Publicidade
Roteiro

Conheça 5 restaurantes em Curitiba inspirados na máfia italiana

por

Locais servem de massas a hambúrgueres e trazem referências a clássicos filmes do gênero como O Poderoso Chefão, Os Bons Companheiros e Scarface

Compartilhe

 

“Eu vou fazer-lhe uma oferta que você não pode recusar”. A frase de Don Corleone no filme O Poderoso Chefão é quase uma ordem para conhecer os restaurantes inspirados na máfia em Curitiba.

Neles, você pode ser atendido por garçons caracterizados de mafiosos, além de provar comidas italianíssimas e hambúrgueres e drinks inspirados em criminosos e filmes clássicos de gângsteres. Também dá para participar de festas temáticas e ganhar promoções com a sua “gangue”. Tudo isso em ambientes decorados com fotos, ilustrações, pôsteres de filmes e itens que remetem ao universo imortalizado em muitos filmes do gênero.

5 restaurantes inspirados na máfia em Curitiba

Corleone Craft Burgers

No Corleone Craft Burgers, os sanduíches têm nome de filmes da máfia. Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

No Corleone Craft Burgers, os sanduíches têm nome de filmes da máfia. Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

Na hamburgueria que existe há nove anos na Rua Inácio Lustosa (antes funcionava na Rua Paula Gomes, no Centro), a referência à máfia italiana começa pelo nome do estabelecimento, que passou de Don Corleone para Corleone Craft Burgers recentemente.

O título homenageia Don Vito Andolini Corleone, personagem fictício criado pelo escritor Mario Puzo, no romance O Poderoso Chefão. No longa-metragem homônimo, o ator Marlon Brando interpreta Don Vito Corleone, imigrante italiano que construiu um império nos Estados Unidos com a ajuda da máfia.

A temática se estende para o cardápio: os sanduíches são batizados com nomes de filmes clássicos de gângsteres, como Pulp Fiction, Scarface e Goodfellas. As tramas são uma antiga paixão do proprietário do local, Alberto Goes, que antes de ter a hamburgueria tocava uma locadora.

No menu, o carro-chefe é o Scarface (R$ 17), que leva molho rosé, alface americana, calabresa, cebola e muçarela. Também se destacam o Maverick (R$ 30), feito com cheddar, bacon, batata palha, tomate, cebola e muçarela, e o Fight Club (R$ 22), com cebola caramelizada, cheddar e muçarela.

Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

O restaurante tem três unidades, duas em Curitiba e uma Almirante Tamandaré. Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

Os sanduíches levam broa de milho e é possível escolher entre cinco tipos de proteína: alcatra, carne com linguiça blumenau, costela, soja com azeitonas e vegetais com queijo. Para acompanhar, tem onion rings, batata frita e mandioca frita, todos por R$ 4. Entre as sobremesas, há opções como brownie (R$ 10), petit gateau (R$ 15) e milk-shake com cerveja stout (R$ 16). O menu de bebidas inclui cervejas, chopes, submarino e drinks. Na decoração, predominam pôsteres de filmes antigos.

A unidade do São Francisco do estabelecimento oferece 20% de desconto para assinantes do Clube Gazeta do Povo. A promoção é válida para o valor total do consumo do associado até 26/10/2017.

Serviço

R. Bertolina Kendrick de Oliveira, 848, Centro, Almirante Tamandaré – 3047-0088. Funciona de terça a domingo das 18h à 00h30.

Rua Itupava, 1.148, Alto da Glória – 3328-5003.

***

Joe Bananas

O restaurante tem o nome inspirado em Joseph Bonanno ou Joe Bonanno, também conhecido pelo apelido de “Joe Bananas“, um mafioso ítalo-estadunidense. A casa, que funcionou por 14 anos na Rua Brigadeiro Franco e por onze na Rua Vicente Machado, reinaugurou em novo endereço em maio, no Água Verde.

O restaurante tem festas temáticas e menu com referências a Cosa Nostra. Os cocktails têm nomes de mafiosos, facções ou filmes da máfia. Dá para provar seis opções diferentes, entre elas o Joe Bananas (R$ 16,50), que leva licor triple sec, vinho branco, suco de maracujá e leite condensado; o Estrada da perdição (R$ 16,50), feito com licor Curaçao Blue, licor de melão e suco de abacaxi; e o Cosa Nostra (R$ 15,50), com tequila branca e suco de laranja.

Para comer, o local serve um rodízio que inclui batatas suíças, pizzas salgadas e doces e buffet com massas por R$ 29,90 por pessoa. A novidade da refeição é a inclusão dos hambúrgueres personalizados, com ingredientes que podem ser escolhidos pelo cliente.

Há ainda noites temáticas da máfia. Toda quinta-feira é o “dia da gangue”, em que grupos de amigos cadastrados que comparecerem ao restaurante aproveitam promoções especiais, como uma tequila gigante ou um bônus de R$ 5. Para ter direito aos benefícios, é necessário que pelo menos três membros da “gangue” estejam presentes.

A casa também promove a “noite da quadrilha”, normalmente na última terça-feira de todo mês. Na ocasião, clientes caracterizados de mafiosos ganham 50% de desconto na conta. Na decoração do restaurante, há fotos de mafiosos e de filmes temáticos.

***

La Mafia

restaurantes inspirados na mafia em Curitiba. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Bruschettas do La Mafia Curitiba. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Aberto em março deste ano, o La Mafia Curitiba é a terceira unidade da rede, que tem outros restaurantes em Foz do Iguaçu e Cascavel. Na capital paranaense a casa fica no bairro Água Verde. O espaço, idealizado pela chef e proprietária Eliane Balena, que comanda a cozinha de Foz do Iguaçu, tem referências a restaurantes italianos e cenários da Sicília, região onde a máfia é mais conhecida.

“A ideia surgiu porque eu era muito fã do filme O Poderoso Chefão”, conta Eliane sobre a trama que relata a história da família mafiosa Corleone. A chef, que morou no país da bota por sete anos, visitou os lugares onde foram gravados os filmes da trilogia para desenvolver no restaurante uma temática inspirada na máfia.

restaurantes inspirados na mafia em Curitiba. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Pappardelle com frutos do mar. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

restaurantes inspirados na mafia em Curitiba. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Tiramisù ai frutti di bosco. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

O cardápio contém receitas da família Balena, que tem origem italiana. Há entradas, como o trio de bruschettas (R$ 28) em três sabores (queijo com tomate cereja, rúcula e presunto Parma, tomate e manjericão) e as polentas (R$ 28), que podem ser de bacalhau, queijo e presunto, queijo e Parma, queijo e salame ou queijo e pepperoni.

Entre os pratos principais estão massas, carnes e risotos. O destaque do menu é o Saltimbocca alla Romana (R$ 63), escalope de vitela envolto em presunto cru, ravioli de queijo ao alho, óleo e peperoncino. Também sai bastante o pappardelle com frutos do mar (R$ 52).

Para adoçar a refeição, o mais pedido é o tiramisù ai frutti di bosco (R$ 20), com frutas vermelhas. Há ainda uma carta de vinhos extensa. Em Curitiba, quem comanda a cozinha é o chef Rodrigo Hunzicker.

Todas as massas das três unidades são feitas artesanalmente em uma fábrica que fica dentro do restaurante de Foz do Iguaçu, comandada por Ivan Balena, tio de Eliane, e Bárbara Balena, irmã.

restaurantes inspirados na mafia em Curitiba. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Espaço “cabaret”, com decoração das décadas de 30 e 40. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

O ambiente do restaurante de Curitiba é dividido em três espaços temáticos. O primeiro é um salão geral de mesas que lembra as cantinas italianas. Ao lado, há uma sala mais romântica decorada com o tema “cabaret”, com objetos, quadros e fotografias de personagens das décadas de 30 e 40, como Coco Chanel, Édith Piaf e Charles Chaplin.

Por fim, também é possível se sentar em uma mesa no “café”, um espaço que remete aos anos 50 e 60 e estampa decorações de Brigitte Bardot e Alfred Hitchcock, por exemplo. “Escolhemos não colocar figuras de mafiosos, porque assim a gente não traz uma referência negativa”, diz Eliane. No entanto, os garçons são caracterizados com roupas de mafiosos.

restaurantes inspirados na mafia em Curitiba: Salão de mesas principal. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Salão de mesas principal. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Serviço

Rua Desembargador Motta, 2.601, Água Verde – (41) 3076-1015. Funciona todos os dias das 18h à meia-noite.

***

Mafioso Burger

Food truck inspirado na máfia em Curitiba: No food truck, os sanduíches são batizados com nomes de criminosos e mafiosos. Foto: Divulgação

No food truck, os sanduíches são batizados com nomes de criminosos e mafiosos. Foto: Divulgação

Além dos restaurantes inspirados na máfia, há um ano existe também um food truck que adotou a temática no menu de hambúrgueres. “A nossa ideia foi colocar os nomes dos mafiosos e criminosos mais famosos nos sanduíches, porque a gente gosta bastante de filmes de gângster”, conta a chef e proprietária do caminhão Jordana Custódio, que antes tocava o Jailhouse Bar, no Bacacheri, que fechou. Reforça a temática mafiosa uma fotografia de Al Pacino plotada na lateral do food truck.

O menu do truck conta com seis receitas, que variam de acordo com o evento – os preços também são variáveis. O carro-chefe é o Al Capone (R$ 17), feito com hambúrguer de 180g de carne nobre moída com bacon, cebola, picles e tempero caseiro.

food truck inspirado na mafia em Curitiba: Hambúrguer Al Capone. Foto: Divulgação

Hambúrguer Al Capone. Foto: Divulgação

Outras opções são o Baby Face Nelson (R$ 15), que leva tiras de alcatra e pasta de queijos; o Don Corleone (R$ 14), composto por hambúrguer de 180g de calabresa moída com bacon e cebolinha; o Billy the Kid (R$ 18), feito com patê de linguiça blumenau na chapa com pasta de queijos e barbecue; o Lili Carabina (R$ 15), hambúrguer de peito de frango moído com cebola, tomilho e tempero caseiro; e o lançamento Frank Costello (R$ 18), que leva hambúrguer de costela com bacon, cebola e pasta de queijos.

Todos os sanduíches têm alface, tomate e maionese. É possível adicionar bacon extra por R$ 2 e pedir como acompanhamentos batatas fritas ou rústicas (R$ 5) ou onion rings (R$ 7).

Serviço

O food truck trabalha com eventos particulares e abertos ao público, como feiras e food parks. Os itinerários são divulgados na página do food truck no Facebook. Mais informações pelo telefone (41) 98886-3113.

***

Padrino Ristorante

restaurantes inspirados na mafia em Curitiba: Painel ilustrado com mafiosos decora o salão do restaurante. Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

Painel ilustrado com mafiosos decora o salão do restaurante. Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

O restaurante localizado no centro de Curitiba serve comida italiana e tem ambientação inspirada na máfia. O Padrino Ristorante existe há 15 anos, mas desde fevereiro do ano passado mudou de gestão e agora é propriedade do chef Dionísio Lemos, que gostou da temática do local e resolveu mantê-la.

No cardápio, há massas, risotos, grelhados e saladas. As massas e molhos são artesanais. É possível pedir os itens separadamente ou fazer combinações e montar pratos personalizados. Dá para provar, por exemplo, o risoto de funghi com o filé mignon (R$ 55,80) ou a massa (à escolha do cliente) com molho pesto combinada ao filé de frango (R$ 47,80).

O menu de sobremesas inclui crème brûlée, pudim de leite e brigadeiro de colher. Para beber, há vinhos argentinos, espanhóis e italianos, vendidos em garrafa ou taça.

restaurantes inspirados na mafia em Curitiba: No restaurante, é possível combinar risotos e massas com grelhados. Foto: Divulgação

No restaurante, é possível combinar risotos e massas com grelhados. Foto: Divulgação

No salão de mesas, um painel consideravelmente grande ilustra alguns personagens influentes que tiveram alguma ligação com a máfia italiana, como Frank Sinatra, Al Capone e Marlon Brando, ator que interpretou Don Corleone no filme clássico “O Poderoso Chefão”. “Il Padrino” é, inclusive, é a tradução do nome do filme para o italiano. O projeto do ambiente é da arquiteta Claudia Pereira Victorelli.

Serviço

R. Cândido Lopes, 323, Centro – (41) 3223-1235. Funciona de segunda a sábado das 11h30 às 15h.

LEIA TAMBÉM

10 erros comuns na hora de fazer macarrão

Como fazer tagliatelle em casa usando só o rolo de massa

Como fazer o risoto perfeito: 5 dicas para não errar

Compartilhe
Publicidade

Assine a Gazeta do Povo e receba mensalmente o Bom Gourmet.

Assine