Assinaturas Classificados
Assinaturas

Publicidade
Perda

Escritora Sônia Coutinho morre aos 74 anos

Autora, contista e tradutora, ela venceu o Jabuti pela primeira vez em 1979, com o conto “Os venenos de Lucrécia”

26/08/2013 | 11:26 |
  • Comentários

Escritora e tradutora, Sonia Coutinho morreu no sábado, 24, aos 74 anos, vítima de uma parada cardíaca.

Sonia, também jornalista, contista e tradutora, venceu o Jabuti pela primeira vez em 1979, com o conto “Os venenos de Lucrécia”. Vinte anos depois, em 1999, ganhou pelo livro “Os seiso de Pandora”. Em 2006, recebeu ainda o Prêmio Clarice Lispector, dado pela Biblioteca Nacional, pelo livro de contos "Ovelha negra e amiga loura".

Sônia nasceu em Itabuna, na Bahia, em 1939. Filha do poeta simbolista e político Nathan Coutinho (1911-1991), ela deixa uma filha (que teve com o ex-marido, o poeta e jornalista Florisvaldo Mattos), a psicóloga Elsa de Mattos, e dois netos.

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade
      Publicidade
      Publicidade
      «

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposição com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, você recebe o jornal em casa, tem acesso a todo conteúdo do site no computador, no smartphone e faz o download das edições da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 49,90 por mês no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      Só o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao conteúdo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edições no tablet - um novo jeito de ler jornal onde você estiver.

      CLIQUE E FAÇA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      »
      publicidade