Assinaturas Classificados
Assinaturas

Publicidade
Consumo

Comércio estende horário em dezembro, de olho no 13.º

16/11/2006 | 00:28 |
  • Comentários

Os consumidores terão mais horas para fazer as compras de Natal no comércio de rua de Curitiba, a partir de 1.º de dezembro. A Associação Comercial do Paraná (ACP) programou para esta data o início do horário especial de fim de ano. Neste período, as lojas funcionarão das 9 h às 22 h de segunda a sexta-feira e das 9 às 21 h nos sábados que antecederem o Natal. Haverá também expediente aos domingos, nos dias 10 e 17 de dezembro, das 10 h às 19 h. A expectativa da entidade é aproveitar desde cedo o aumento na renda dos trabalhadores e contabilizar um crescimento entre 6% e 8% nas vendas deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado.

“É um número bom, mas não significa necessariamente que seja um aumento de faturamento. No ano passado, percebemos que as pessoas passaram a comprar mais quantidade de presentes de menos valor”, diz o vice-presidente de serviços da ACP, Élcio Ribeiro. Ao marcar o início do horário de Natal do comércio para 1.º de dezembro, as lojas pretendem aproveitar a entrada da primeira parcela do 13.º salário na conta dos trabalhadores. Por lei, o abono tem até o dia 30 de novembro para ser pago. “Como muitos trabalhadores tiveram ganho real, por conta do aumento do salário mínimo e negociações de categoria, esperamos que pelo menos parte deste dinheiro seja usada nas compras de fim de ano.”

  • Veja também

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese-PR) calcula que o 13.º salário vai injetar, no total (considerando as duas parcelas), aproximadamente R$ 3,5 bilhões nas contas dos paranaenses -- um aumento de 8,15% sobre os R$ 3,2 bilhões pagos no ano passado.

Adesão

O horário estendido de fim de ano não é uma norma, mas boa parte do comércio central da capital segue a programação. “Essas horas a mais costumam ser muito bem aproveitadas. É um horário em que o cliente tem mais tranqüilidade para fazer a compra", afirma . "Muitas vezes, em caso da aquisições maiores, é depois do trabalho que os casais vão fazer pesquisa de preço e decidir o que e onde comprar. É quando costumam surgir os melhores negócios.”

Apesar de exigir escalas especiais e maior número de funcionários, as lojas confirmam que o horário prolongado compensa. “Estamos com nove pessoas trabalhando e até o fim deste mês será contratada mais uma, por conta do novo horário de dezembro", diz a gerente da loja Savina, de roupas femininas, Juliana Fernandes. "O movimento já está aumentando e deve ficar maior depois. Quem trabalha o dia todo geralmente aproveita para vir à noite comprar os presentes de fim de ano.”
Já na Bunny's, loja de moda jovem, a expectativa é que as vendas cresçam a partir do dia 10. “Por enquanto, o pessoal está comprando para consumo. Os presentes eles deixam para comprar mais próximo à festa”, diz o gerente da loja da Rua XV de Novembro, Adriano Vieira Guimarães. Para atender a clientela no horário prolongado, a loja vai dobrar o número de funcionários. Hoje cinco pessoas trabalham na unidade. “O movimento à noite é grande, principalmente nos dias em que há apresentações do Natal do Palácio Avenida."

Madrugadão

No ano passado, a maior novidade do Natal foram os "madrugadões" promovidos pelos maiores shoppings da capital, que ficaram até 32 horas seguidas com as portas abertas. Para este ano, os empreendimentos ainda não confirmaram qual será o horário especial de funcionamento em dezembro, nem se ocorrerão as maratonas de compras madrugada a dentro.

Segundo a administração dos shoppings Mueller, Curitiba e ParkShopping Barigüi, a confirmação ou não do horário estendido ainda depende de uma negociação com o sindicato que reúne os funcionários. Apenas o Shopping Crystal já confirmou a programação: também a partir de 1.º de dezembro as lojas abrirão diariamente das 10 h às 22 h (inclusive aos domingos). Na madrugada do dia 23 para o dia 24 de dezembro o Crystal ficará aberto até às 2 h da manhã e no dia 24 até às 18 h.

Interatividade

E você já sabe o que vai fazer com o seu décimo terceiro salário? Participe da enquete

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade
      Publicidade
      Publicidade
      «

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposição com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, você recebe o jornal em casa, tem acesso a todo conteúdo do site no computador, no smartphone e faz o download das edições da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 49,90 por mês no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      Só o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao conteúdo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edições no tablet - um novo jeito de ler jornal onde você estiver.

      CLIQUE E FAÇA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      »
      publicidade