Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

tendências

Portfólio de Carlos Wizard dá pistas de tendências para quem quer empreender

Empresário aposta nas áreas de esporte, saúde e alimentação saudável

  • Larissa Fanes Especial para a Gazeta do Povo
Fundador da escola de idiomas Wizard investiu mais de R$ 600 mil em empresas curitibanas | Marcelo Andrade/Marcelo Andrade / agencia de not
Fundador da escola de idiomas Wizard investiu mais de R$ 600 mil em empresas curitibanas Marcelo Andrade/Marcelo Andrade / agencia de not
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O nome de Carlos Wizard já é conhecido no mercado empreendedor e de investimentos no Brasil. O executivo do Grupo Sforza – que detém nove marcas, entre elas a Mundo Verde, Rainha, Topper e Taco Bell – fundou, em 1987, a rede de escolas de idiomas que leva o seu nome. O grupo composto pela Wizard e mais oito redes de ensino foi vendida para uma empresa britânica, em 2013. A transação de R$ 2 bilhões foi considerada a maior do país no segmento de educação.

Recentemente, o empresário paranaense comprou a ideia de duas empresas curitibanas, através do programa “Shark Tank Brasil: Negociando com Tubarões”. Wizard, que faz parte da banca de investidores que questionam e avaliam os projetos apresentados, aportou R$ 250 mil na Goleiro de Aluguel – plataforma que conecta goleiros a quem precise de seus serviços – em 2016. E no início desse ano, veio a notícia de que ele investiu R$ 400 mil na Natural Science – empresa fabricante de proteína de arroz e suplementos vegetarianos.

SIGA a Gazeta do Povo no LinkedIn

Segundo o empresário, no ano passado, devido ao cenário de instabilidade econômica e política no Brasil, muitos empreendedores preferiram desacelerar o ritmo de investimentos, esperando por um momento de mais tranquilidade e segurança. Para ele, essa atitude não chega a ser um erro, mas o excesso de cautela pode atrasar o desenvolvimento dos negócios. “Quando a economia se recuperar - e isso irá acontecer, cedo ou tarde – ganha quem investiu bem em 2016, está bem posicionado e pronto para crescer”, prevê.

Analisando a portfólio de investimentos de Wizard, podemos perceber que seu otimismo – aliado a boas estratégias – tem fundamento. O empreendedor aliou resiliência, revisão de estratégias e inovação para diversificar a atuação do grupo Sforza e trabalhar com o que ele chama de “tendências globais irreversíveis”, como alimentação e saudabilidade.

Nesse mercado estão as marcas Mundo Verde (maior rede especializada em produtos naturais, orgânicos e de bem-estar da América Latina), que expandiu seu número de lojas em 2016 e a Taco Bell, que o empresário trouxe para o Brasil também no ano passado. Além desses investimentos, Wizard fechou parceria com a Sociedade Esportiva Palmeiras para montar uma academia de futebol – além da que ele já tem com o jogador Ronaldo Fenômeno, a Ronaldo Academy.

Tendências

Na área de esportes, o grupo também adquiriu 10% da Hickies, uma empresa norte-americana de um produto que promete ser o substituto do cadarço nos calçados. As vendas dessa marca começam no primeiro trimestre de 2017. “Tenho certeza que será um grande sucesso”, assegura.

Para esse ano, Wizard afirma que vai continuar apostando setores de alimentação, saudabilidade e bem-estar que, segundo ele, não são “modismos” e têm muito espaço de crescimento no Brasil. “O país é o segundo no mundo em número de academias, por exemplo, e o quinto mercado em alimentação saudável”, analisa.

De olho no Paraná

Além de Curitiba, graças às duas e empresas da cidade que receberam o aporte do empresário, outros locais do Paraná podem chamar a atenção do empresário em 2017. A Topper, por exemplo, fornece material esportivo para o time Paraná Clube. Wizard afirma que vê o mercado paranaense com bons olhos e que o estado tem potencial para receber mais investimentos, como a chegada da rede Taco Bell no estado. “A Taco Bell está fazendo um estudo de praças estratégicas para expansão e o Paraná é uma dessas praças”, afirma.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE