Assinaturas Classificados
Assinaturas

Publicidade

Aniele Nascimento/ Gazeta do Povo

Aniele Nascimento/ Gazeta do Povo / Funcionrios da Cavo foram  sede da empresa para pedir aumento e mais informaes sobre o futuro de seus empregos Funcionrios da Cavo foram sede da empresa para pedir aumento e mais informaes sobre o futuro de seus empregos
negcios

Compra da Cavo cria gigante do setor de lixo

Estre, que j tinha o aterro de Fazenda Rio Grande, pagou R$ 610 milhes; aquisio provocou protestos de funcionrios

Publicado em 11/03/2011 |
  • Comentrios

Depois de uma negociao que durou apenas dez dias, a paulista Estre Ambiental comprou, por R$ 610 milhes, a Cavo Servios de Saneamento, responsvel pela coleta de lixo de Curitiba. O negcio d Estre a posio de maior gerenciadora de lixo do pas, com faturamento de R$ 1,2 bilho por ano e posio dominante no mercado da capital paranaense, que coleta cerca de 40 mil toneladas por ms de lixo.

A venda, que envolveu 100% do capital da Cavo, ocorreu em meio ao imbrglio envolvendo a licitao do lixo de Curitiba. O contrato com a Cavo, que j recebeu 22 aditivos, vence em meados de abril e a licitao que definir a operadora que vai cuidar da limpeza urbana est paralisada desde que o Tribunal de Contas do Estado do Paran suspendeu a abertura dos envelopes das concorrentes, h um ms. A Cavo disputa o contrato avaliado em R$ 645,5 milhes em cinco anos com a Revita Engenharia (da Camargo Corra e Solv) e Vital Engenharia Ambiental (do Grupo Queiroz Galvo).

A venda para a Estre provocou protestos dos trabalhadores da Cavo. Com o receio de demisses em massa, os cerca de 2,3 mil funcionrios da empresa suspenderam a coleta do lixo na capital ontem. Em perodo de negociao da data-base da categoria, os empregados tambm protestaram contra a falta de dilogo sobre as propostas de reajuste salarial. Uma nova reunio de funcionrios est marcada para hoje, na sede da empresa, no incio da manh.

Funcionrios param coleta temendo cortes

Funcionrios da Cavo entraram em greve por tempo indeterminado na manh de ontem. De acordo com o Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservao de Curitiba e Regio (Siemaco), os coletores e varredores temem uma possvel demisso em massa com a venda da Cavo para a Estre.

Leia a matria completa

O presidente da Cavo, Joo Carlos David, afirmou ontem que a empresa descarta demisses em massa por conta da aquisio pela Estre. Se no ganharmos a licitao [do lixo de Curitiba], claro, teremos de demitir, mas vamos cumprir todos os compromissos e indenizaes, disse. Procurada, a Estre no concedeu entrevista.

Aterros

O negcio com a Cavo amplia a rea de atuao e concede ganhos de escala empresa paulista, que j era uma das maiores do setor no pas. Especializada na destinao final de resduos, a Estre tem atualmente 12 aterros sanitrios, dentre eles um localizado em Fazenda Rio Grande, na regio metropolitana de Curitiba. Com faturamento estimado em R$ 630 milhes, controla vrias empresas e tem mais da metade dos seus negcios gerados pelo setor privado.

De acordo com David, o foco da Estre crescer fortemente tambm por meio de aquisies. O mercado de coleta e tratamento de lixo vem crescendo a taxas superiores s do Produto Interno Bruto (PIB) no Brasil, tendncia que deve se manter nos prximos anos. Entre seus concorrentes esto Haztec, Foz Brasil/Odebrecht e Queiroz Galvo.

Fundada por engenheiros ingleses e prestes a completar 90 anos, a Cavo pertencia ao grupo Camargo Corra, que adquiriu a empresa no fim da dcada de 1950. Com faturamento de R$ 500 milhes, a empresa tem operaes em Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paran, So Paulo e Rio Grande do Sul, e emprega 3,3 mil pessoas. Dessas, 2,3 mil trabalham em Curitiba. Segundo David, o dinheiro da venda foi pago vista e financiado pela Estre junto a um fundo de investimentos do banco BTG Pactual, responsvel pela estruturao da operao.

De acordo com o presidente da Cavo, a venda envolve tambm a participao da Cavo em outras empresas, como os 50% que detm na Essencis, que trata resduos industriais; os 37,6% na Loga, que atua na coleta de lixo em parte da cidade de So Paulo; e os 54% na UTR, que opera com resduos hospitalares.

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade
      Publicidade

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposio com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, voc recebe o jornal em casa, tem acesso a todo contedo do site no computador, no smartphone e faz o download das edies da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 49,90 por ms no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      S o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao contedo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edies no tablet - um novo jeito de ler jornal onde voc estiver.

      CLIQUE E FAA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      publicidade