PUBLICIDADE
Protestos

Empresas e metalúrgicos fecham acordo após protestos na RMC

Duas empresas concederam reajuste solicitado pelos trabalhadores. Outras 15, entre elas a Bosch, seguem negociando com a categoria, que mantêm protestos

Desde o início das manifestações de trabalhadores do setor metalúrgico por aumento salarial, na última sexta-feira (30), dois acordos foram fechados entre o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC) e empresas do ramo: a Magius, de São José dos Pinhais; e a Metalus, de Curitiba.

As outras 15 empresas cujos funcionários aderiram ao protesto ainda não chegaram a acordos com o sindicado. Conforme o SMC, os protestos continuam ocorrendo nessas unidades, inclusive na Bosch, empresa do setor com o maior número de funcionários (3,2 mil) e onde os protestos acontecem desde o dia 16 de novembro. A solicitação feita pelos empregados é de reajuste salarial com aumento real de 3% mais abono salarial.

Conforme o diretor do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico do Estado do Paraná (Sindimetal), Roberto Karam, nesta sexta-feira (7) o sindicato irá se reunir em assembleia com os representantes das empresas do setor que ainda não fecharam acordo para discutir a proposta levantada pelo SMC.

Se os patrões concordarem com o aumento requerido pelos funcionários, as negociações serão feitas e as manifestações, encerradas. “As negociações continuam e as empresas vão apreciar a contraproposta. Vamos torcer para que tudo dê certo, mas os dois lados precisam ceder para se chegue a um bom senso de negociação”, disse.

Esta será a terceira assembleia realizada pelo Sindimetal para discutir as propostas feitas pelo SMC nas negociações deste ano.

Outros acordos

O Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba informou ainda que outras dez empresas, que não chegaram a registrar protestos, negociaram com seus empregados durante esta semana, o que beneficia cerca de 700 metalúrgicos distribuídos na Grande Curitiba, São José dos Pinhais, Araucária e Fazenda Rio Grande. Com isso, o sindicato ainda aguarda as negociações, por meio de acordo coletivo, de outras 50 empresas aproximadamente.

Conforme Roberto Karam, do Sindimetal, o número de empresas que já efetuaram negociações é maior do que o citado pelo SMC, embora ele não tenha precisado a quantidade.

PUBLICIDADE
    • SELECIONADO PELO EDITOR
    • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
    • QUEM MAIS COMENTOU
    Assine a Gazeta do Povo
    • A Cobertura Mais Completa
      Gazeta do Povo

      A Cobertura Mais Completa

      Assine o plano completo da Gazeta do Povo e receba as edições impressas todos os dias da semana + acesso ilimitado no celular, computador e tablet. Tenha a cobertura mais completa do Paraná com a opinião e credibilidade dos melhores colunistas!

      Tudo isso por apenas

      12x de
      R$49,90

      Assine agora!
    • Experimente o Digital de Graça
      Gazeta do Povo

      Experimente o Digital de Graça!

      Assine agora o plano digital e tenha acesso ilimitado da Gazeta do Povo no aplicativo tablet, celular e computador. E mais: o primeiro mês é gratuito sem qualquer compromisso de continuidade!

      Após o período teste,
      você paga apenas

      R$29,90
      por mês!

      Quero Experimentar
    VOLTAR AO TOPO