Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Crise

Desemprego na Grécia alcança 22,5% em abril

Grécia tinha um total de 1.109.658 desempregados em abril, um aumento de 2,5% em relação ao mês anterior e de 38,4% em relação ao ano passado

  • AFP
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

A taxa de desemprego na Grécia continua piorando e alcançou em abril 22,5% da população economicamente ativa, contra os 21,9% de março, com os jovens como os principais afetados, anunciou nesta quinta-feira (12) a autoridade grega das estatísticas.

A Grécia tinha um total de 1.109.658 desempregados em abril, um aumento de 2,5% em relação ao mês anterior e de 38,4% em relação ao ano passado.

A metade dos jovens que não estudam de 15 a 24 anos e quase um terço das pessoas entre 25 e 34 anos estão buscando emprego, o mesmo nível registrado em março. Em abril do ano passado, a taxa de desemprego já era de 43,5% para os jovens de 15 a 24 anos e de 22,9% entre os de 25-34 anos, respectivamente.

As mulheres também estão entre as mais afetadas pelo desemprego, com uma taxa de 26%, que entre os homens é de apenas 20%.

O número de desempregados dobrou na Grécia desde 2010, o ano em que começou a crise da dívida. O país está agora em seu quinto ano de recessão e está aplicando um plano de cortes orçamentários para receber empréstimos internacionais e evitar a quebra.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

  1. Interior do Jade, caixa semi-automático que acelera o checkout no Condor da Nilo Peçanha, em Curitiba | Jonathan Campos/Gazeta do Povo

    novidade

    Conheça a super esteira do Condor que passa as compras até cinco vezes mais rápido

  2. No total, R$ 16,5 bilhões serão destinados para o pagamento do abono salarial do PIS/Pasep no calendário 2017/18. | Foto: Marcos Santos/ USP Imagens/Fotos Públicas

    Finanças

    Governo paga 4.º lote do abono salarial nesta quinta (19)

  3.  | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

    APOSENTADORIA

    Em troca de reforma na Previdência, militares terão benefícios perdidos de volta

PUBLICIDADE