Assinaturas Classificados
Assinaturas

Seleção Brasileira

Publicidade

Paulo Whitaker / Reuters

Paulo Whitaker / Reuters / Ronaldinho quer jogar ainda mais pelo Galo para ir à Copa Ronaldinho quer jogar ainda mais pelo Galo para ir à Copa
copa 2014

Frustrado, Ronaldinho Gaúcho mira convocação para o Mundial

Fora da Copa das Confederações, meia nega atraso no amistoso com o Chile e diz que jogará mais para ir à Copa

15/05/2013 | 19:39 |
  • Comentários

Frustrado por não ter sido convocado para a disputa da Copa das Confederações, mas motivado para voltar à seleção brasileira na Copa de 2014 e para conquistar títulos com o Atlético-MG. Foi assim que Ronaldinho Gaúcho definiu como se sente por ter sido preterido pelo técnico Luiz Felipe Scolari na convocação do Brasil para a competição que acontece agora em junho.

"Queria muito ter sido convocado. Não aconteceu dessa forma. Isso me motiva para jogar mais e ser lembrado no futuro", disse o ídolo atleticano, um dia depois da convocação para a Copa das Confederações. "Ainda falta muito tempo para a Copa do Mundo e meu objetivo continua esse. Mais motivado do que nunca, de ter a chance de dar alegria para o torcedor."

Em uma entrevista coletiva no CT Cidade do Galo, após o treino do Atlético-MG na tarde desta quarta-feira, Ronaldinho Gaúcho respondeu a todas as perguntas. Ele disse que não teve nenhum problema de indisciplina quando esteve na seleção, negando, inclusive, atraso na apresentação para o amistoso contra o Chile disputado no final do mês passado, em Belo Horizonte.

"Não teve atraso nenhum. A hora marcada era a da janta e cheguei no horário normal, como sempre. Não rendi o esperado naquele jogo, e ele (Felipão) disse", afirmou Ronaldinho Gaúcho, explicando que sua ausência na lista de convocados não está relacionada a nenhum problema de indisciplina, como chegou a ser especulado. Para o jogador, foi uma opção do treinador.

O veterano astro de 33 anos, que vive grande fase no Atlético-MG e tem possibilidade de ser campeão mineiro no domingo, não escondeu a frustração por não ter sido convocado, como foram seus dois colegas de time, o zagueiro Réver e o meia Bernard. "Estava na expectativa. Não aconteceu da forma que eu queria. Surpreendeu muita gente pelo fato de a nossa equipe estar muito bem e eu, em grande momento. Mas agora é torcer pelos companheiros que estão lá e pelo nosso Brasil. A torcida continua, mas dessa vez de fora", disse Ronaldinho Gaúcho.

Ele também aproveitou para elogiar o apoio recebido dos torcedores atleticanos. "É muito bom, por todo esse apoio, desde que cheguei aqui. Cada vez mais, me sinto mais em casa, acolhido. Espero dar essa alegria ao torcedor, conquistando esse primeiro título (na final de domingo no Campeonato Mineiro) e podendo levar o Galo o mais longe possível", avisou Ronaldinho Gaúcho.

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade
      Publicidade
      «

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposição com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, você recebe o jornal em casa, tem acesso a todo conteúdo do site no computador, no smartphone e faz o download das edições da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 49,90 por mês no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      Só o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao conteúdo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edições no tablet - um novo jeito de ler jornal onde você estiver.

      CLIQUE E FAÇA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      »
      publicidade