Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Palocci

Déficit nominal zero pode ser alcançado nos próximos anos

  • Globo Online
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, considerou nesta terça-feira que a proposta de déficit nominal zero, defendida pelo ex-ministro Delfim Netto, não seria prudente no momento para a economia brasileira, mas que o déficit zero poderá ser alcançado em pouco tempo.

- Eu penso que se nós tivermos estabilidade no nosso trabalho de melhorar o perfil do trabalho fiscal e cuidar da qualidade da despesa pública, nós iremos, ao longo dos próximos anos, provavelmente, chegar ao déficit zero, fazendo uma política equilibrada e ajustada, em termos orçamentários - disse Palocci.

Déficit nominal zero significa que o governo precisaria ter receitas para pagar todas as suas despesas, incluindo gastos com juros da dívida pública. Entretanto, como não há mais espaço para aumento da carga tributária e de receitas novas, a proposta do ex-ministro Delfim prevê que o governo reduza despesas. Outra idéia, seria aumentar o limite de desvinculação de receitas da União para que o governo tenha maior controle sobre como gastar seus recursos - ou para cortá-los.

O ministro da Fazenda participa, nesta terça-feira, de audiência pública, na comissão especial da Câmara que analisa a proposta de emenda constitucional de criação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

  1. Interior do Jade, caixa semi-automático que acelera o checkout no Condor da Nilo Peçanha, em Curitiba | Jonathan Campos/Gazeta do Povo

    novidade

    Conheça a super esteira do Condor que passa as compras até cinco vezes mais rápido

  2. No total, R$ 16,5 bilhões serão destinados para o pagamento do abono salarial do PIS/Pasep no calendário 2017/18. | Foto: Marcos Santos/ USP Imagens/Fotos Públicas

    Finanças

    Governo paga 4.º lote do abono salarial nesta quinta (19)

  3.  | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

    APOSENTADORIA

    Em troca de reforma na Previdência, militares terão benefícios perdidos de volta

PUBLICIDADE