Publicidade
Frutos do mar

Restaurante vende ostras e caranguejos frescos no Centro de Curitiba

por

A Ostra Bêbada também serve um curioso sanduíche de lula frita e petiscos inspirados nas tapas espanholas

Compartilhe

Aberto em meados de dezembro no Centro de Curitiba, e funcionando com um cardápio reduzido, em testes, o restaurante A Ostra Bêbada serve ostras e caranguejos frescos trazidos quase que diariamente do litoral do Paraná e de Santa Catarina. É o novo empreendimento dos mesmos donos da famosa rede Pizza, aberta há seis anos.

As ostras servidas são trazidas a cada dois dias, no máximo. Foto: Divulgação

As ostras servidas são trazidas a cada dois dias, no máximo. Foto: Divulgação

A Ostra Bêbada, que faz uma referência ao antigo desenho da televisão, começou a ser planejada em 2015 pelos sócios Rafael Fusco, Lucas Cintra e Diego Gasparin, que queriam abrir um novo negócio relacionado à alimentação. “Nós tínhamos esse desejo, mas até então não sabíamos o que fazer. Foi depois que abrimos a loja do Pizza na Alameda Dr. Carlos de Carvalho que ficamos de olho neste ponto até ser colocado à venda”, conta Rafael.

O local escolhido, na esquina das ruas Des. Ermelino de Leão e Cândido Lopes, era ocupado pelo bistrô João e Maria, que fechou as portas em meados do ano passado. Eles então planejaram tudo do zero, e dizem que o restaurante ainda está em construção, mas já aberto.

A decisão por vender frutos do mar veio porque Lucas já conhecia bem esta culinária: “Trabalhei com o chef Celso Freire, no Boulevard, e também no antigo Ostras & Cia., no Centro Cívico”. Ele também diz que faltavam lugares no Centro de Curitiba com ostras e caranguejos frescos.

O cardápio de A Ostra Bêbada tem uma inspiração espanhola com toques brasileiros, com ostras in natura ou gratinadas a partir de R$ 50 a dúzia, ou vendidas por unidade (R$ 5,50 in natura / R$ 10,50 gratinada). Os caranguejos frescos também podem ser comprados por dúzia (R$ 60) e por unidade (R$ 20, mínimo de três), e acompanham vinagrete, farinha de mandioca de Morretes e caldinho de feijão.

O nome do restaurante, A Ostra Bêbada, foi inspirado em um antigo desenho animado da televisão. Foto: Divulgação

O nome do restaurante, A Ostra Bêbada, foi inspirado em um antigo desenho animado da televisão. Foto: Divulgação

A ideia de Lucas e Rafael é trazer o molusco de diferentes partes do país, para que as pessoas possam provar vários sabores. Rafael conta que quando o prato chega à mesa, a gente explica de onde vieram as ostras, quais são as particularidades delas e do sítio em que foram cultivadas”. Atualmente, os fornecedores de ostras são de Guaratuba e Guaraqueçaba (PR) e Florianópolis (SC).

Os frutos do mar também vão no sanduíche de lula à dorê com maionese de alho no pão francês (R$ 16) e no vinagrete de camarão, marisco, lula e patinhas de caranguejo (R$ 20). Este último faz parte do cardápio de tapas, com opções como a de presunto espanhol (R$ 25) e a de mortadela de pistache (R$ 15).

Há também as porções de azeitonas com recheios variados de queijo, cebola, anchova, entre outros, a partir de R$ 1,50, e o mix de conservas a R$ 10.

Para acompanhar os pratos, o restaurante possui uma carta enxuta de bebidas, com chopes Brahma em dois tamanhos (250 ml a R$ 5, e 500 ml a R$ 10), quatro opções de vinhos importados a partir de R$ 43,90 (taça a R$ 14,90), gim tônica (R$ 10) e sucos, refrigerantes e água.

Uma novidade para quem mora no Centro de Curitiba é a possibilidade de comprar os frutos do mar frescos e levar para casa. “Isso porque a gente mantém as ostras e os caranguejos vivos aqui no restaurante, para estarem sempre frescos”, explica Rafael.

O restaurante está localizado no Centro de Curitiba. Foto: Divulgação

O restaurante está localizado no Centro de Curitiba. Foto: Divulgação

Ambiente

Todo o ambiente de A Ostra Bêbada possui uma decoração simples e rústica. Há grandes mesas coletivas, com capacidade para 26 pessoas, e balcões de vidro com os frutos do mar em exposição. Rafael conta que a cozinha também é toda aberta ao público, para que as pessoas vejam a comida sendo preparada.

Os sócios pretendem ampliar a capacidade de atendimento, com mais mesas e novos pratos a partir de fevereiro. Entre as futuras novidades, a ideia é servir opções de café da manhã e sanduíches, além de pratos com costela e executivos. “Queremos ser uma ‘super lanchonete’ do Centro”, completa Rafael.

LEIA MAIS:
>> Litoral do PR tem ostras “Romeu e Julieta” e com gorgonzola e mel; confira o roteiro
>> Restaurante do litoral de Santa Catarina tem caranguejo gigante do Alasca a R$ 600
>> Depois do frango frito, Curitiba ganha delivery de caranguejo no balde

Compartilhe
Publicidade

Assine a Gazeta do Povo e receba mensalmente o Bom Gourmet.