Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

equipamento

Estilo Power Rangers: bombeiros compram capacetes de última geração

Corporação do Paraná é a primeira da América do Sul a adquirir o modelo

  • Da Redação
Novos capacetes são mais leves, mais confortáveis e mais resistentes à impactos. | Divulgação/Bombeiros do Paraná
Novos capacetes são mais leves, mais confortáveis e mais resistentes à impactos. Divulgação/Bombeiros do Paraná
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

À primeira vista, os novos capacetes do Corpo de Bombeiros do Paraná podem fazer lembrar os dos Power Rangers, heróis da série de televisão dos anos 90. Com o primeiro lote recebido dia 28 de julho, o equipamento realmente promete melhorar a eficiência no combate a incêndios, já que são mais leves, mais confortáveis e mais resistentes a impactos do que os utilizados anteriormente. O Corpo de Bombeiros do Paraná é a primeira corporação a adquirir o modelo na América do Sul.

Último lançamento da marca francesa MSA Gallet, o capacete F1 XF é um dos mais avançados do mundo. A eficiência do produto é garantida porque foi desenvolvido com a colaboração de 200 bombeiros de 25 países. Eles foram responsáveis por sugerir melhorias no estilo, no design e na funcionalidade em operações reais e treinamentos. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o F1 XF foi lançado há seis meses, e demora em torno de um mês e meio para ser produzido.

Por isso, não custa pouco: “Cada capacete sai por cerca de R$ 2 mil e iremos comprar 2.700 unidades até o fim do ano”, explica o major Gelson Marcelo Jahnke, chefe financeiro dos Bombeiros. A marca foi selecionada em processo licitatório para substituir os capacetes antigos, cuja vida útil chegava ao fim.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/08/12/Curitiba/Imagens/Cortadas/bombeiros 2-U202291310883lQF-1200x800@GP-Web.jpg
Divulgação/Bombeiros do Paraná

Entre os detalhes do equipamento, Jahnke dá destaque às viseiras. “O capacete tem duas viseiras. A mais interna, transparente, pode ser usada em casos de resgates de acidentes de trânsito, por exemplo. Já a mais externa, metalizada, ajuda a refletir o calor durante incêndios e a manter o bombeiro mais seguro”. Além disso, o major explica que o novo capacete é maior, e consegue envolver toda a cabeça do bombeiro, tornando o uso mais confortável. 

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2017/08/12/Curitiba/Imagens/Cortadas/bombeiros 3-1845-U2022913108832hD-1200x800@GP-Web.jpg
Divulgação/Bombeiros do Paraná

Para os bombeiros que usam óculos de grau, a aquisição é especialmente boa. Enquanto com o modelo antigo não era possível usar óculos, os novos são feitos com essa possibilidade.

Além da cor niquelada, usada por cabos e soldados, outras duas cores de capacete foram compradas. O amarelo fará parte do equipamento de sargentos e subtenentes, e o branco será do uniforme dos oficiais. “Os 2.700 capacetes serão distribuídos até o fim do ano para os bombeiros de todo o Paraná. A ideia é que cada um tenha seu equipamento individual”, explica o major. 

Os capacetes antigos, por sua vez, serão destinados à equipes de treinamento e cursos.

Colaborou: Cecília Tümler

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Curitiba

  1. Claudinei Correia da Rocha e a esposa Lucineia foram surpreendidos pela porta automática que fechou sozinha. | Arquivo pessoal

    pinhais

    Casal fica três horas preso em agência da Caixa sem poder contar com ajuda

  2.  | Daniel Castellano/Gazeta do Povo/Arquivo

    previsão

    Vai chover muito em Curitiba nesta sexta; previsão é o “dobro de água” da quinta

  3.  |

    proteção animal

    90 cães são resgatados de criadouros clandestinos em Curitiba

PUBLICIDADE