Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

marinha

Litoral do Paraná tem alerta de ressaca com ondas de até 5 metros

O Centro de Hidrografia da Marinha (CHM) prevê ressaca e mar agitado para os próximos dias

  • Felipe Raicoski, especial para a Gazeta do Povo
 | Antônio More/Arquivo/Gazeta do Povo
Antônio More/Arquivo/Gazeta do Povo
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Navegantes e moradores das áreas costeira e oceânica do Paraná devem estar atentos entre sexta-feira (11) e domingo (13). O Centro de Hidrografia da Marinha (CHM) prevê ressaca e mar agitado para os próximos dias. O órgão emitiu alerta, orientando que embarcações de pequeno porte evitem navegar nas áreas durante o período.

Segundo a Marinha, ondas de até cinco metros devem atingir a faixa costeira brasileira que se estende de Laguna, litoral sul de Santa Catarina, até Regência, no norte do Espirito Santo. Também serão registrados ventos de até 50 km/h. A Defesa Civil foi notificada, nesta quinta-feira (10), sobre a possibilidade de problemas na região litorânea e na faixa de mar do estado.

Segundo o Instituto Simepar, a condição é favorecida pelo choque causado entre o sistema de alta pressão, que está sobre o continente, e o de baixa, estacionado sobre o oceano. “Nós temos uma condição que está favorecendo o aumento da intensidade dos ventos na costa”, comentou o meteorologista Fernando Mendes.

Segundo Mendes, a ressaca é formada por uma série de fatores, que precisam se combinar para que as camadas oceânicas avancem sobre o continente. “Depende da configuração, do comportamento dos ventos, da persistência. Tem que fechar uma condição de escoamento do vento, por pelo menos um período, com intensidade, constante e paralelo à costa”, explicou.

A Capitania dos Portos do Paraná orienta os navegadores que comuniquem as rotas que irão usar antes de sair, que cumpram as regras de navegação e usem os equipamentos de segurança obrigatórios. As áreas afetadas serão dos municípios de Antonina, Guaraqueçaba, Guaratuba, Matinhos, Morretes, Paranaguá e Pontal do Paraná.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Curitiba

PUBLICIDADE