Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caderno G

Fechar
PUBLICIDADE

Perda

Escritora Sônia Coutinho morre aos 74 anos

Autora, contista e tradutora, ela venceu o Jabuti pela primeira vez em 1979, com o conto “Os venenos de Lucrécia”

 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Escritora e tradutora, Sonia Coutinho morreu no sábado, 24, aos 74 anos, vítima de uma parada cardíaca.

Sonia, também jornalista, contista e tradutora, venceu o Jabuti pela primeira vez em 1979, com o conto “Os venenos de Lucrécia”. Vinte anos depois, em 1999, ganhou pelo livro “Os seiso de Pandora”. Em 2006, recebeu ainda o Prêmio Clarice Lispector, dado pela Biblioteca Nacional, pelo livro de contos "Ovelha negra e amiga loura". Sônia nasceu em Itabuna, na Bahia, em 1939. Filha do poeta simbolista e político Nathan Coutinho (1911-1991), ela deixa uma filha (que teve com o ex-marido, o poeta e jornalista Florisvaldo Mattos), a psicóloga Elsa de Mattos, e dois netos.

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Caderno G

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais