Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Negócios

Ganhar por vendas e indicações. Carlos Wizard propõe isso a consultores, a R$ 97

A empresa de óleos essenciais Aloha Life entrou em operação há um mês e já conta com um número de empreendedores três vezes maior ao planejado  

  • Infomoney
A empresa de óleos essenciais de Carlos Wizard Martins  e as filhas deles, Thais e Priscila Martins, quer chegar a 10 mil colaboradores até o fim de 2017. |
A empresa de óleos essenciais de Carlos Wizard Martins e as filhas deles, Thais e Priscila Martins, quer chegar a 10 mil colaboradores até o fim de 2017.
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A Aloha Life, empresa de óleos essenciais, cosméticos e superalimentos lançada pelo empresário Carlos Wizard Martins em parceria com suas filhas, Thais e Priscila Martins, está oferecendo para consultores interessados em vender seus produtos um novo modelo de negócio. 

LEIA MAIS sobre empreendedorismo

Com R$ 97 por ano o interessado pode ser tornar um empreendedor e abrir uma loja virtual, divulgando e vendendo os produtos da marca, com três possibilidades de geração de renda. Em operação no mercado há um mês, a empresa conta com um número de empreendedores três vezes maior ao planejado, chegando a 7 mil consultores cadastrados.  

A meta da empresa, conforme a Gazeta do Povo já mostrou, é chegar a um total de 10 mil colaboradores até o fim de 2017.

“O consultor pode realizar suas vendas através do catálogo de produtos e pela loja virtual. Além disso, ele também terá ganhos com a entrada no negócio de outros afiliados, indicados por ele”, explica Claudio Eschecolla, COO da empresa.

LEIA MAIS: Do Zero ao Milhão”. O novo livro de Carlos Wizard e sua rotina de mentor

De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Venda Diretas, no Brasil o mercado conta com mais de 4,5 milhões de pessoas em sua força de venda e gera 8 mil empregos diretos. O país é o quarto colocado no ranking da World Federation of Direct Selling Associantions (WFDSA), atrás de Estados Unidos, Japão e China.

Siga a Gazeta do Povo no Linkedin

Eschecolla acredita que o sistema de vendas diretas tem vantagens para os profissionais. “O modelo possibilita ao consultor diferentes tipos de abordagem ao cliente no sistema porta a porta, catálogo e o party plan, onde o consultor promove um encontro na casa de um consumidor para a demonstração de produtos”, explica.

LEIA MAIS: Portfólio de Carlos Wizard dá pistas de tendências para quem quer empreender

“Além disso, permite que o empreendedor lucre com o produto vendido e também no sistema multinível, quando o consultor recebe também porcentagem sobre a venda de outros profissionais indicados por ele”, complementa. 

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE