Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

separado do insta

Facebook testa mais um aplicativo de mensagens: o Instagram Direct

Novidade foi lançada nesta quinta-feira (7) e está em funcionamento em fase de testes no Chile, Israel, Itália, Portugal, Turquia e Uruguai

  • Da Redação
 | Pixabay
Pixabay
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Depois do Messenger e do WhatsApp, o Facebook tem mais um aplicativo de mensagens instantâneas: o Instagram Direct, que foi separado do Instagram. A novidade foi lançada nesta quinta-feira (7) e está em funcionamento em fase de testes no Chile, Israel, Itália, Portugal, Turquia e Uruguai. As informações foram divulgadas pelo gerente de produtos do Instagram, Hemal Shah, em entrevista ao site The Verge.

O Instagram Direct tem um funcionamento similar ao Snapchat. Ele é compostos de três telas: uma de conversa via mensagens de texto, uma que abre direto a câmera do celular para compartilhar fotos e vídeos e outra chamada “Perfil” que permite acessar as configurações do aplicativo, lista de contatos e outras funções. A primeira tela que aparece ao abrir o aplicativo é da câmera, por isso a semelhança ao Snapchat.

O novo aplicativo precisa ser baixado separadamente, mas o login é o mesmo do Instagram. O Direct tem um logotipo do Instagram que redireciona automaticamente ao app de fotos e Instagram um logotipo do Direct que envia o usuário ao apps de mensagens.

Shah explica que a função Direct cresceu muito dentro do Instagram nos últimos quatro anos e que eles perceberam que poderiam tornar o projeto ainda melhor se ele virasse um aplicativo individual. A ideia da empresa é estimular o compartilhamento privado de fotos, vídeos e mensagens.

Outras investidas

Essa não é a primeira investida do Facebook em aplicativos de mensagens instantâneas. A empresa, que comprou o Instragram por US$ 1 bilhão em 2012, também adquiriu o WhatsApp por cerca de US$ 22 bilhões em 2014 e transformou o Messenger, a área de envio de mensagens do Facebook, em um aplicativo individual.

Ainda não se sabe quando a novidade chegará a outros países, incluindo o Brasil. Nesses casos, a função Direct continua funcionando dentro do aplicativo do Instagram.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE