Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Reconhecimento

Onze empresas do Paraná estão entre as melhores para trabalhar no Brasil

Pelo segundo ano seguido, a Gazin foi o grande destaque paranaense no ranking nacional

  • Da Redação
Mário Gazin, fundador do Grupo Grazin, grande destaque paranaense no ranking nacional. A empresa de Douradina ficou em 5.º lugar entre as grandes empresas, a mesma posição ocupada pela companhia no ranking nacional de 2016. | Daniel Castellano/ Gazeta do Povo
Mário Gazin, fundador do Grupo Grazin, grande destaque paranaense no ranking nacional. A empresa de Douradina ficou em 5.º lugar entre as grandes empresas, a mesma posição ocupada pela companhia no ranking nacional de 2016. Daniel Castellano/ Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Onze empresas paranaenses foram reconhecidas na 21ª edição do ranking das melhores empresas para trabalhar no Brasil promovido pelo Great Place to Work (GPTW): Gazin, Apetit, Volvo, Electrolux, Pormade Portas, Sicoob Metropolitano, Sicoob Norte do Paraná, Moinho Globo, Neovia Engenharia, DB1 Global Software e Perkins Motores do Brasil.

Confira o ranking completo:

Grandes empresas

Médias empresas nacionais

Médias empresas multinacionais

A cerimônia de premiação aconteceu na noite desta segunda-feira (14), em São Paulo. Nesta edição do prêmio, foram reconhecidas 150 empresas divididas em três categorias: Grandes, com 80 empresas, Médias Multinacionais e Médias Nacionais, com 35 companhias cada.

A Gazin foi o grande destaque paranaense no ranking nacional. A empresa de Douradina ficou em 5.º lugar entre as grandes empresas, a mesma posição ocupada pela companhia no ranking nacional de 2016. Das sete edições do prêmio realizadas pelo Great Place to Work no Paraná, a companhia do Noroeste do estado, levou cinco ouros na categoria grandes empresas, incluindo a última lista de 2016.

LEIA MAIS: Centauro é condenada a pagar multa por exames antidoping em funcionários

Mas a varejista de móveis e eletrodomésticos não foi a única paranaense premiada entre as grandes. A Apetit, de Londrina, ficou em 31.º lugar, seguida da Volvo, em 33.º, e da Electrolux, em 71.º.

A Pormade, de União da Vitória, e o Sicoob Metropolitano, de Maringá, ficaram, respectivamente, na 5.ª e 9.ª posição entre as médias empresas nacionais. Ainda nesta categoria foram premiados o Moinho Globo (16.º), DB1 Global Software (18.º), Sicoob Norte do Paraná (33.º) e Neovia Engenharia (35.º).

A Perkins Motores do Brasil, com sede no Paraná, ficou em 10.º lugar na categoria das médias empresas multinacionais.

Campeãs nacionais

A grande campeã nacional foi a distribuidora de energia Elektro, a melhor empresa para trabalhar entre as grandes companhias do país. A SAP Labs foi a primeira colocada na categoria médias empresas multinacionais e a Sama, primeira entre as médias nacionais.

Recorde de participantes

Neste ano, houve recorde de companhias inscritas no processo de avaliação para alcançar uma posição no disputado ranking GPTW. Ao todo, 1.963 companhias participaram das pesquisas, 26% a mais do que o número do ano passado. Para se candidatar ao ranking nacional, as empresas precisam ter ao menos 100 funcionários. Cerca de 2 milhões de funcionários indicaram quais os melhores ambientes de trabalho no país em 2017.

Por que são as melhores?

Para 96% dos colaboradores, suas empresas são as melhores porque são ambientes em que são bem tratados, independentemente de cor, raça, idade, sexo e orientação sexual; 94% se sentiram bem-vindos ao ingressar nessas companhias; 93% consideram que trabalham em ambientes seguros; 92% têm orgulho do que a organização faz; e, não à toa, 94% têm orgulho de dizer para outras pessoas onde trabalham.

LEIA TAMBÉM: Petrobras lança edital com 954 vagas de nível médio e superior

Para 76% dos colaboradores, os salários que recebem são adequados; 69% consideram ser justa a participação que recebem nos lucros; 73% acham que as promoções são dadas às pessoas que realmente merecem; 74% dizem que os chefes evitam o favoritismo; e 76% afirmam que as lideranças envolvem as pessoas em decisões que afetam suas atividades e seu ambiente de trabalho.

Mais de 60% dos colaboradores das premiadas têm até 34 anos e 41% do total, curso superior completo, sendo que 12% concluíram pós-graduação. Formação que é resultado, em boa parte, do investimento das empresas: 49% das 150 Melhores têm Universidade Interna; 74% oferecem bolsas de estudos para cursos de graduação e pós-graduação para pelo menos 50% dos funcionários; e 77%, bolsas de estudos para cursos de idiomas. Mais de 30% também oferecem verbas para os funcionários aplicarem nos cursos de desenvolvimento que mais desejarem.

GPTW cria processo de certificação

A premiação deste ano marcou a 21.ª edição do ranking do Great Place to Work. Nesse período, as empresas interessadas participavam de um único processo, o ranking: pesquisa com os funcionários, relatório de práticas e perfil organizacional. Apenas as 150 melhores eram premiadas em três categorias distintas.

A partir de agora, o formato será diferente. Diante da capacidade limitada para premiar bons ambientes de trabalho, o GPTW criou um processo de certificação que visa reconhecer todas as companhias que valorizam seus colaboradores. O processo será dividido em duas etapas: a certificação e o ranking.

A certificação inclui apenas a pesquisa com os funcionários. Para participar do ranking, as companhias precisam ser certificadas e entregar o relatório de práticas e o perfil organizacional. Além disso, o processo de certificação será pago pelas empresas.

Mais informações sobre a mudança de metodologia e sobre o processo de certificação estão disponíveis no site do Great Place to Work.

Premiadas no Ranking 2017 das Melhores Empresas para Trabalhar

(por ordem de premiação)

Grandes empresas

Elektro

Laboratório Sabin

Kimberly-Clark

Magazine Luiza

Gazin

Caterpillar

Accor

Tokio Marine Seguradora

Mars

Dell Computadores

Unidas S.A.

Embraer

Itaú Unibanco

Mercadinhos São Luiz

Monsanto do Brasil

Banco Losango

Arcos Dourados

Grupo Rio Quente

Bom Vizinho

Ceneged

Cooperativa de Crédito Vale do Itajaí - Viacredi

Companhia Energética do Maranhão - CEMAR

Ancar Ivanhoe

Roche

Whirlpool

John Deere

Ci&t Software

Novartis

Ambev

Algar Telecom

Apetit

Banco Bradesco

Volvo

Takeda

Sesc

Mapfre

Prezunic Cencosud

Centrais Elétricas do Para - Celpa

Leroy Merlin

Três Corações Alimentos

SAP Brasil

Novo Nordisk

Mercado Livre

Banco Mercantil do Brasil

Eurofarma

Teleperformance

Copagaz

Embracon

CTEEP

Minas Gerais Educação

Intelbras

Banco Santander

Via Urbana

Companhia Energética do Rio Grande do Norte - Cosern

Aperam Inox América do Sul

3M

Icatu Seguros

Cielo

ADM do Brasil

Vega

Lojas Riachuelo

Atento Brasil

Eletrozema

Instituto Nordeste Cidadania - CE

Enel Brasil

DSM Produtos Nutricionais

Unimed-Rio

Citibank

Clamed

Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

Electrolux

Algar Segurança

IBM

Saga

AstraZeneca

Mineração Rio do Norte

Beach Park

Oracle do Brasil

Unimed Fortaleza

Goodyear

Médias empresas nacionais

Sama

Special Dog

Consórcio Luiza

Meireles e Freitas Serviços de Cobrança

Pormade Portas

Radix

Brasal Combustíveis

Dextra

Sicoob Metropolitano

Amêndoas do Brasil

Zanzini Móveis

Dag - J. Sleiman

Laboratório Leme

Visagio

Clearsale

Moinho Globo Alimentos

Crool Centro Odontológico

DB1 Global Software

BN Papel Catarinense

McDonald’s Franquia Pernambuco

Microcity

ECAD

Resultados Digitais

Alelo

EloGroup

H Strattner e Cia

Acal Home Center

Casa Magalhães

Comunicare

Cultura Inglesa BH

Unimed Ceará

CIGAM

Sicoob Norte do Paraná

Locaweb

Neovia Engenharia

Médias empresas multinacionais

SAP Labs

VMware Software e Serviços

Microsoft

Ace Schmersal

Renaissance

SCJohnson

Man Latin America

Procter & Gamble

Cisco do Brasil

Perkins Motores do Brasil

Novo Nordisk

HHR JW Rio de Janeiro Investimentos Hoteleiros

Nutrilite

CA Programas de Computador, Participações e Serviços

Visa do Brasil

Thoughtworks

Bristol-Myers Squibb

Zambon

Astellas Farma Brasil

Promonlogicalis Tecnologia e Participações

Reachlocal Brasil

UPL do Brasil

Roche Diagnóstica

Movile

Ticket

Symantec

Bemobi

Ford Credit

Stryker do Brasil

Ecore

Kordsa Global

Zodiac

Owens Corning Fiberglas

Dimension Data

Merck Sharp & Dohme Saúde Animal

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE