Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Luto

Escritor e poeta Leopoldo Scherner morre em Curitiba

Scherner estava com 91 anos e era membro da Academia Paranaense de Letras

  • Gazeta do Povo
  • Atualizado em às
O escritor e poeta Leopoldo Scherner em imagem de arquivo do jornal Gazeta do Povo |
O escritor e poeta Leopoldo Scherner em imagem de arquivo do jornal Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O escritor e poeta paranaense Leopoldo Scherner morreu na manhã desta quinta-feira (27), em Curitiba. Dono da cadeira número cinco da Academia Paranaense de Letras, Scherner faleceu aos 91 anos.

O poeta sofreu derrame cerebral e foi internado no hospital Vita, em Curitiba, na terça-feira (18). Por complicações no pulmão e fígado, nesta quinta, ele não resistiu.

O corpo de Leopoldo Scherner está sendo velado na Capela Mortuária do Cemitério Municipal de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Ele será sepultado às 11h desta sexta-feira (28), no mesmo local.

Segundo informações do telejornal ParanáTV, da RPCTV, o escritor foi aluno do poeta Manuel Bandeira, que participou da Semana de Arte Moderna de 1922, e do escritor Alceu Amoroso Lima, conhecido com o pseudônimo Tristão de Ataíde, que trabalhou como jornalista e crítico literário no Rio de Janeiro.

No ano passado, o poeta foi homenageado sendo nome de um prêmio de literatura da prefeitura de São José dos Pinhais, cidade onde nasceu. Scherner publicou várias obras, entre elas o livro de poemas "O Dia Anterior do Dia da Criação", de 1965, e o livro biográfico "Luís de Camões – a Vida e a Obra", de 1980. Ele era especialista em literatura portuguesa e lecionou na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC).

O escritor era viúvo de Leci Caldeira Scherner e deixou três filhas. Ele será enterrado no mesmo jazigo onde está a mulher.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Caderno G

PUBLICIDADE