Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Patrimônio

Cine Plaza encerra as atividades

  • Gazeta do Povo Online com informações do repórter Nikola Matevski
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

A falta de pagamento das contas atrasadas fez com que o Cine Plaza, localizado na Praça Osório, encerrasse as atividades do último cinema de rua operando comercialmente em Curitiba. Na tarde da quinta-feira (12), o cinema teve a energia cortada, impedindo a exibição de filmes.

O espaço vinha enfrentando dificuldades financeiras há meses, contraíndo dívidas com distribuidoras de filmes e companhias de suprimento de água, luz e telefonia. A linha telefônica do Plaza estava cortada desde dezembro de 2005, depois que uma volumosa conta, acumulada no decorrer do Festival de Cinema, Vídeo e DCine de Curitiba, deixou de ser paga. No decorrer de 2005, a maior parte das cópias cedidas não foram pagas às distribuidoras, o que impediu a exibição de lançamentos. A administração da sala, informa, em entrevista publicada na Gazeta do Povo, que a interrupção na atividade é temporária e que gostaria de retomar o funcionamento brevemente. A atual administração estaria tentando um apoio da prefeitura para reabrir.

História

Inaugurado em 1964, com a projeção de “Moscou contra 007”, até a abertura dos multiplexes de shopping centers, o Plaza teve bons títulos em projeção. Nos anos 70, o local foi o único cinema curitibano a exibir o filme japonês “O Império dos Sentidos”, de Nagisa Oshima. Até nove anos atrás, era o cinema de maior bilheteria da cidade. Sessões de “Robocop” renderam 26 mil pessoas em uma semana, em 1987.

A propriedade do edifício que abriga o cinema é da Associação de Servidores Públicos do Paraná (ASPP), que cede a administração do espaço para terceiros, por contrato de arrendamento. No final de março, a ASPP divulgou um comunicado isentando-se de “qualquer catástrofe que venha a ocorrer no imóvel, que cause danos graves e irreparáveis a terceiros, em virtude da falta de manutenção do prédio”. A atual administração nega a existência de qualquer risco para os usuários. A construção é classificada como patrimônio histórico, tombado pela Prefeitura de Curitiba e pelo governo do Paraná. O tombamento proíbe que o edifício seja derrubado ou que suas características originais sejam alteradas.

No último mês o cinema vinha exibindo os filmes "Nanny Mcphee – A Babá Encantada" e "Doom – A Porta do Inferno".

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Caderno G

PUBLICIDADE