto: Clemilda Thomé

Confira o serviço completo.

Filet-Strogonoff---Ile-de-FranceFilet strogonoff. Foto: Claudio Omar/ Studio Drops

FILET STROGONOFF
ILE DE FRANCE

O prato principal, que faz parte do menu do restaurante há 64 anos, é preparado com filé mignon, conhaque e cogumelos tipo Paris, refogados juntos na manteiga, e temperados com sal, pimenta e noz-moscada. Acompanha arroz branco e batata. Serve duas pessoas. Preço: R$ 200.

Voto: Carlyle Popp

Confira o serviço completo.

Kibe---Restaurante-Nayme---Foto-Priscila-FiedlerQuibe cozido na coalhada. Foto: Priscila Fiedler

QUIBE COZIDO NA COALHADA
NAYME CULINÁRIA ÁRABE

Também chamado de Quibbe Labanye, é composto por pequenos quibes recheados com carne, nozes e amêndoas, cozidos em coalhada temperada com alho dourado na manteiga e hortelã. São as especiarias secretas da Vó Nayme que dão o sabor típico da culinária árabe. Preço: R$ 46.

Voto: Marcelo Bergerson

Confira o serviço completo.

Banquete-Eslavo---Durski---Foto-Nilo-BiazzettoBanquete eslavo. Foto: Nilo Biazzetto.

BANQUETE ESLAVO
RESTAURANTE DURSKI

Inspirado nas receitas de família do chef Junior Durski, o prato tem influências do leste europeu e é composto por salada russa, galantyna de leitão, platzki (minipanquecas de batatas), sopa borstch, pierogi, frango kiev, holopti (charutinhos de repolho com costelinha defumada) e filé mignon com cogumelos. Preço: R$ 90.

Voto: Marcel Malczewski

Confira o serviço completo.

Tortelli-di-Costela---Alessandro-e-Frederico---Rodrigo-MariaTortelli di costela. Foto: Rodrigo Maria.

TORTELLI DI COSTELA
ALESSANDRO E FREDERICO

A massa artesanal é produzida diariamente na casa e é recheada com costela, salsão, alho-poró, cenoura e manjericão. O prato principal leva ainda brunoise de legumes e molho demi-glacé, feito do próprio caldo de cozimento da costela. É finalizado com cogumelos tipo Paris laminados e trufas negras. Também foi indicado na categoria Massa. Preço: 63,50.

Voto: Fabbi Cunha

Confira o serviço completo.

vencedores_50

Renato-Ramalho Renato Ramalho
É sócio-fundador do grupo Gustavo Borges e atual presidente do Clube Curitibano. Descendente de italianos, gosta de experimentar iguarias locais em suas viagens, e pela influência da mãe, que via a mesa como ponto de encontro da família.
Carlyle-Popp Carlyle Popp
Presidente da Academia Paranaense de Letras Jurídicas, advogado, professor e escritor. Experimentar diversos restaurantes pelo mundo está entre seus prazeres.
Fabbi-Cunha Fabbi Cunha  
Jornalista e dona do vlog Chique de Bonito. Gosta de comer bem, testar receitas e reunir os amigos em casa.
Clemilda-Thomé Clemilda Thomé
Dentista e empresária na área de educação, saúde e gastronomia. Valoriza alimentos orgânicos e saudáveis. As viagens e sabores a envolvem de maneira tão intensa que a gastronomia sempre gera memórias inesquecíveis.
Marcel-Malczewski Marcel Malczewski
Fundador da Bematech e atualmente CEO da M3 Investimentos. Viaja com frequência e tem o hábito de frequentar as boas mesas.
Marcelo-Bergerson Marcelo Bergerson
Empresário do ramo de joias e utensílios para casa e cozinha, aprecia a boa gastronomia. Se considera “bom de garfo” e mantém um gosto especial pela culinária árabe.
Aline-Perussolo-Soares Aline Perussolo Soares
Diretora de marketing na Construtora San Remo. Está sempre de olho na gastronomia, seja a trabalho ou por lazer.
Antonio-Carlos-Vaz-de-Mello Antonio Carlos Vaz de Mello
É construtor e adora descobrir novos sabores. Gosta de viajar pelo mundo para experimentar tanto a alta quanto a baixa gastronomia.

Compartilhe
Publicidade

Assine a Gazeta do Povo e receba mensalmente o Bom Gourmet.