Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

story
Enkontra.com
PUBLICIDADE

Opinião

O Olhar de Neuza enfoca menopausa

Alma poética divide espaço com a mágoa em Neuza |
Alma poética divide espaço com a mágoa em Neuza
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Alívio ou tapa na cara – quem escolhe é o espectador de O Olhar de Neuza, peça em cartaz até domingo na Cia. do Abração que enfoca o envelhecimento da mulher. Inspirada no livro A Mulher Que Cai, de Guido Viaro (neto do pintor), a peça confronta a poesia da existência, bem vestida no fado português, à aspereza das cobranças psicológicas, sociais e físicas que recaem sobre o universo feminino depois dos ___ (acrescente aqui a idade que julgar conveniente).

O público é recebido no foyer-barracão da companhia, local acolhedor no Jardim Social onde é até servido um chazinho. Conduzida pela cantora Karla Izidro, a audiência caminha sobre uma cama de folhas secas antes de se acomodar. Com inventividade, os elementos cênicos foram desenhados para revelar surpresas – como a cortina que se transforma em figurino.

O cenário se desdobra em opções de espaço bem ocupados pela personagem desse monólogo, uma professora recém-aposentada e atormentada pelas transformações da menopausa, vivida por Fabiana Ferreira.

A atuação no palco e sobre as folhas – que aludem à alma selvagem cantada por Clarice Lispector – usa muito o trabalho físico buscado pelo grupo, com momentos extenuantes e pouco espaço para a monotonia.

O texto foi escrito em conjunto e inclui conflitos trazidos por Fabiana, com orientação da diretora Letícia Guimarães. Nos momentos de relato, que ela intercala com pensamentos líricos, Neuza deixa claro que não é feliz no casamento e que não tira prazer da vida em família. Por outro lado, suas recordações incluem alegrias e vontades que a transformam de novo numa menina.

Se Neuza e o mundo feminino sucumbirão ao poço que se abre a seus pés (como sugere o título de Viaro) ou seguirão o chamado da beleza corporificada pela música, fica à escolha de quem assistir.

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Caderno G

PUBLICIDADE