Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caderno G

Fechar
PUBLICIDADE

Perda

Poeta Roberto Piva morre aos 72 anos em São Paulo

Autor sofria de Mal de Parkinson e estava internado em hospital desde maio. Ele se destacou pela poesia urbana, tendo capital paulista como referência

O poeta paulistano Roberto Piva |
O poeta paulistano Roberto Piva
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Morreu neste sábado (3), aos 72 anos, o poeta Roberto Piva. Famoso pelo livro "Paranoia", de 1963, ele estava internado desde maio no InCor (Instituto do Coração) e sofria de Mal de Parkinson há dez anos.

Durante a própria internação, foi descoberto um câncer na próstata, em metástase. A causa da morte foi falência múltipla de órgãos em decorrência de uma insuficiência renal.

O velório foi realizado na noite de sábado no Cemitério do Araçá e o corpo será cremado na manhã deste domingo (4) no crematório da Vila Alpina.

Nascido em São Paulo, Piva ganhou fama aos 22 anos com a publicação de "Paranoia" ao retratar a capital paulista de maneira maldita, inspirado pelo movimento beatnik e pelo surrealismo. A obra ganhou reedição neste ano pela editora Instituto Moreira Salles.

O autor fez parte da geração de escritores, como Hilda Hist e Claudio Willer, descobertos pelo editor Massao Ohno. Durante sua carreira, o poeta destacou-se pela poética urbana. Suas obras foram divididas em três volumes.e relançadas pela Editora Globo há cinco anos.

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Caderno G

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais