Economia

Fechar
PUBLICIDADE

startup

Site ajuda a calcular gastos com viagem ao exterior

Criado em Curitiba, o Quanto Custa Viajar traz dicas financeiras para quem deseja visitar cerca de 100 cidades pelo mundo

Fabio Yamahira, Igor Pucci e Amanda Santiago, fundadores do Quanto Custa Viajar: informação para turistas iniciantes. | Emerson Fiuza/Divulgação
Fabio Yamahira, Igor Pucci e Amanda Santiago, fundadores do Quanto Custa Viajar: informação para turistas iniciantes. Emerson Fiuza/Divulgação
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Planejar uma viagem para fora do país, organizando desde o roteiro de passeios, passando pelas roupas a jogar na mala e o dinheiro a levar no bolso, pode ser uma tarefa ingrata para quem é pouco acostumado a se aventurar por outras cidades. Opções de blogs na internet para buscar ajuda há aos montes. E foi justamente nesse emaranhado quase infinito de informações e sugestões que uma startup curitibana encontrou uma oportunidade para se destacar e tentar ser a fonte definitiva para o planejamento de qualquer viagem.

Lançado no início de dezembro do ano passado, o site Quanto Custa Viajar compila informações de cerca de 100 cidades ao redor do mundo e, com base nos custos que o viajante terá nesses locais com transporte, hospedagem, alimentação e atrações turísticas, fornece uma média de gastos por dia. A intenção é ajudar o viajante a se programar com antecedência e escolher seu destino conforme o orçamento disponível.

Há, inclusive, três perfis de viajantes, que levam em conta quanto a pessoa está disposta a gastar: mochileiro (baixo custo), econômico e conforto (para os mais abastados ou que economizaram mais no período pré-viagem). Por meio de uma planilha automática, o site permite ainda que o internauta calcule seu gasto total na viagem, incluindo a passagem aérea e o total de dias que irá passar no destino.

Segundo o site, por exemplo, uma viagem a Londres durante sete dias pode custar, no total, R$ 4.896 – isso, no perfil mochileiro. Se o viajante quiser gastar um pouco mais e ficar em hotéis mais confortáveis, pode ter de desembolsar quase o dobro para o mesmo período: R$ 8.283.

Guia virtual

O Quanto Custa Viajar traz ainda uma série de dicas e sugestões para cada destino, para que o internauta possa tanto economizar quanto aproveitar da melhor maneira o potencial da cidade.

A intenção, segundo o CEO e co-fundador do site, Fábio Yamahira, é aumentar o banco de dados para 150 cidades até o fim do mês. Além disso, a startup prepara para breve um aplicativo para celular que funcionaria como um gerenciador financeiro de viagens – ao mesmo tempo, o usuário poderá passar informações para o banco de dados do site, ao cadastrar seus gastos, de forma anônima.

Por enquanto, o Quanto Custa Viajar não se banca sozinho – a startup ganha comissão quando reservas são feitas por meio do site. Mas os três amigos têm testado e procurado diferentes formas de monetização, tanto disponibilizando espaço para anúncios quanto buscando parcerias com companhias aéreas e hotéis.

Uma ferramenta já em desenvolvimento em parceria com uma empresa aérea, por exemplo, permitirá que o internauta insira no site o seu orçamento e, com base no que pode e quer gastar, receba sugestões de destinos viáveis.

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais