Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

Curitiba

Por transtornos no Santa Cândida, prefeitura de Curitiba pede que Lula seja transferido da sede da PF

Segundo a prefeitura, o município já tomou todas as medidas que estavam ao seu alcance para resolver os problemas que vêm surgindo na região

  • Gazeta do Povo
  • Atualizado em às
 | Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A prefeitura de Curitiba pediu à Justiça Federal a transferência do ex-presidente Lula da sede da Polícia Federal (PF), no bairro Santa Cândida, para um outro local. A alegação foi o fato de a prisão de Lula na Superintendência da PF gerar transtornos aos moradores da região e a funcionários do órgão. O pedido foi feito pela procuradora-geral do município, Vanessa Volpi Bellegard Palácios.

Veja também: Integrantes do MST são xingados em Curitiba e reagem com “abacatadas”; assista ao vídeo

Segundo a prefeitura, o município já tomou todas as medidas que estavam ao seu alcance para resolver os problemas que vêm surgindo com a presença do acampamento de militantes pró-Lula no entorno do prédio da PF. A prefeitura, inclusive, já havia pedido a proibição da montagem de estruturas do acampamento no bairro. No sábado (7), data em que o ex-presidente chegou a Curitiba, o juiz Ernani Mendes Silva Filho atendeu o pedido, mesmo assim a montagem das estruturas continuou.

Leia também: MBL faz churrasco no Centro Cívico em ato contra acampamento pró-Lula

No documento, para formalizar o pedido de transferência do ex-presidente Lula, a procuradora-geral destaca o acirramento dos ânimos com as manifestações e também as constantes reclamações dos moradores e comerciantes do bairro Santa Cândida pela presença do acampamento. O texto também fala que a sede da Polícia Federal fica num bairro residencial e que a “estrutura do local não é adequada para custodiar um ex-presidente da República”. O mesmo pedido já havia sido feito pelo Sindicato dos Delegados de Polícia Federal.

A Procuradoria-Geral do Município não definiu um local para a transferência – o que é da competência da Justiça Federal –, mas a PGM pediu que o cumprimento da pena do ex-presidente seja feito em “local seguro e adequado às circunstâncias do caso, restabelecendo-se a ordem, o direito de ir e vir e a segurança da população, por ser medida de justiça!”.

Leia também: Eleitor de Bolsonaro em Curitiba lucra com ‘necessidades’ de apoiadores de Lula

A reportagem esteve no acampamento nesta tarde, mas não ninguém tinha conhecimento sobre essas questões. A Justiça Federal ainda não se manifestou sobre o pedido.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Curitiba

PUBLICIDADE