Economia

Fechar
PUBLICIDADE

Indicadores

PIB do Paraná ultrapassa o do RS em 2013 e é o quarto maior do país

Desempenho da economia do estado se apoiou na boa safra e na produção de energia

  • Atualizado em às
Safra “cheia” em 2013 ajudou no desempenho geral da economia paranaense. | Jonathan Campos/Gazeta do Povo
Safra “cheia” em 2013 ajudou no desempenho geral da economia paranaense. Jonathan Campos/Gazeta do Povo
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

A economia do Paraná ultrapassou em 2013 o Rio Grande do Sul e se tornou a quarta maior do país. De acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (19) pelo IBGE e pelo Ipardes, o Produto Interno Bruto (PIB) paranaense cresceu 5,6% em 2013, acima da média nacional de 3%. Com isso, sua participação na geração nacional de riquezas passou de 5,9% em 2012 para 6,3% no ano seguinte.

ANÁLISE: Em volume, PIB do Rio Grande do Sul cresceu mais

INFOGRÁFICO: Veja o ranking da participação dos estados no PIB do Brasil

O Paraná era a quinta economia do país desde 1949. Em 2013, uma combinação de fatores positivos permitiu que o estado desse um salto em sua participação no PIB nacional: uma safra agrícola “cheia”, impulsionada pelo clima favorável, e a elevada produção de energia elétrica, também ajudada pelas chuvas. A fatia do Rio Grande do Sul também cresceu, mas em um ritmo menor: sua participação passou de 6% em 2012 para 6,2% em 2013.

Em 2013, o Paraná também ficou na liderança na participação da produção agrícola, respondendo por 12,5% do total nacional (uma alta de 1,4 ponto porcentual desde 2010). O estado ficou na quarta colocação no ranking da produção industrial, com participação de 6,6% (alta de 0,6 p.p.), e em quinto no do setor de serviços, com uma fatia de 5,7% (alta de 0,3 p.p.).

IBGE e Ipardes não fazem projeções sobre o comportamento do PIB estadual em 2014 para avaliar se a “tomada” do quarto lugar será sustentável no longo prazo. Mas, para o diretor-presidente do Ipardes, Julio Suzuki Junior, o Paraná tem boas condições de manter essa colocação.

“Acredito que o Paraná tem uma condição de recuperação mais rápida quando ocorrer a normalização da economia brasileira. O nosso mercado de trabalho recuou menos que o mercado de trabalho brasileiro, e o Paraná exporta proporcionalmente mais que o Brasil, o que favorece o estado nesse novo contexto do câmbio”, diz o economista, referindo-se à alta do dólar nos últimos meses, teoricamente favorável aos exportadores.

2010-2013

Nas contas do IBGE, o Mato Grosso foi o estado do país com maior crescimento no período 2010-2013, com elevação do de 21,9% no seu PIB. O Paraná foi o 17.º nessa comparação, com alta de 10,2%. O pior desempenho foi registrado pelo Rio de Janeiro, com expansão de apenas 5,7%.

Entre 2010 e 2013 também houve melhora no PIB per capita do Paraná, que passou da sétima para a sexta posição entre os maiores do país. Em 2013, o PIB per capita do estado foi de R$ 30,2 mil. O maior indicador do país foi o do Distrito Federal, de R$ 62,8 mil, seguido por São Paulo (R$ 39,1 mil). Na Região Sul, o maior PIB per capita está em Santa Catarina, o quarto maior do país: R$ 32,2 mil.

Em volume, PIB do Rio Grande do Sul cresceu mais

Os números regionais divulgados pelo IBGE nesta quinta-feira (19) causam alguma perplexidade quando observados em detalhe.

Segundo o instituto, o Rio Grande do Sul foi o estado com melhor desempenho do país em 2013, com crescimento de 8,2% na comparação com 2012. Muito acima, portanto, da expansão do PIB nacional, de 3% naquele ano. Acima, também, do avanço da economia paranaense, de 5,6%. Da mesma forma, no acumulado de 2010 a 2013 o Rio Grande do Sul cresceu 10,6%, acima do Paraná (10,2%) e do país todo (9,1%).

Como pôde, então, a economia gaúcha ter sido ultrapassada pela do Paraná, que cresceu menos? Segundo o diretor-presidente do Ipardes, Julio Suzuki Junior, a explicação é que, enquanto as taxas de variação real do PIB levam em conta o volume produzido em cada estado, o cálculo da fatia de cada unidade da federação na economia nacional considera também o preço daquilo que foi produzido. “Grosso modo, embora o volume produzido pelo Rio Grande do Sul tenha avançado mais, a produção do Paraná se valorizou mais do que a do Rio Grande do Sul”, diz o economista.

Em valores, o PIB paranaense somou R$ 332,8 bilhões em 2013, acima dos R$ 331,1 bilhões da economia gaúcha. Três anos antes, o PIB do Rio Grande do Sul somava R$ 241,3 bilhões, acima dos R$ 225,1 bilhões do Paraná.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2015/11/21/Economia/Graficos/Futuro/pib parana.pdf

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais