PUBLICIDADE
 |
infantil

Um ano de muitos lançamentos

Texto publicado na edição impressa de 21 de julho de 2011

O mercado de livros infantis está sempre aquecido. Ainda que as publicações voltadas para o público em idade escolar custem tanto quanto as obras para adultos, parece haver uma boa disposição das famílias para adquiri-las, o que mantém as editoras sempre atrás de novidades. O primeiro semestre deste ano foi rico em lançamentos. De obras voltadas para os recém-alfabetizados até outras, com textos mais extensos, para adolescentes, teve de tudo nos primeiros seis meses de 2011. Um destaque é a tradução de A Fiança, do poeta do século 18 Friedrich Schiller, que, acompanhada de ilustrações divertidas, ganhou uma roupagem atraente para o leitor do século 21.

Para facilitar a vida de quem vai comprar livros para este público, a Gazeta do Povo selecionou alguns títulos de qualidade e tentou enquadrá-los em uma faixa etária para a qual cada um deles pode funcionar, sempre levando em conta que, na literatura infantil, como na para adultos, só arriscando para saber qual será a receptividade ao texto.

Tekoa – Conhecendo uma Aldeia Indígena Texto de Olívio Jekupé e ilustrações de Mauricio Negro. Ed. Global. R$ 30.

Você sabia que os índios guaranis preferem o cachimbo feito de nó de pinho (araucária) vindo do Paraná? Esse é um detalhe curioso que o guarani Olívio Jekupé conta neste livro em que ele apresenta um pouco dos costumes desse grande grupo indígena que vive no Brasil, na Argentina e no Paraguai. É uma obra que se adapta bem às atividades desenvolvidas em sala de aula, já que atiça a curiosidade dos jovens leitores e, ao mesmo tempo, abre uma janela para a questão da convivência com outras culturas. Apropriado para crianças e adolescentes.

Corre, Caio! Texto e ilustrações de Graça Lima. Ed. Global. R$ 25.

O texto é curto e, em alguns trechos, lembra pequenos poemas. Esta rapidez na leitura e mais as ilustrações muito coloridas tornam o livro da carioca Graça Lima apropriado para o público que está sendo alfabetizado ou que domina as letras há pouco tempo. O dia de um menino pequeno é relatado de forma a facilitar a identificação de quem está lendo (ou para quem está sendo lido) com o livro.

A Velha Misteriosa Texto de Ana Maria Machado e ilustrações de Ionite Zilberman. Ed. Salamandra. R$ 28.

Ela descobriu como falar a linguagem das crianças e vem usando este talento há mais de 30 anos. Ana Maria Machado pode contar uma história baseada em um personagem frequente na literatura infantil (o vizinho misterioso, que atiça a curiosidade das crianças) e ainda assim surpreender. É isso que ela faz em A Velha Misteriosa, que ganhou novas ilustrações. O texto é apropriado para crianças bem alfabetizadas.

A Fiança Texto de Friedrich Schiller, tradução de Juliana P. Perez e ilustrações de Jenny Brosinski. Ed. Berlendis & Vertecchia. R$ 36.

A balada é um tipo de narrativa que se inspira na canção popular e que lembra um poema. O poeta alemão Friedrich Schiller escreveu muitas delas, entre as quais A Fiança. Foi baseado em um fato que teria acontecido na Sicília, quando o tirano Dionísio resolve testar a amizade entre dois rapazes. As ilustrações acrescentam um toque de irreverência e atualidade que aproxima o texto do poeta de seu público mais jovem. Ainda que a história contada tenha uma clara inspiração nas tragédias gregas, ela não assusta os adolescentes. Nas últimas páginas está a versão original, em alemão.

A Visita Texto e ilustrações de Lúcia Hiratsuka. Ed. Difusão Cultural do Livro. R$ 25.

O traço de Lúcia Hiratsuka é de uma delicadeza impressionante. Em A Visita, ela dispensou o texto e reduziu as ilustrações a poucos traços. O menino que vive no sítio vê chegar um visitante, um homem barbudo, cujo comportamento lhe parece assustador. A história pode ser lida pela própria criança, já que os desenhos são autoexplicativos, mas também proporciona uma oportunidade gostosa de interação entre pais e filhos.

Jura? Texto de Cláudio Fragata e Ilustrações de Eugenia Nobati. Ed. Difusão Cultural do Livro. R$ 27.

A história de um menino que gosta de inventar pequenas histórias, apenas pelo prazer de falar, é contada de forma simpática. O personagem discorre sobre as delícias de criar fantasias malucas quando há alguém que acredite nelas, como é o caso do amigo Jura. As ilustrações da argentina Eugenia Nobati dão um toque bem moleque ao livro, que pode ser lido pelos pais para as crianças ou pelas próprias, sozinhas. A temática agrada de pequenos a pré-adolescentes.

PUBLICIDADE
    • SELECIONADO PELO EDITOR
    • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
    • QUEM MAIS COMENTOU
    Assine a Gazeta do Povo
    • A Cobertura Mais Completa
      Gazeta do Povo

      A Cobertura Mais Completa

      Assine o plano completo da Gazeta do Povo e receba as edições impressas todos os dias da semana + acesso ilimitado no celular, computador e tablet. Tenha a cobertura mais completa do Paraná com a opinião e credibilidade dos melhores colunistas!

      Tudo isso por apenas

      12x de
      R$49,90

      Assine agora!
    • Experimente o Digital de Graça
      Gazeta do Povo

      Experimente o Digital de Graça!

      Assine agora o plano digital e tenha acesso ilimitado da Gazeta do Povo no aplicativo tablet, celular e computador. E mais: o primeiro mês é gratuito sem qualquer compromisso de continuidade!

      Após o período teste,
      você paga apenas

      R$29,90
      por mês!

      Quero Experimentar
    VOLTAR AO TOPO