Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

carreira

Quanto os CEOs das maiores empresas dos EUA ganharam em 2017

Para chegar a esses números, a Equilar analisa o balanço anual das 100 maiores companhias públicas dos Estados Unidos

  • Infomoney
Mark Hurd, CEO da Oracle, é um dos executivos da lista. | Cortesia Hartmann Studios/Wikipedia
Mark Hurd, CEO da Oracle, é um dos executivos da lista. Cortesia Hartmann Studios/Wikipedia
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Os CEOs das maiores empresas públicas dos Estados Unidos receberam, ao longo de 2017, uma média de US$ 15,7 milhões, apontou um estudo da Equilar. Entretanto, segundo a publicação, o CEO mais bem no ano, Hock E. Tan, da Broadcom, recebeu seis vezes mais do que esse número: US$ 103,2 milhões.

Além de ser o maior valor em compensações do ranking, Tan é também o executivo que mais viu seus ganhos aumentarem em relação ao total que recebeu em 2016, já que os US$ 103 milhões representam um aumento de 318%.

LEIA TAMBÉM: Apenas um terço das empresas estão satisfeitas com seus líderes

O estudo traz dados curiosos: ao mesmo tempo que a Berkshire Hathaway foi a empresa que mais lucrou em 2017, um total de US$ 242,1 bilhões, seu CEO, Warren Buffett, ocupa a última posição no ranking dos mais bem pagos, com um salário anual que fica na casa dos US$ 100 mil. Esse número, claro, não leva em conta o quanto o executivo ganhou em ações da empresa ou bônus.

Para chegar a esses números, a Equilar analisa o balanço anual das 100 maiores companhias públicas dos Estados Unidos que mais lucraram para calcular o quanto ganham os CEOs das mesmas. Estão entre as empresas listadas a Apple, Walt Disney, Microsoft, 3M, Tyson Foods, Sysco, Costco, Nike, Whirlpool, Coca-Cola e outras.

LEIA TAMBÉM: O pior elogio que você pode dar ou receber no trabalho

Confira a seguir os 10 CEOs mais bem pagos de 2017 nos EUA, segundo total anual:

1. Hock E Tan., da Broadcom, US$ 103,2 milhões

2. Brian Duperreault, da AIG, US$ 42,7 milhões

3. Mark V. Hurd, da Oracle, US$ 40,8 milhões

4. Safra A. Catz, da Oracle, US$ 40,2 milhões

5. Robert A. Iger, da Walt Disney, US$ 36,2 milhões

6. Ian Read, da Pfizer, US$ 26,1 milhões

7. Indra K. Nooyi, da PepsiCo, US$ 25,8 milhões

8. Randall L. Stephenson, da AT&T, US$ 25,3 milhões

9. Michael F. Neidorff, da Centene, US$ 25,2 milhões

10. Alex Grosky, da Johnson & Johnson, US$ 22,8 milhões

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE