Assinaturas Classificados
Assinaturas

Publicidade
Novo PIB

Presidente do IBGE diz que mudanças no cálculo serão marginais

O instituto divulgou nesta quarta-feira (19) que irá mudar o cálculo do PIB para aproximar as contas nacionais do modelo que é recomendado pela Organização das Nações Unidas e outros órgãos internacionais

19/09/2012 | 17:43 |
  • Comentários

A presidente do Intituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Wasmália Bivar, afirmou que as mudanças no cálculo do Produto Interno Bruto (PIB) serão marginais e que os impactos das modificações ainda não podem ser mensuradas. O instituto divulgou nesta quarta-feira (19) que irá mudar o cálculo do PIB para aproximar as contas nacionais do modelo que é recomendado pela Organização das Nações Unidas e outros órgãos internacionais.

Ela disse ainda que não é possível saber neste momento qual será o peso da indústria e dos serviços no novo cálculo.
Os resultados das novas análises, de acordo com o IBGE, só serão conhecidos no final de 2014 ou no início de 2015.
"Não dá para dizer, nesse momento, o que vai deixar de ser indústria ou não e mensurar o impacto disso no resultado do PIB. São mudanças marginais e que precisam estar inseridas no contexto da série histórica", disse Bivar.

Indústria

Segundo ela, de acordo com recomendações internacionais, alguns setores, como o de serviços para indústria (limpeza, manutenção e segurança), podem passar a ser considerados como indústria de fato e não mais como serviços.

Já o setor de obras gráficas, por exemplo, poderá deixar de ser considerado como industrial e passar para a área de serviços.

Investimentos

Bivar confirmou que o novo modelo acrescentará alguns itens à Formação Bruta de Capital Fixo, onde são contabilizados os investimentos na economia. A presidente do IBGE, no entanto, não detalhou quais seriam esses itens.

Em matéria publicada hoje pelo jornal "O Estado de S. Paulo", foi levantada a possibilidade de gastos das empresas com software passarem a ser parcialmente considerados como investimento.

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      Publicidade
      Publicidade
      «

      Onde e quando quiser

      Tenha a Gazeta do Povo a sua disposição com o Plano Completo de assinatura.

      Nele, você recebe o jornal em casa, tem acesso a todo conteúdo do site no computador, no smartphone e faz o download das edições da Gazeta no tablet. Tudo por apenas R$ 69,30 por mês no plano anual.

      SAIBA MAIS

      Passaporte para o digital

      Só o assinante Gazeta do Povo Digital tem acesso exclusivo ao conteúdo do site, sem nenhum custo adicional ou limite.

      Navegue com seu celular ou baixe todas as edições no tablet - um novo jeito de ler jornal onde você estiver.

      CLIQUE E FAÇA PARTE DESSE NOVO MUNDO

      »
      publicidade