Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Economia

Fechar
PUBLICIDADE

Economia brasileira

Dilma diz que uma "grande nação" não se mede pelo PIB

Segundo o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), divulgado nesta quinta-feira pelo BC, a atividade econômica recuou 0,02% em maio

 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

No dia em que o Banco Central informou que a economia brasileira ficou estagnada em maio, a presidente Dilma Rousseff afirmou que o Produto Interno Bruto (PIB) não deve ser usado para medir o sucesso de uma "grande nação".

"Uma grande nação tem que ser medida por aquilo que faz por suas crianças e adolescentes, e não pelo PIB", afirmou a presidente, durante a 9ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. "Vamos disputar a economia moderna, a economia do conhecimento, aquela que agrega valor. Esse país vai ser desenvolvido quando as crianças e jovens tiverem acesso à educação de qualidade".

Segundo o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), divulgado nesta quinta-feira pelo BC, a atividade econômica recuou 0,02% em maio. No ano, houve avanço de apenas 0,4%; nos últimos 12 meses, de 1,27%. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, houve um avanço de 0,18% na atividade econômica. Apesar de ser negativo, o cenário é melhor do que previam os analistas. Os economistas do mercado financeiro esperavam que a retração fosse de 0,5%.

A 9ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente começou ontem e segue até sábado. Durante o encontro, será discutido um plano que prevê políticas públicas ao longo de dez anos, voltadas à proteção de menores que estão em abrigos, nas ruas e em conflito com a lei.

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais