Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

especial pós

Uma pós pode ser o gatilho que faltava para você mudar de carreira

Cursos fornecem não apenas conhecimento técnico, mas são também grandes aliados do networking

  • Jéssica Maes Especial para a Gazeta do Povo
Depois de formado, as certezas perdem força e muitos pensam em mudar de carreira. Uma pós pode ser um caminho para isso. | Bigstock
Depois de formado, as certezas perdem força e muitos pensam em mudar de carreira. Uma pós pode ser um caminho para isso. Bigstock
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Mudar os rumos da carreira com a segurança de um diploma de pós-graduação pode garantir mais tranquilidade e facilitar a entrada no mercado de trabalho – tanto para quem almeja uma mudança de posição quanto para aqueles que desejam explorar uma nova área de interesse.

Segundo dados da edição de 2014 da pesquisa Empresa dos Sonhos, organizada anualmente pela Companhia de Talentos, 66% dos estudantes têm certeza da sua decisão quando escolhem a sua graduação, mas, ao concluir a formação, 36% acham que o curso não vai ajudar a alcançar o seus objetivos profissionais. Como desenvolve e aprofunda competências e expande a rede de contatos, um curso de pós-graduação pode ser uma boa solução nesse momento por ampliar horizontes e perspectivas profissionais.

“A pós auxilia tanto o profissional não tem a experiência na área para que deseja ir, pois assegurará que ele tem conhecimento, quanto quem já tem alguma experiência isolada, ajudando a consolidar estes conhecimentos”, diz a diretora de Transição de Carreira e Gestão da Mudança da consultoria Lee Hecht Harrison na América Latina, Irene Azevedoh.

Definir uma meta antes de buscar as opções no mercado é necessário

O segredo é pesquisar bastante e se informar sobre a grade curricular oferecida pelos cursos. Especialmente no caso de especializações, chamadas de programas lato sensu, que são mais flexíveis, o curso é uma de entrar em contato com o que há de mais avançado naquela área. “Por exemplo: um psicólogo quer deixar de atender em consultório e passar a atuar em recursos humanos. Esse profissional tem que entrar em uma pós-graduação para se apropriar de conceitos e teorias que são da área dele, mas não do cotidiano”, explica a pró-reitora de graduação da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Maria Beatriz Balena.

Outra possibilidade é o MBA, que oferece capacitação para a gestão para aqueles que querem ocupar posições de liderança e estratégia. Já para quem se interessa pela carreira acadêmica e pela pesquisa, o caminho são os programas stricto sensu, de mestrado e doutorado. Segundo o pró-reitor adjunto de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Nestor Saavedra Filho, como a interdisciplinaridade vem se fortalecendo em todas as áreas, é possível escolher uma área diferente na hora de continuar a formação.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE